resumo filosofia da educação

Páginas: 10 (2371 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Fichamento Citação
ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Moderna, 1996. pp. 14-76.
Capítulo 1
Cultura e humanização
“[...] modo de pensar resulta da sociedade hierarquizada, que separa o trabalho humano em atividades intelectuais e manuais, valorizando as primeiras em detrimento das últimas... nas tribos não existe ainda a separação entre o pensar e o agir.Trata-se de outra cultura [...] O contato do homem com a natureza, com outros homens e consigo mesmo é intermediado pelos símbolos, isto é, signos – arbitrários e convencionais -, por meio dos quais o homem representa o mundo” (p.14).
“Nesse sentido pode-se dizer que a cultura é o conjunto de símbolos elaborados por um povo em determinado tempo e lugar. Dada a infinita possibilidade de simbolizar, asculturas são múltiplas e variadas. [...] A diferença do homem, o animal não domina o tempo, porque seu ato se esgota no momento em que o executa. [...] Totalmente diversa é a ação do homem sobre a natureza e sobre si mesmo. Ao reproduzir técnicas usadas por outros homens e inventar outras, novas, a ação humana se toma fonte de ideias e por isso uma experiência propriamente dita.” (p.15).
“Atransformação que o homem faz na natureza chama-se trabalho. O trabalho é a ação transformadora dirigida por finalidades conscientes. [...] O mundo cultural é, dessa forma, um sistema de significados já estabelecidos por outros, de modo que, ao nascer, a criança encontra um mundo de valores dados, onde ela se situa” (p.16).
“O autoproduzir-se humano se completa em dois movimentos contraditórios einseparáveis: por um lado, a sociedade exerce sobre o indivíduo um efeito plasmador, a partir do qual é construída uma determinada visão de mundo; por outro, cada um elabora e interpreta a herança recebida na sua perspectiva pessoal” (p.17).
Capítulo 2
As relações de trabalho
“Para designar a atividade própria do homem distinta da ação animal, costuma-se usar a palavra práxis, conceito que não seidentifica com a noção de prática propriamente dita, mas significa união dialética da teoria e da prática”. [...] “O trabalho é condição de liberdade desde que o trabalhador não esteja submetido a constrangimentos externos, tais como a exploração, situação em que deixa de buscar a satisfação das suas necessidades para realizar aquelas que lhe foram impostas por outros. Quando isso ocorre, o trabalhotorna-se inadequado à humanização: trata-se do trabalho alienado”. (p.22).
“Desde o início da civilização, no entanto, sempre que na sociedade são criadas relações hierárquicas, dá-se a separação entre trabalho intelectual e trabalho manual. Com isso, aqueles que se ocupam com o trabalho intelectual tendem a desprezar as atividades manuais, enquanto os trabalhadores braçais, ao assumir essa“inferioridade” imposta, deixam de ter clareza teórica suficiente a respeito de sua prática, mantendo-se presos a atividade tão intensa e tão divida que a reflexão se torna quase impossível”. [...] “Como o trabalhador não realiza ele mesmo uma reflexão sobre o seu fazer, acolhe sem críticas as formas de pensar vigentes na sociedade, elaboradas por sua vez pelos grupos que detêm o controle dasinstituições e cujas atividades são predominantemente diretivas.” (p.23).
“[...] O resultado, porém, é, muitas vezes a ilusão de conhecimento, a atenção flutuante, o conhecer por fragmentos, sem que haja um momento para a integração das partes e a reflexão sobre as informações recebidas. Trata-se, enfim, de um desafio para o professor, cujo trabalho teórico contraria o fluxo frenético e feito em partículasdo vídeo-clip...” (p.25).
Capítulo 3
As relações de poder
“Essa imagem da política é, no entanto, típica das sociedades autoritárias, em que as pessoas estão acostumadas a serem tuteladas e a não interferir de maneira eficaz nos rumos da coletividade. Tanto isso é verdade que muitos consideram que apenas certas pessoas estão investidas de poder”. [...] “é preciso partir da ideia de que a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo crítico filosofia da educação
  • Resumo A questão da Filosofia da Educação e a Filosofia da Educação “em questão”
  • Resumo filosofia da educação
  • Resumo de Texto Filosofia da Educação
  • Resumo em tópicos
  • Resumo dos capítulos filosofia da educação
  • Para que filosofia da educação? 11 teses (resumo)
  • Resumo do texto: Filosofia da Educação e Filosofia para Crianças

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!