resumo do livro a essencia do cristianismo

Páginas: 18 (4435 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2013
Partes mais interessantes do livro:

”O amor é o terminus medius, o vinculo substancial, o principio de mediação entre o perfeito e o imperfeito, o ser pecador e o ser puro, o universal e o individual, a lei e o coração, o divino e o humano. O amor é o próprio deus e fora dele não há deus. O amor faz do homem deus e de deus homem. O amor fortalece o fraco e enfraquece o forte, inferioriza oelevado e eleva o inferior, idealiza a matéria e materializa o espírito. O amor é a verdadeira unidade de homem e deus, natureza e espírito. No amor, a vulgar natureza é espírito e o aristocrático espírito é matéria. Amar significa negar o espírito a partir do espírito, negar a matéria a partir da materia. Amor é materialismo. Amor imaterial é uma irrealidade. Mas ao mesmo tempo, o amor é oidealismo da natureza.* O amor é esprit. Só o amor faz do rouxinol um cantor, só o amor adorna os órgãos reprodutores das plantas com a corola perfumada. E que milagres não faz o amor, até na nossa vulgar vida civil! O que a fé, a confissão religiosa e a ilusão separam, liga-o o amor. Mesmo a nossa alta nobreza identifica, com bastante humor, o amor com a populaça burguesa. O que os antigos místicosdiziam de deus, que ele era o ser mais elevado e todavia o mais comum, aplica-se na verdade ao amor, e não a um amor sonhado, imaginário; não! Ao amor real, ao amor que tem carne e sangue, ao amor que faz estremecer todos os seres vivos como um poder universal.
* A diferença entre o idealismo – pelo menos o idealismo verdadeiro, fundado na natureza – e o materialismo é apenas esta: aquele é ummaterialismo com espírito e sensibilidade, mas este, o correntemente chamado materialismo, é um materialismo sem espírito.” (pag. 50)

“A negação de um deus pessoal é honestidade cientifica, e eu acrescento: será uma verdade cientifica se exprimirmos e demonstrarmos com palavras claras, indubitáveis o seguinte: em primeiro lugar, a priori, por razoes especulativas, que figura, espacialidade,carnalidade, sexualidade não contradizem o conceito da divindade; em segundo lugar, a posteriori – pois a realidade de um ser pessoal apóia-se apenas em fundamentos empíricos -, que figura deus tem, onde ele existe – por exemplo, no céu; e por fim, que sexo tem, se é masculino ou feminino ou mesmo um hermafrodita.” (pag. 108)

“Quando contemplava o grande abismo deste mundo, e ainda o sol e asestrelas, bem como as nuvens, e ainda a chuva e a neve, e observava no meu espírito toda a criação deste mundo, encontrava em todas as coisas mal e bem, amor e ódio, tanto nas criaturas irracionais, como a madeira, as pedras, a terra e elementos, como nos homens e animais. E porque achava que em todas as coisas havia mal e bem, tanto nos elementos como nas criaturas, e que no mundo as coisas corriamtão bem ao ateu como ao piedoso, e que também os povos bárbaros possuíam melhores terras e que a sorte os ajudava ainda melhor do que aos piedosos, fiquei por isso melancólico e extremamente desolado e ao havia escritura que me pudesse consolar, se bem que me fosse quase bem conhecida; o demônio não terá então deixado de festejar, ele que muitas vezes me inculcou pensamentos pagãos que eu querosilenciar aqui”. Mas por maior que fosse o terror com que o seu animo captava a essência tenebrosa da natureza, que não se conciliava com representações religiosas de um criador divino, tal era por outro lado o encanto com que o afetava o lado
resplandecente da natureza. J. Böhme tem o sentido da natureza.” (pag. 110)

“A natureza fascinou o animo religioso de Jakob – não foi em vão que recebeu asua luz mística do brilho de uma vasilha de estanho -, mas o animo religioso apenas se move em si mesmo, não tem a força nem a coragem de prosseguir ate a visão das coisas na sua realidade; vê tudo por intermédio da religião, vê tudo em deus, isto é, no brilho da imaginação que fascina o animo, vê tudo em imagem e como imagem. Mas a natureza afetava o seu animo de modo oposto, por isso tinha de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Essencia do cristianismo
  • Resumo Cap. 4 do livro "A Essência do Planejamento"
  • Resumo cap 4 do livro: a essência do planejamento de mídia
  • Essencia Do Cristianismo Aula03
  • Cristianismo (resumo)
  • Resumo do que foi o cristianismo
  • Resenha do livro a essência da contituição
  • Resenha do livro Psicologia e Cristianismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!