Revolta da vacina

Páginas: 2 (262 palavras) Publicado: 10 de outubro de 2011
A revolta da vacina é muito mais que um explosão popular sem fundamentos lógicos. Foi uma revolta que leva o historiador e estudante de história fazerem umareflexão acerca do Rio de Janeiro e, porque não, Brasil, na aurora do século XX. Nas obras de Jaime Bechimol e Nicolau sevecenko,ambos abordam a revoluçãocientifico-tecnológica e a refinanciamento e renovação da divida com a Inglaterra,onde este ultimo aquele, tais fatos levam a cabo as medidas sanitárias para tornar acapital federal,conhecida como o tulmulo dos estrangeiros, uma cidade “habitável” e higienizada, sem cortiços pobres, doenças e sujeiras. Essa higienização dacidade, as medidas que traziam a destruição de moradias para abertura de avenidas, construção de casas para as classes dominantes e o distanciamento da populaçãopobre para as regiões periféricas da cidade.Isso tudo somado a insatisfação popular culminam na Revolta da vacina,puro estopim, onde o “populacho” extravasa toda suaraiva acerca das medidas higienistas da crise em que passa o pais.
E mesmo que alguns setores do governo e da sociedade tenham tentado de alguma forma seaproveitar da situação, esta fugiu do controle daqueles que de certa forma viram a oportunidade de fazer cair ou modificar a Republica.
Finalizando, a Revolta davacina foi das manisfestações da história brasileira em que o povo uniu-se e mostrou a sua insatisfação contra as medidas que tornavam a sua vida pior. A Revolta,talvez não veio para reivindicar, mais para mostrar que o “populacho” não estava dormindo perante as mudanças, e sim atento àquilo que modificava sua vivencia.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Revolta da Vacina
  • A revolta da Vacina
  • a revolta da vacina
  • Revolta da vacina
  • Revolta da vacina
  • Revolta Da Vacina
  • A Revolta da Vacina
  • Revolta da Vacina

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!