RESUMO DO CAPÍTULO VI: A ÉTICA E OS AVANÇOS TECNOCIENTÍFICOS: POR UM DIÁLOGO ALÉM DAS TRINCHEIRAS

Páginas: 7 (1683 palavras) Publicado: 7 de fevereiro de 2015
RESUMO DO CAPÍTULO VI: A ÉTICA E OS AVANÇOS TECNOCIENTÍFICOS: POR UM DIÁLOGO ALÉM DAS TRINCHEIRAS
Este resumo buscar ressaltar a discussão acerca da ética e os avanços tecnocientíficos abordada por Agostini (2010). Salientamos que esse resumo iniciará a discussão centrada no Capítulo VI, o qual é divido em três partes. Na primeiro parte intitulado “Despertar: olhando para a humanidade” o autor,abre sua discussão apontando que no pós-guerra a relação ética e tecnociências se expandiram devida a necessidade de regulação social, com finalidade de proteger o ser humano de ações eticamente reprovadas.
Para esta discussão o autor é subdividido essa parte em seis subitens. O primeiro item ressalta sobre o “Reverso e anverso da medalha: o olhar sobre a realidade”, na qual Agostini incialmenterealiza questionamentos sobre o direito a vida, bem como se um crime contra a humanidade é aceitável, pois aceitação do mesmo nega a existência do humano. Neste item salienta quantos avanços da genéticas, das ciências cognitivas, das físicas molecular, entre outros. Diante dessas discussões o autor percebe que homem torna-se perigoso para si mesmo, fato este, representado na segunda guerramundial. Nesta época o ser humano enfrenta grandes debates da genética, e esses debates estava ligado a três revoluções, tais como a revolução econômica, que pontua o acelerado rompimento de fronteiras no qual abriu varias linha de mercado internacional, sempre visando o lucro. Outra revolução é a informática, que promove imergir o conhecimento através da imediação virtual e a ultima evolução agenética, a qual obedece a logica das anteriores e só pode ser compreendida através das outras. Estas três revoluções se complementam não podendo ser consideradas separadamente, pois haveria uma interação desastrosa. Assim o sistema é complexo, percebemos uma contaminação na genética pela exacerbação do lucro, com isso desconstrói a essência e a organização da pesquisa cientifica, valendo apenas avalorização do capitalismo.
Outros subitens é intitulado “o ser humano e o animal: iguais ou distintos?”, a realidade urbana pode apresentar no cotidiano pode ser demostrada pela a proximidade do homem ao animal, pro meio de características como, fidelidade, afetuosidade e companheirismo. Outro ponto de destaque que Agostini salienta é a multiplicação de clinicas para animais bem como a expansão de salõesde beleza, ele destaca ainda o uso de animais para testes de medicamentos a ser utilizado pelo o homem. Diante destas discussões percebemos por diversas vezes que os animais se assemelha ao homem. Entretanto o que diferi é que a humanidade suje com um processo, uma criação sem cessar inacabada e sempre ameaçada.
No outro subitem “O ser humano e a maquina: onde esta a fronteira”, conformeAgostini o ser humano pode ser assemelhado a uma maquina, entretanto a vários questionamento se essa maquina terá o celebro semelhante ao do ser humano nesta perspectiva da máquina. Existem defensores da inteligência artificial, para eles não existe uma diferencia antológica entre os seres humanos ou os organismos vivos em geral e as maquinas. Outros críticos cognitivos, questionaram se os sentimentosdos seres humanos não se diferenciam como maquinas, pois para eles a emoção é um dos componentes da racionalidade humana. Por fim, ressaltamos que o ser humano é um ser que pensa, pois ele tem a capacidade de escolher, de decidir, de responsabilizar por suas decisões. Essa comparação do homem com a máquina Agostini apenas quis mensurar que o ser humano pode se reduzir em suas ações pode sersubstituído por maquinas.
Quanto o subitem “O ser humano reduzido à coisa”, sobre essa questão Agostini salientou principalmente a questão da comercialização de órgãos humanos, bem como uma gama de ações ligada a cirurgias ou biópsias que atingia o rentável mercado de órgãos que estimula a primeira revolução, a economia, o lucro. Sendo esses fatos, tornando o ser humano meros objetos do mercado.
O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo Capitulo VI
  • Resumo Dialogo entre a Ética e a Psicoterapia
  • Resumo Capitolo Por Capitulo O Que Etica
  • Constituição Federal Capitulo VI
  • Resumo do Livro VI de Ética a Nicomaco
  • RESUMO CAPITULO 6 ETICA E FILOSOFIA
  • RESUMO
  • resumo do 1º capitulo da etica de um jovem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!