Resumo da obra elementos de semiologia – barthes, roland: cap. i – pág. 17 – 26

Páginas: 2 (263 palavras) Publicado: 26 de abril de 2013
Resumo da Obra Elementos de Semiologia – BARTHES, Roland: Cap. I – pág. 17 – 26
O conceito de Língua e Fala é uma realidade inclassificável, não podeser definido facilmente, por ser um ato individual e ao mesmo tempo ser um ato coletivo, pois está presente em todos os aspectos da humanidade, tornandoindividual a cada individuo. A Língua então é como uma hierarquia, onde o individuo pessoalmente não pode modificá-la ou criá-la, pois possui um conjunto deregras que só é capas de manusear após um estudo e aprendizado, é contratual, pois é essencial na comunicação, como uma norma oculta a Língua é formadapor pequenos elementos onde cada um tem seu próprio valor.
A frente da Língua, a Fala é essencial para a comunicação, com atos de seleção e atualizaçãoonde são combinados os signos e a formação (ato de emitir sons inteligíveis) para a criação de um discurso.
A Língua e a Fala estão interligadas em todos osaspectos, onde a fala é um ato individual combinatório e não criativo, e a Língua é o produto instrumental da Fala, sendo assim, Língua e Fala ambas senecessitam.
Atribuindo termos mais formais, a Língua é uma essência, uma realização social usada a partir da prática individual, sendo diferente em cadasociedade.
Existem três problemas, e eles estão ligados ao afásico que não recebe a compreensão de uma mensagem de acordo com seus próprios modelosverbais, ao estilo de um escritor que está preso a tradição, e de um grupo minoritário que sempre tem a mesma compreensão em todos enunciados lingüísticos.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A câmara clara
  • Resenha da Obra Aula, de Roland Barthes (1977)
  • RESUMO Cap 26 A 30
  • Resumo cap 17 dalgalarrondo
  • Resumo do cap 17- Todorov
  • Roland barthes
  • Roland barthes
  • Roland Barthes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!