Revoltas populares - Brasil

Páginas: 7 (1636 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
CABANADA

O Brasil, órfão de um líder regente (com a abdicação de D. Pedro I (1831) e D. Pedro II, herdeiro do trono, ainda era criança), sofreu diversos conflitos sangrentos, entre eles a Cabanada, em 1832.
Diferente de todas as outras, a Cabanada não foi uma contestação ao regime imperial autoritário, nem ambicionava a independência regional, foi uma guerra das “gentes do mato” – índios,escravos, posseiros – em defesa de sua porção de terra.
O que simbolizava a luta dos revoltados na Cabanada era o direito às terras e às melhores condições de vida.
Preocupado, o governo ordenou que uma junta de 1.000 homens do exército inspecionar os estados, com medo de que alguma dissidência ocorresse no local. Em 1832, os ‘cabanos’ se mostraram resistentes à ofensiva e derrotaram facilmenteos homens enviados pelo governo.
O nome do líder Vicente de Paula, que comandava os cabanos, começou a ser alastrado como figura transgressora e aliciadora de escravos em todo o governo.
Entretanto, os próprios nativos forçados a trabalhar sentiam que essa revolta era um passo para se libertarem da repressão dos senhores de engenho. Só esse argumento explicaria a adesão de mais de 3.000 homenssob a ordem do capitão Vicente de Paula para exigir a volta do imperador D. Pedro I e a hegemonia da Igreja que, segundo seus protestos, estava ameaçada com a entrada dos jacobinos no governo.
Vicente de Paula tinha uma larga vantagem em relação ao exército; batalhava na mata, terreno amplamente conhecido pelos escravos e índios de Jacuípe, que também aderiram à causa. Em um momento, o governotentou cercar a mata, mas foi surpreendido com a força do temerário batalhão dos “papa-méis”, formado somente por refugiados escravos.
Em 1834, D. Pedro I faleceu na Europa, o que acabou desanimando os cabanos a enfrentarem o governo. Mesmo assim, os governadores de Pernambuco e Alagoas, Manoel de Carvalho Paes de Andrade e Antonio Pinto Chichorro da Gama, não se inquietaram com o suposto fim daCabanada e decidiram cercá-los na mata, com um exército de mais de 4.000 homens. Eles prometiam absolver os dissidentes que se entregassem e, de fato, conseguiram capturar, graças à armadilha, um grande número de combatentes.
Mas o líder Vicente de Paula, que seria o grande prêmio dos governadores, só foi preso em 1848 numa emboscada política armada pelo marquês do Paraná, Honório Hermeto CarneiroLeão.
Vicente foi enviado para Fernando de Noronha e só foi solto em 1861, quando tinha 70 anos de idade.
Essa revolta inspirou, em 1835 no Pará, a Cabanagem.



CABANAGEM
A revolta popular denominada Cabanagem foi iniciada no Pará em 1835. Foi uma das mais sangrentas batalhas contra o autoritarismo do governo.

Escravos, índios e mestiços também aderiram à Cabanagem, nome dado à revoltapor causa das habitações da população média. Aderiram porque as péssimas condições de vida estavam se agravando com o crescente descaso do império. Percebendo a numerosa revolta provincial, a elite local não teve dificuldades em estimulá-los a partir para a batalha.

Em uma violenta investida do exercito local acabou com o assassinato de Manuel Vinagre, em janeiro de 1835. Revoltado com a mortede seu irmão, Antônio Vinagre organizou novamente um motim e invadiu o palácio do governo de Belém. Eles raptaram e assassinaram o governador Lobo de Sousa e nomearam Clemente Malcher seu sucessor.

Não demoraria muito para que as divergências ideológicas entre os líderes do movimento se manifestassem. Quando assumiu o governo, Clemente Malcher jurou fidelidade ao imperador e tentou reprimir asinsatisfações de seus companheiros movimento ameaçando deportá-los. Para controlar a situação, Malcher atacou a tropa liderada por Francisco Vinagre, mas acabou sendo assassinado pelos cabanos, que exibiram seu corpo à mostra arrastando-o pela cidade.

Para levar adiante as ideias progressistas dos líderes cabanos, Francisco assumiu o governo, mas rapidamente mostrou sua faceta: no cargo,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Revolta Popular
  • Revoltas no Brasil
  • Revoltas no brasil
  • Revoltas populares na primeira republica
  • Revoltas no brasil
  • Revoltas no brasil
  • As revoltas populares da república velha
  • Revoltas populares brasileiras

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!