Resumo Pesquisa Etnografica

Páginas: 6 (1365 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
RESUMO:
O trabalho apresenta uma pesquisa etnográfica conduzida na cidade de Porto Alegre, onde se buscou entender os processos de socialização escolar a partir dos depoimentos de oito crianças. O artigo explora três temas, sendo o primeiro a transição de série que implica dificuldades, prazeres e medos. O segundo se refere à idéia de “ter futuro” como conseqüência das aprendizagens na escola,assim apresentada explicitamente pelas crianças mais pobres. Por último, o contexto do recreio é focalizado para mostrar a complexidade das relações de amizade entre pares.

Socialização:
Preocupado em reconstruir o conceito de socialização na perspectiva sociológica, Corsaro (1997) afirma que não se trata unicamente de um problema de adaptação e internalização, mas de um processo deapropriação e reinvenção. A partir de uma visão que considerou a importância do coletivo, de como as crianças negociam, compartilham e criam culturas com os adultos e com seus pares, o autor apresenta o conceito de reprodução interpretativa.
O conceito de “reprodução interpretativa”, logo, compreende que as crianças contribuem para a preservação, assim como para a transformação da sociedade.

Diferençasdos entrevistados:
Em relação as marcantes diferenças sociais entre as crianças participantes da pesquisa, cabe efetuar uma breve comparação entre os indicadores socioeconômicos dos bairros aos quais elas pertencem. A tabela abaixo mostra que enquanto a renda do responsável pelo domicílio no bairro Bom Jesus é de apenas 4 salários mínimos mensais, no bairro Moinhos de Vento esse valor alcançaquase 30 salários mínimos. Vale notar que a desigualdade é ainda maior, uma vez que os domicílios no bairro Bom Jesus são ocupados em média por 3,6 moradores contra 2,6 no Moinhos de Vento. Outro fator importante é a grande diferença entre os anos de escolaridade dos moradores do Bom Jesus e dos outros bairros, representando quase a metade se comparado com o Moinhos de Vento e o Bom Fim. Ainda, osbairros Moinhos de Vento e Bom Fim possuem uma baixa participação das crianças na população – apenas cerca de 10% –, enquanto no bairro Bom Jesus um terço da população tem menos de 14 anos de idade. As famílias aqui referidas são representativas das características dos bairros.

Transições na escola:
maior o tempo de permanência na escola, maior o saber sobre as regras de convívio.
Ascrianças mostram preocupações e experiências sobre eventuais mudanças de escola, que também consiste em um processo de transição.
Corsaro e Molinari (2005) percebem três ritos de passagem na transição das crianças de uma escola para a outra. O primeiro seria a separação, ou seja, a parte final do último ano na escola; o segundo, a incorporação da cultura da escola nova; e o terceiro seria um processo depassagem entre as duas primeiras.

O que se aprende na escola?
A organização sistemática de instituições, regras e instrumentos contribuiu para a institucionalização da infância e para a emergência do ofício de aluno exprimindo, assim, as expectativas dos adultos de que a criança se comporte conforme a norma.
Se, por um lado, professores, pais e sociedade percebem uma grande crise da escolaevidenciada pelo comportamento das crianças e dos adolescentes de desrespeito à autoridade dos adultos, falta de interesse, violência, por outro, ainda há uma expectativa de que a escola seja a responsável pela solução dos problemas sociais. A escola é entendida como uma possibilidade de mobilidade social para as crianças. Elas a assumem com a prevenção de uma futura condição de “burro”.
Ascrianças têm a oportunidade de aprender a se organizar na escola, através da delimitação do uso do tempo: a hora do descanso, a hora do lanche, a hora do estudo, o que se diferenciará para cada série.
Principalmente entre as famílias pobres, a escola é vista como a esperança
de um futuro melhor para o filho, diferente da situação atual dos pais.
A escola aparece relacionada ao futuro, como se o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Pesquisa etnográfica
  • Pesquisa Etnográfica
  • Pesquisa Etnografica
  • A pesquisa etnográfica
  • PESQUISA ETNOGRÁFICA
  • Pesquisa etnografica
  • Pesquisa etnográfica
  • Trabalho de pesquisa etnográfica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!