Reunião de

Páginas: 99 (24580 palavras) Publicado: 10 de março de 2012
famíliaReunião de Família Lya Luft — São Paulo: Siciliano. 1991. ISBN 85-267-0395-1 1. Romance brasileiro 1. Titulo 91-1759 869. 935 2. Século 20 Romances: Literatura brasileira 869.935 Para Susana, André, Eduardo. © 1982 by Lya Luft Direitos exclusivos para a língua portuguesa cedida à Agência Siciliano de Livros, Jornais e Revistas Ltda. Av. Raimundo Pereira de Magalhães. 3305 CEP 05 145-200 —São Paulo — Brasil Arte: Pinky Wainer Capa: Campo de Trigo com Corvos, de Vincent van Gogh - óleo sobre tela, 1890. Editora Siciliano, 1991. 7ª edição, 1994. CDD-869.935 Romances: Século 20: Literatura brasileira

Você acha que um dia a gente podia mandar colocar um espelho grande aqui na sala? — perguntei a meu marido antes de sair, remexendo na bolsa para conferir se pusera tudo ali, dinheiro,passagem de ônibus. Minhas mãos estavam frias. — Espelho grande? Para quê? — Ele me encarou por cima dos óculos, baixou o jornal. Logo ia dormir a sesta, apenas esperava que eu saísse. Era tarde de sábado. Parecia admirado; acho que nunca me vira ter idéias extravagantes, devia considerar aquilo uma extravagância. — Nada — respondi, já arrependida. — Foi só bobagem minha, uma vez li que dáimpressão de mais espaço. A sala é pequena... — A sala é ótima assim. — Ele voltou a ler, ajeitou o jornal. — Claro. Claro. Você tem razão... Quando fui me aproximando da porta, ele se levantou, me beijou na face, pediu que me cuidasse direito. Descendo os degraus da frente, ouvi-o fechar a porta. Então lembrei que esquecera de colocar perfume; mas não valia a pena voltar só por causa disso. Agora estouquase chegando. A viagem de ônibus foi curta, não tive dificuldade em encontrar um táxi que me trouxesse da estação até a casa de meu pai. Fiquei um pouco atrapalhada, porque quase nunca viajo.

Remexo a bolsa, atulhada de coisas, não encontro aquele espelhinho que um dia pus aí dentro. Pa ciência. Devo estar com a cara de sempre. Olhando no espelho do meu quarto, esta manhã, pensei que erapequeno demais. Então, debruçando-me para ver melhor, por que ia viajar à tarde e queria estar bem, recordei aquele antigo jogo, de que geralmente nem me lembrava. Parecia tão deslocado na minha vida de agora. O jogo: do tempo em que eu não era uma pacata dona-de-casa com filhos criados, mas uma menina sem mãe; que inventava o jogo do espelho para ser menos infeliz. A gente sentava na frente daoutra menina e encarava: tão intensamente, com tamanho fervor e tanta vontade de a ver mudar, que a imagem aos poucos perdia seus contornos; ficava um borrão. Por detrás do reflexo familiar ia-se formando outro alguém. De início, sorrateiro; depois, dominando tudo com seu poderoso olhar. Seu nome também era: Alice. Ela: o contrário de mim, meu reverso. Sempre à espera por baixo da superfície. Livrepara detestar tudo o que, aqui fora, eu era obrigada a aceitar. Alice, a dividida: foi assim que me senti esta manhã, um pouco aborrecida por ter de viajar. Estreitei mais os olhos, avaliando detalhes deste rosto: mais um pouco, serão cinqüenta anos. A essa altura, o pior passou: as dúvidas, as inquietações, encobertas pelas paradas águas da ro tina. Sou apenas uma dona-de-casa, vida exclusivamentedoméstica, marido e dois filhos que já são quase homens e nunca me deram preocupação. Mas hoje sou obrigada a sair dessa concha: por um fim-de-semana, estarei na casa onde meu pai mora faz alguns anos, com minha irmã mais moça, Evelyn, e seu marido. Uma cidade próxima, uma hora de ônibus. Para que todo um fim-de-semana? Bastaria um encontro rápido, uma tarde talvez. Não gosto de sair de casa;detesto viajar sozinha, e meu marido recusou-se a vir: afinal, disse, não era problema dele. Se eu quisesse, poderia ir. Então resolvi aceitar, mas, como não estou habitua da a tomar decisões, fiquei inquieta. (Não estarei andando à beira do abismo, as úmidas asas movendo-se no casulo.., O que aconteceria se eu aceitasse incondicionalmente os convites de Alice e me enfiasse com ela por seu caminho...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • reuniao
  • Reunião
  • reuniao
  • reunião
  • Reunião
  • reuniao
  • Reunião
  • reuniao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!