resumo dos problemas de sociologia de conhecimento de mannheim

Páginas: 27 (6614 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Introdução
Nascido em 1893, na Hungria, filho de mãe judia-alemã e pai judeu-húngaro, Karl Mannheim iniciou seus estudos de filosofia em Budapeste, participando na época do grupo de estudos coordenado por Georg Lúkacs, que, por sua vez, integrava o gabinete de governo dirigido pelo partido comunista. Embora Mannheim não estivesse filiado ao partido, foi obrigado a deixar o país após a queda doregime, indo inicialmente para Viena e Freiburg até chegar a Heidelberg, cidade em que viveu na década de vinte do século passado. Em 1930, Mannheim assume a cadeira de Sociologia na Universidade de Frankfurt, tendo Norbert Elias como seu assistente. Com a ascensão do regime nacional socialista e a introdução de leis que proibiam o exercício de cargos públicos por judeus, Mannheim é demitido daUniversidade de Frankfurt e vê-se novamente obrigado a emigrar.
De acordo com Bohnsack (1999a), os trabalhos do autor podem ser divididos em três fases, que não estão apenas relacionadas aos diferentes contextos geográficos ou países em que viveu, mas que apresentam produções diferentes. Na Hungria, Mannheim dedicou-se principalmente a temas literários e filosóficos. O período em que viveu naAlemanha corresponde à fase sociológico-filosófica, abrangendo trabalhos conhecidos, como O Problema das Gerações ou Ideologia e Utopia, assim como outros trabalhos que Mannheim nunca chegou a publicar e que só chegaram ao conhecimento do público na década de 1980 com a organização do livro Strukturen des Denkens (Estrutura do pensamento). Já na Grã-Bretanha, onde veio a falecer em 1947, Mannheim sededica a análises político-pedagógicas relativas a temas emergentes naquela época, o que não deixa de ser de certa forma fruto de seu trabalho na área de Educação na London School of Economics and Political Science.1
Entretanto o leitor deverá estar se perguntando sobre o objetivo deste artigo e retomada de um autor pertencente a corrente da "sociologia clássica" (cf. Foracchi, 1982). SegundoBohnsack (op. cit.), existem pelo menos três razões que justificam a necessidade de reconsiderar o pensamento de Mannheim no início deste século:
- a associação do conhecimento e do pensamento ao contexto local (Standortgebundenheit oder Verbundenheit des Wissens und Denkens), que o autor denomina como "conhecimento conjuntivo" (cf. Kettler et al. 1982);
- desenvolvimento de reflexõesmetodológicas e de um método de análise da ação e/ou das práticas cotidianas, que vai além da teoria do indivíduo sobre a sua ação e suas intenções. Nesses escritos o autor aponta os tipos de interpretação sociológica e apresenta o método documentário de interpretação como essencial para a transcendência da postura imanente para a postura sociogenética (cf. Mannheim, 1952 e 1982, p. 77-80 e 242-255);
- suacontribuição na definição de conceitos como geração,meio social (milieu), estilo e habitus (ibid. 1952 e 1982).
Garfinkel (1967) foi o primeiro autor a reconhecer a importância do artigo "Beiträge zur Theorie der Weltanschaungsinterpretation" (Contribuições para a teoria da interpretação das visões de mundo) para a sociologia interpretativa, trazendo o método documentário de interpretação deMannheim para a Etnometodologia e para a pesquisa social empírica (cf. Coulon, 1995, p. 55-69; Heritage, 1999, p. 338-345). Dessa forma o movimento etnometodológico resgatou um autor que, de certa forma, havia caído no esquecimento e instigou um novo olhar sobre os escritos de Mannheim da década de 1920. Na Alemanha, o sociólogo Ralf Bohnsack (1999b, 2001), retomou e atualizou o método documentáriode interpretação, tanto do ponto de vista do método como da metodologia, transformando-o num instrumento de análise para a pesquisa social empírica. Bohnsack coloca a reconstrução do sentido documentário no centro da análise empírica, o que significa que, ao invés da reconstrução do decurso de uma ação, passaremos a analisar e reconstruir o sentido dessa ação no contexto social em que ela está...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • qual o problema da sociologia do conhecimento
  • Resumo Sociologia Conhecimentos a weber
  • KARL MANNHEIM E RAYMOND WILLIAMS: DA SOCIOLOGIA DO CONHECIMENTO À SOCIOLOGIA DA CULTURA; DA SOCIOLOGIA DA CULTURA À...
  • O PROBLEMA DA VERDADE TEORIA DO CONHECIMENTO: (Resumo)
  • Abrams e Mannheim
  • O Problema do conhecimento
  • o problema do conhecimento
  • Problema do conhecimento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!