Resumo do livro Protoformas do Serviço Social.

Páginas: 9 (2048 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2014
Protoformas do Serviço Social.

Desde o período colonial, já existia no Brasil obras caridosas, feitas pela Igreja Católica ou mesmo pelos leigos, E também nesse período o Clero tentava controlar o operário. Imigrantes Italianos que substituíram a força de trabalho escrava.
Nas plantações e depois nas indústrias que irão surgir. Na Europa estava surgindo as primeiras escolas de serviçosocial, e no Brasil instituições de senhoras católica. A base para o surgimento do serviço social no Brasil se dá quando começa a ficar visível a expressão das questões sociais e também quando os operários se dão conta da exploração da mão de obra, começam a se organizar para a resistência e lutas.
Então o que a Igreja fazia eram obras sociais e caridade tradicional.
Em 1932 surge o C.E.A.S (Centro deEstudo e ação social de SP.), devido a necessidade que os setores de ação social e ação católica tinham de tornar mais efetivas as obras promovidas pelas Filantropias das classes dominantes paulistas sob o domínio da Igreja católica. O primeiro curso foi o de formação social para moças católicas, esses cursos eram voltados para a Doutrina da Igreja e foi ministrado por Mlle. Adéle Loneux. Devidoa todo o envolvimento da alta sociedade paulista feminina no “Cenário” podemos datar 1932 uma nova era na atividade social feminina. Em 1932 o CEAS fundou quatro centros operários, onde ministravam aula de tricô e trabalhos manuais e trabalhos sobre higiene.
O Estado (Governo de São Paulo) faz a regulamentação do mercado do trabalho, e da exploração da força de trabalho.
O CEAS é formado pordois grupos, Ação Católica e Ação Social, e em 1936 forma a primeira escola de serviço social.
Os profissionais com essa nova formação técnica vão fazer parte de instituições estatais, através de cargos de fiscais femininos no Departamento Estadual do Trabalho, em 1937 no Serviço de Proteção aos Migrantes; em 1939 no Departamento de Serviço Social do Estado (SP); em 1935 foi criado o Departamentode Assistência Social do Estado entre as diversas atribuições a principal refere-se à assistência ao menor – sua organização científica em relação aos aspectos social, médico e pedagógico - e à fiscalização das instituições públicas e particulares que a ela se dedicam; em 1938 surge o Departamento de Serviço Social, baseado no método “Caso Individual”.
A Escola de Serviço Social passa porrápidos processos de adequação para atender à demanda do Estado. É importante apontar que ocorre um processo de “mercantilização” dos portadores dessa formação técnica específica. Ou seja, os assistentes sociais começam a se constituir como uma força de trabalho que pode ser comprada. Progressivamente, o portador dessa qualificação se transforma num componente de Força de Trabalho, englobada na divisãosocial e técnica do trabalho.
Rio de Janeiro é a cidade que mais desenvolve a infraestrutura de serviços básicos, inclusive serviços assistenciais com forte participação do Estado e da Igreja Católica, tendo em vista ser a capital federal e a maior cidade do País, com um grande número de proletariado devido a seu conglomerado industrial, possuindo uma forte participação de instituições públicas(juizado de menores e personalidades de órgãos públicos) e do Movimento Católico Laico.
Em 1936 ocorre a 1ª Semana de Ação Social do Rio de Janeiro onde estiveram reunidos os setores mais ativos do Movimento Laico e a cúpula da igreja, foi patrocinada pela 1ª dama Sra. Darcy Vargas, contando também com a presença dos principais representantes dos poderes executivo, legislativo e judiciário e deSras. Da alta sociedade. Onde foram discutidas as expressões da "questão social" e dado os primeiros passos para criar escolas de formação de assistências para atendê-los nas diversas áreas, sob instruções da igreja e financiadas pelo Estado.
Surgem cronologicamente: 1937 - Instituto de Educação Familiar Social; 1938 - Escola Técnica do Serviço Social; 1940- Curso de Preparação em Trabalho Social...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo Protoformas do Serviço Social
  • Resumo do livro o que é serviço social
  • Resumo capitulo II
  • resumo do livro supervisao em serviço social
  • Resumo do livro o serviço social na conteporaniedade
  • Resumo do livro etica e serviço social
  • Protoformas do serviço social
  • Protoformas do serviço social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!