RESUMO DO TEXTO “A INDUSTRIALIZAÇÃO TARDIA” DE JOÃO MANUEL CARDOSO DE MELO

Páginas: 7 (1543 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
RESUMO DO TEXTO “A INDUSTRIALIZAÇÃO TARDIA” DE JOÃO MANUEL CARDOSO DE MELO
1. INTRODUÇÃO
Neste texto João Manuel Cardoso de Melo discorre sobre as características fundamentais do processo de industrialização na América Latina a partir do paradigma cepalino. Antes de apresentar a síntese do texto no próximo item deste trabalho faz- se necessário esclarecer que o termo cepalino refere-se a CEPALque é a sigla para Comissão Econômica para a América Latina, criada em 25 de fevereiro de 1948 para analisar a situação econômica e incentivar a cooperação econômica entre os países membros.
Com algumas adaptações, mas sempre fiel a toda as suas referências, a síntese deste trabalho foi feita a partir do texto do autor João Cardoso de Melo, que analisa parte do silêncio do paradigma cepalino:pensar a industrialização latino-americana como uma industrialização capitalista; mais ainda, como uma determinada industrialização capitalista: uma industrialização capitalista retardatária.

2. SINTESE
Como o nascimento das economias capitalistas exportadoras o modo de produção capitalista se torna dominante na América Latina. O fato decisivo não é que não se constituem simultaneamente forçasprodutivas capitalistas, o que somente foi possível porque a produção capitalista era exportada, de forma que a reprodução ampliada do capital não está assegurada endogenamente, isto é, de dentro das economias latino-americanas. Face à ausência das bases materiais de produção de bens de capital e outros meios de produção, abrindo-se um período de transição para o capitalismo.
A problemática datransição é a problemática da industrialização capitalista na América Latina proque a revolução das forças produtivas se dá sob a dominação capitalista.
O autor cita que o conceito de forças produtivas capitalistas prende-se a um tipo de desenvolvimento das forças produtivas cuja natureza e ritmo estão determinados por um certo processo de acumulação de capital e só encontra sua razão de ser namedida em que se defina a partir de uma dinâmica da acumulação especificamente capitalista que vai muito além do aumento do excedente por trabalhador derivado da introdução do progresso técnico.
A industrialização latino-americana é capitalista, mas também é específica, e que sua especificidade é determinada por seu ponto de partida, as economias exportadoras capitalistas nacionais e por seumomento, o momento em que o capitalismo monopolista se torna dominante em escala mundial, em que a economia mundial capitalista já está constituída. É a esta industrialização capitalista que chamamos retardatária.
O autor discorre sobe a economia cafeeira capitalista, que cria as condições básicas ao nascimento do capital industrial no Brasil e sua relação com o capital industrial, tanto no núcleoprodutivo do complexo exportador (produção e beneficiamento do café) quanto no urbano. O autor também apresenta o panorama da indústria de bens de consumo, caso da indústria têxtil. A articulação entre o capital cafeeiro e o capital industrial corresonde a um determinado padrão de acumulação que contem em si mesmo unidade e contradição.
A produção de café é simultaneamente demanda por terras, meiosde produção e força de trabalho, pelo lado da acumulação, e, pelo lado do gesto corrente, demanda por alimentos, bens de consumo assalariado e bens de consumo capitalista.
A acumulação de meios de produção e o consumo capitalista se financiam com a capacidade para importar gerada pelo próprio complexo exportador cafeeiro. Somente a demanda de alimentos e bens manufaturados de consumo assalariado,uma vez constituídos a agricultura mercantil de alimentos e o setor industrial, é atendida por produção interna, com o que se internaliza a reprodução da força de trabalho.
Estabelece-se uma mútua dependência entre o capital cafeeiro e o capital industrial, dentro de um padrão de acumulação que corresponde a uma dinâmica intersetorial, distinta, entretanto dos clássicos esquemas de reprodução...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Capitalismo Tardio João Manuel Cardoso
  • 30 anos de Economia- João Manuel Cardoso de Mello
  • Capitalismo Tardio
  • Resumo do texto de miriam limoeiro cardoso
  • Resumo texto melo. marcus andré
  • Industrialização tardia
  • industrialização tardia
  • A Industrialização Tardia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!