resumo do livro introdução a filosofia

Páginas: 17 (4013 palavras) Publicado: 28 de março de 2014
Preâmbulo
A filosofia não pode ser feita por ninguém alem de si mesmo, pois ela é uma dimensão constitutiva da existência humana. Pode-se racionar sem filosofar, mas não se pode pensar sem filosofar, já que pensar e viver do nosso modo é uma forma de filosofar, nossa própria filosofia. Por isso é necessário filosofar, já que assim refletimos o que sabemos o que vivemos e o que queremos, já quea sabedoria não se conquista sem refletir e pensar. A partir do momento que se questiona sobre algo, isto já é filosofar, em busca de uma verdade universal. Sendo assim não á como esclarecer exatamente o que é filosofia, já que cada um tem uma idéia sobre o assunto.
A moral
A moral não existe para punir, reprimir ou condenar, a moral é algo que vem de você, e a única resposta valida está em vocêmesmo. A moral vem da concepção do em e do mal, do dever e do proibido do admissível e do inadmissível, ou seja, vai de você julgar estes atos. Agir moralmente é levar em conta os interesses do outro, mas sem recompensa nem castigo e sem necessidade para tanto de nenhum outro olhar alem do seu mesmo.
O que é moral? É o conjunto do que um individuo impõem ou proíbe a si mesmo, não para aumentarsua felicidade ou bem-estar próprio, mas para levar em conta os interesses e os direitos do outro, para permanecer na idéia da humanidade e de si mesmo. A definição moral é diferente para cada ser humano, pois depende da educação recebida da sociedade e do meio em que vivem sendo assim, não existe uma moral absoluta e ninguém tem acesso a uma moral absoluta
A moral é necessária, é ela que premiteque você viva livremente com os outros, estarem em acordo consigo mesmo.
A política
O homem é um animal sociável: só pode viver e se desenvolver entre seus semelhantes.
O que é a política? É a gestão não guerreira dos conflitos, das alianças e de relações de força, não entre indivíduos apenas, mas na escala de toda uma sociedade. É a arte de viver junto, num mesmo Estado ou numa mesma cidade,com pessoas que não escolhemos pelas quais não temos nenhum sentimento particular e que são sob muitos aspectos, nossos rivais, tanto quanto ou mais até que aliadas. Trata-se de saber quem manda e quem obedece. A política supõe a discordância, o conflito a contradição, nos reunindo nos opondo. É o conflito e o domínio do estado e por seu controle, é a arte de tomar de conservar e de utilizar opoder, é também, a arte de compartilhá-lo.
Se a moral reinasse, não precisaríamos de política, de leis de tribunais, de forças armadas, ou seja, não precisaríamos da política. Mas a moral e a política se completam seus objetivos não se opõem, mas a moral e a política não podem ser confundidas; A moral é desinteressada, a política é. A moral é universal, a política é coletiva. A moral é solidaria, apolítica é coletiva. É por isso que a moral não poderia fazer às vezes de política, do mesmo modo que a política não poderia fazer às vezes de moral: precisamos das duas e da diferença entre as duas.
O mundo não para de mudar, uma sociedade que não mudasse estaria fadada a ruína. Portanto é preciso agir, lutar, resistir, inventar, salvaguardar transformar... É por isso que serve a política
Oamor
O amor é um tema muito interessante, pela felicidade que promete ou que parece prometer, ou pelo menos ameaça ou faz perder. O amor é múltiplo, evidentemente, do mesmo modo que são incontáveis seus objetos. Podemos amar o dinheiro ou o poder, os amigos, o homem ou a mulher por quem estamos apaixonados, os filhos, os pais ou qualquer um até aquele que está ali, simplesmente, que é o quechamamos de “o próximo”. E também é possível amar a Deus, para quem crê nele, e crê em si, para quem se ama.
A unicidade da palavra amor, para tantos amores diferentes, é fonte de confusão e até de ilusão. O amor á verdade deve acompanhar o amor ao amor, iluminá-lo, guiá-lo, mesmo que seja necessário moderar. Seriam necessárias palavras diferentes para amores diferentes. Palavras é que não faltam em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • filosofia resumo do livro introdução a filosofia
  • Resumo livro filosofando
  • Resumo Livro FILOSOFANDO: INTRODUÇÃO À FILOSOFIA
  • resumo do livro uma breve introdução a filosofia de thomas nagel
  • Resumo da Introdução do livro Convite a filosofia, Marilena Chaui
  • Resumo do capitulo 13 do livro "Filosofando introdução à filosofia
  • Resumo do livro convite à filosofia- introdução e cap 1
  • Resenha do livro: introdução à filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!