Resumo psicopatologia

Páginas: 7 (1601 palavras) Publicado: 20 de maio de 2013
PSICOPATOLOGIA

Definição:
- Campo do saber que busca a compreensão da natureza da doença mental ( Campbell 1986)
- Discurso representativo a respeito do pathos psíquico; um estudo sobre o sofrimento psíquico; sobre o padecer psíquico.
- Psicopatologia pode ser definida como estudo descritivo dos fenômenos psíquicos de cunho anormal, exatamente como se apresentam à experiência imediata.
-Perceber, Reconhecer, Identificar e Compreender
Histórico:
Até então, a medicina não estava preparada para lidar com a loucura como uma doença da mente ou da pessoa. Na verdade o que se rejeitava era justamente o papel da experiência na produção da loucura. Visava-se então, uma medicina frenologica, que lidasse com verdadeiros fatos cerebrais e não com processos mentais, ou seja, lesões,formatos errados, tumores, etc. Esse objetivismo extremado começou a ser criticado, e logo, deu espaço para outras concepções sobre a natureza e a causa da loucura. Como efeito da difusão da fenomenologia de Husserl e da teoria psicanalítica, a filosofia e a psicopatologia começar a interessar-se sistematicamente pela subjetividade. A natureza humana passa a ser procurada à margem das categorias daciência, no homem concreto, do cotidiano, existencial.
A subjetividade, antes rejeitada, adquire, no século XX, importância decisiva tanto na filosofia como nas jovens "ciências humanas", notadamente na psicologia. O homem passa a ser visto como um "ser no mundo", sujeito ou agente de processos afetivos, e não como um locus em que ocorrem doenças, ou como mero portador de disturbios.
A partir daíquebrou-se aquela visão puramente somática e bioquímica de que os distúrbios mentais são resultantes do desequilíbrio químico do cérebro. E começasse a ocupar sobretudo como os “doentes” vivem, visa desvelar significações
Normal e Patológico:
Critérios para diferenciar normal ou patológico:
Subjetivo, estatístico e cultural - não totalmente satisfatório
Subjetivo: relacionado a uma vivência desofrimento
Estatistico: aquilo que é raro ou foge da média é patológico
Cultural: o que é visto como patológico em uma cultura é normal em outra (Landeira-fernandez 2010)
* Exige postura critica dos profissionais e há várias formas de entendimento
Critérios de Normalidade
Ausência de doença – Quando o individuo não é portador de um transtorno mental definido
Normalidade ideal – Tomadacom certa utopia – Estabelece-se uma norma ideal ( arbitrário) – Depende de critérios sócio culturais, ideológicos de determinada sociedade
Normalidade Estatistica – Norma passa a ser o que se observa com mais frequência
Normalidade como bem-estar – OMS – Bem estar fisico, Mental e social e não simplesmente ausência de doença
* Nenhum critério é por si só indicador de conduta anormal,
*Nenhum critério é por si só suficiente para definir uma conduta como anormal
* A anormalidade deve ser definida por vários critérios
* Um sintoma isolado não é patológico, pois pode ser encontrado em determinadas circunstâncias em pessoas normais
Normalidade/Patologia
* Toda patologia é anormalidade, mas nem toda anormalidade é patologia
* Nunca se pode reduzir inteiramente oser humano a conceitos psicopatológicos
* O conhecimento da psicopatologia de um doente não reduz ou não traduz inteiramente a vida e o significado da existência do ser humano
Panorama da Saúde Mental no Brasil hoje
A psiquiatria surge, com a chegada da Família Real ao Brasil, com o objetivo de colocar ordem na urbanização, disciplinando a sociedade e sendo, dessa forma, compatível aodesenvolvimento mercantil e as novas políticas do século XIX
É a partir do embasamento nos conceitos da psiquiatria européia, como degenerescência moral, organicidade e hereditariedade do fenômeno mental, que a psiquiatria brasileira intervém no comportamento considerado como desviante e inadequado às necessidades do acúmulo de capital, isolando-o e tratando-o no hospital psiquiátrico
*...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo de psicopatologias
  • Resumo Psicopatologia
  • Psicopatologia- resumo
  • Resumo psicopatologia
  • Resumos Psicopatologia
  • Psicopatologia resumo
  • Resumo Psicopatologia
  • Resumo Psicopatologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!