Resumo

Páginas: 6 (1491 palavras) Publicado: 7 de setembro de 2014
Aluna: Danilla Espíndola Gomes – Direito 1 MA
A psicologia ou as psicologias

Todas as pessoas utilizam-se de certo conhecimento para os desafios diários, mas a psicologia usada no dia a dia está longe de ser a que é usada nos consultórios dos psicólogos.
A ciência é baseada na realidade, na vida cotidiana, pois é no cotidiano que as coisas acontecem, é onde está a realidade. Porém aciência afasta-se da realidade para ter uma visão mais ampla e dessa forma, estudá-la melhor.
O conhecimento que é acumulado durante a vida, ou seja, aquele passado de geração a geração, é chamado de senso comum e está disponível a todos desde o dia do nascimento. O senso comum acaba passando de hábito à tradição. É um facilitador diário, pois nos permite conhecer, mesmo que de forma genérica, asteorias usadas pelos cientistas. O senso comum mistura os saberes especializados e absorve uma parte dele. Ele se apropria da ciência.
Mesmo ajudando no dia a dia o senso comum não seria o suficiente para a evolução humana e existem outras formas de conhecimento e interpretação da realidade, para isso o homem também conta com a arte que é usada desde a Idade Média, a religião que é usada como um modelode conduta e a filosofia que eleva o pensamento em torno da origem e evolução humana.
O conhecimento científico é aquele que supera o conhecimento do senso comum e usa um objeto específico, linguagem rigorosa, métodos e técnicas específicas, acumula o conhecimento e é objetivo.
O objeto de estudo da psicologia é o homem, o que dificulta o seu estudo, pois o homem não pode se distanciar delemesmo e pode contaminar a sua pesquisa. E cada cientista tem uma visão diferente sobre o objeto de estudo da psicologia, variando de acordo com sua área de atuação. Então a melhor forma de definir a psicologia, segundo o autor do livro, seria a ciência que estuda os “diversos homens”. Define, então que não há como caracterizar a psicologia como ciência e que não existe uma psicologia, e sim ciênciapsicológicas que estão em desenvolvimento.
A subjetividade é o que constitui o modo de ser das pessoas e vai mudando conforme suas experiências o que faz o mundo objetivo ficar em movimento, uma vez que o modo de pensar e agir do homem podem ser mudados de acordo com o mundo que o influencia.
As práticas adivinhatórias e/ou misticismo não devem ser confundidos com a psicologia, pois não sãoconstruídos por métodos científicos e por defenderem a tese de que o homem tem um destino a seguir enquanto a psicologia defende o homem independente.
A ciência procura as respostas para as questões que o homem enfrenta em seu dia a dia.

Aluna: Danilla Espíndola Gomes – Direito 1 MA
A evolução da ciência psicológica

Para que possamos entender o passado e vislumbrar o futuro é necessário queconheçamos o passado. A história da psicologia está ligado as exigências de conhecimento da humanidade, aos desafios impostos pela realidade econômica e social e à necessidade do homem de compreender a si mesmo.
Depois de muitas conquistas em relação a territórios e crescimento os gregos necessitavam de soluções praticas para facilitar o dia a dia, o que fez com que as ciências como física,geometria e teoria política avançassem e esses avanços permitiram ao homem que se dedicassem a filosofia e a arte. E os filósofos gregos que iniciaram os estudos da psicologia (Psiché: Alma, logos: razão o que faz a psicologia: o estuda da alma)
Sócrates definiu a razão como a peculiaridade do homem, o que o diferenciava dos animais.
Platão dizia que a alma se encontrava na cabeça do homem e que amedula era a ligação do corpo com a alma, dessa forma quando alguém morria a alma poderia habitar outro corpo.
Para Aristóteles a psiché era o principio ativo da vida e que alma e corpo não se separavam, dizia que tudo o que cresce, se reproduz e se alimenta possui alma. As plantas possuiriam a alma vegetativa, pois se alimentam e se reproduzem, os animais possuiriam essa e mais a alma sensitiva,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo
  • Resumo
  • Resumo
  • Resumos
  • Resumo
  • Resumo
  • resumo
  • Resumos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!