Resumo engenharia de produção

Páginas: 12 (2893 palavras) Publicado: 5 de maio de 2014
1. Previsão de demanda

2. Planejamento Agregado de vendas e operações, MPS, MRP I e MRP II.
Planejamento e controle
Planejamento x Controle:
Plano: formalização do que se pretende que aconteça;
Controle: lidar com as variações, mais recorrente a curto prazo;
Incerteza do Suprimento e da Demanda:
Suprimento: ocasiona necessidade de maior controle a curto prazo.
Demanda: para algumas émaior a curto prazo do que a longo prazo e vice-versa.
Demanda dependente: relativamente previsível pela sua dependência à alguns fatores. MRP é uma abordagem para isso;
Demanda independente: não depende de nenhum fator, tomando decisões a partir de previsão da demanda, por exemplo;
Resposta a demanda:
Resource to order (P=D);
Make to order (P>>D);
Make for stock (P>>>>D).
Atividade deplanejamento e controle:
Carregamento (Finito e Infinito);
Sequenciamento (restrições físicas, LIFO, FIFO, data prometida...):
Regra de Jonhson;
Programação:
Frente: Alta utilização de pessoal, maior flexibilidade;
Trás: foco data prometida, menor risco por mudança, custo baixo com MP.
Gráfico de Gantt.
Monitoramento e controle:
Empurrado: atividades programadas por sistema central (Ex: MRP),Gera estoque, filas, tempo ocioso.
Puxado: consumidor é gatilho para produção, usado pelo JIT, menos propenso a criação de estoques e fila.
Planejamento e controle da Capacidade
Conceitos
Capacidade: nível máximo de valor adicionado em determinada período de tempo.
Restrições: também chamados de gargalos;
Capacidade de médio e curto prazo: definida para um período de 2 a 18 meses.
Demanda ecapacidade agregadas: não se preocupa com produtos individuais.
Medição da demanda e da capacidade:
Previsão da flutuação da demanda (ser expressa em termos úteis, ser exata, indicar a incerteza).
Sazonalidade da demanda e do suprimento (período em anos)
Flutuações semanais e diárias da demanda exige rápido reajuste.
Medir a capacidade: capacidade depende do mix de atividades.Capacidade efetiva = C. de projeto – perdas planejadas;
Capacidade real = C. efetiva – perdas não planejadas.
Políticas de capacidade:
Constante: não considera as flutuações.
Acompanha a demanda: (Hora extra, tempo ocioso, subcontratação).
Gerenciar a demanda: alterar demanda (variar preço) ou produtos alternativos.
Gestão do rendimento (para operações de Cap. Fixa).
Perspectiva
Planejamento econtrole da Cad. De Suprimentos
Gestão da ligação entre as empresas a montante e a jusante. Visa satisfazer o consumidor final e não apenas o imediato. Gestão da cadeia aumenta a eficiência.
Ativ. Componentes da gestão da cadeia de suprim.
Gest. de compras (fornecedor – operação);
Gest. da distrib. (operação – cons. Imediato);
Logística (operação – cliente final);
Gestão de materiais einformações (fornecedor 1ª – operação – consumidor 1ª).
Compras e desenvolvimento de fornecedores:
Setor de compras: ligação empresa – fornecedor.
Objetivos de compras;
Fonte única e múltipla;
Compra, internet e comércio eletrônico;
Redes Keiretsu: rede de fornecedores para um fabricante (incentivos à qualidade)
Fonte global.
Gestão da distribuição:
Sistema de estoque de múltiplos estágios(produto armazenado diversas vezes durante o processo vezes até chegar ao cliente) e;
Armazéns simplificam rotas e comunicação;
Gest. da dist. Física e internet: decisiva para início do B2C.
Tipos de relacionamento em cadeia de suprimentos
Relacionamento de negócio ou de consumidor:
B2B e B2C
C2B e C2C
Integração vertical: fazer ou comprar?
Operações virtuais: empresas da internet.Relacionamento de fornecimento em parceria: acordos cooperativos, duradouros. Fornecedor é parceiro júnior.
Suprimento enxuto: transcende a “parceria”. Parceiros iguais.
Comportamento da cadeia de suprimentos:
Mercados diferentes, políticas diferentes (responsiva x eficiente).
Dinâmica da cadeia de suprimento: devido à inexatidão e volatilidade quanto mais se passa para montante (efeito forrester)....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo sobre engenharia de produção
  • Resumo engenharia de producao
  • Resumo int. a engenharia de produçao
  • Resumo ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, UM CAMINHO DE SUCESSO
  • Resumo Materiais de Construção
  • Resumo livro introdução a engenharia de produção
  • resumo do capitul 4 do livro introducao a engenharia de producao
  • Resumo PPP Engenharia de Produção

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!