Retórica

Páginas: 8 (1969 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
Plano de Aula: DISCURSO POLÍTICO - CONTINUAÇÃO
CIÊNCIA POLÍTICA
Título
DISCURSO POLÍTICO - CONTINUAÇÃO
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
2
Tema
DISCURSO POLÍTICO - CONTINUAÇÃO
Objetivos
• Analisar as estratégias usadas pelos sujeitos políticos em seus discursos.
• Compreender o conceito e as estruturas da Retórica Política.
Estrutura do Conteúdo
1. As estratégiasdo discurso político.

Discutir o conceito de retórica, e demonstrar como se opera e estrutura a oratória e a argumentação política. Vale lembrar que tais questões estão devidamente desenvolvidas no material de apoio do aluno, como também no texto da coletânea de exercícios.

1.1. A retórica política.

A retórica é uma dinâmica de comunicação dos atores políticos, ou seja, a razãoideológica de identificação imaginária da “verdade” política. Os atores do campo político fazem parte das diversas cenas de vozes comunicantes de um enredo permeado pelo desafio retórico do reconhecimento social, isto é, o consenso, a rejeição ou a adesão. Suas ações realizam vários eventos: audiências públicas, debates, reuniões, e hoje principalmente, a ocupação do espaço midiático. Precisam defiliações, estabelecendo organizações, que se sustentam pelo mesmo sistema de crença político articuladora de ritos e mitos pela via dos procedimentos retóricos.
A retórica além de ser a arte da persuasão pelo discurso; é também a teoria e o ensinamento dos recursos verbais – da linguagem escrita ou oral – que tornam um discurso persuasivo para seu receptor. Segundo Aristóteles, a função da retórica nãoseria “somente persuadir, mas ver o que cada caso comporta de persuasivo” (Retórica, I,2,135 a-b).
2. As estratégias do discurso político.

Apresentar como se articula e se dá a persuasão dos discursos políticos. Vale lembrar que tais questões estão devidamente desenvolvidas no material de apoio do aluno.

2.1. A Persuasão Política.

“Sendo a política um domínio de prática social em quese enfrentam relações de força simbólicas para a conquista e a gestão de um poder, ela só pode ser exercida na condição mínima de ser fundada sobre uma legitimidade adquirida e atribuída. Mas isso não é suficiente, pois o sujeito político deve também se mostrar crível e persuadir o maior número de indivíduos de que ele partilha certos valores. É o que coloca a instância política na perspectiva deter que articular opiniões a fim de estabelecer um consenso. Ela deve, portanto, fazer prova da persuasão para desempenhar esse duplo papel de representante e de fiador do bem-estar social. O político encontra-se em dupla posição, pois, por um lado, deve convencer todos da pertinência de seu projeto político e, por outro, deve fazer o maior número de cidadãos aderirem a esses valores. Ele deveinscrever seu projeto na “longevidade de uma ordem social”, que depende dos valores transcendentais fundados historicamente. Ao mesmo tempo, ele deve se inscrever na volátil regulação das relações entre o povo e seus representantes. O político deve, portanto, construir para si uma dupla identidade discursiva; uma que corresponda ao conceito político, enquanto lugar de constituição de um pensamentosobre a vida dos homens em sociedade; outra que corresponda à prática política, lugar das estratégias da gestão do poder: o primeiro constitui o que anteriormente chamamos de posicionamento ideológico do sujeito do discurso; a segunda constrói a posição do sujeito no processo comunicativo. Nessas condições, compreende-se que o que caracteriza essa identidade discursiva seja um Eu-nós, uma identidadedo singular-coletivo. O político, em sua singularidade, fala para todos como portador de valores transcendentais: ele é a voz de todos na sua voz, ao mesmo tempo em que se dirige a todos como se fosse apenas o porta-voz de um Terceiro, enunciador de um ideal social. Ele estabelece uma espécie de pacto de aliança entre estes três tipos de voz – a voz do Terceiro, a voz do Eu, a voz do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Retórica
  • O Que Retorica
  • retorica
  • Retórica
  • Retórica
  • o que é retórica
  • Retórica
  • o que retorica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!