Resumo da nr 20

Páginas: 61 (15117 palavras) Publicado: 30 de outubro de 2011
IT – 02
TERMINOLOGIA DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

SUMÁRIO
1 – Objetivo 2 – Aplicação 3 – Referências normativas e bibliográficas 4 – Termos e Definições

INSTRUÇÃO TÉCNICA – 02

TERMINOLOGIA DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO
DIRETORIA DE ATIVIDADES TECNICAS Av. Augusto de Lima, 355 - Bairro Centro CEP 30.190-000 Site: www.bombeiros.mg.gov.br Email: dat3@cbmmg.mg.gov.br

1OBJETIVO Esta Instrução Técnica padroniza os termos e definições utilizados no CBMMG. 2 APLICAÇÃO Esta Instrução Técnica se aplica a todas as atividades de Segurança Contra Incêndio do CBMMG. 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS E BIBLIOGRÁFICAS Para compreensão desta Instrução Técnica é necessário consultar as seguintes normas, levando em consideração todas as suas atualizações e outras que vieremsubstituí-las: Lei nº 14.130, de 19 de dezembro de 2001 que dispõe sobre a prevenção contra incêndio e pânico no Estado de Minas Gerais. Decreto Estadual nº 44.270, de 01 de abril de 2006 – Regulamento de Segurança Contra Incêndio e Pânico nas edificações e áreas de risco no Estado de Minas Gerais. NBR 13860/97 Glossário de termos relacionados com a segurança contra incêndio; ISO 8421-1 - General Terms andphenomena of fire; ISO 8421-2 - Strutural fire protection; ISO 8421-3 - Fire detection and alarm; ISO 8421-4 - Fire extinction equipment; ISO 8421-5 - Smoke control; ISO 8421-6 - Evacuation and means of escape; ISO 8421-7 - Explosion detection and suppression means;

ISO 8421-8 - Terms specific to fire-fighting, rescul services and handling hazardous materials. ISO 8421-1 General Terms andphenomena of fire; 4 DEFINIÇÕES Para efeitos desta Instrução Técnica, aplicam-se os seguintes termos e definições. 4.1 Abandono de edificação: O mesmo que evacuação da edificação, é a retirada organizada e segura da população usuária de uma edificação conduzida à via pública ou espaço aberto exterior à edificação, ficando em local seguro. 4.2 Abertura desprotegida: Porta, janela ou qualquer outraabertura não dotada de vedação com o exigido índice de proteção ao fogo, ou qualquer parte da parede externa da edificação com índice de resistência ao fogo menor que o exigido para a face exposta da edificação. 4.3 Abrigo de mangueiras: Compartimento, embutido ou aparente, dotado de porta trinco e visor transparente, destinado a armazenar mangueiras, esguichos, carretéis e outros equipamentos decombate a incêndio, capaz de proteger contra intempéries e danos diversos. 4.4 Acesso: Caminho a ser percorrido pelos usuários do pavimento ou do setor, constituindo a rota de saída horizontal (rota de fuga), para alcançar a escada ou rampa, área de refúgio ou descarga para saída do recinto do evento. Os acessos podem ser constituídos por corredores, passagens, vestíbulos, balcões, varandas e terraços.4.5 Acompanhante: Pessoa com conhecimentos da operacionalidade dos sistemas e equipamentos de proteção contra incêndios instalados na edificação, que acompanha o vistoriador, executando os testes necessários na vistoria. 4.6 Adutora: Canalização, geralmente de grande diâmetro, que tem como finalidade conduzir a água da Estação de Tratamento de Águas (ETA), até as redes de distribuição.

4.7Afastamento horizontal entre aberturas: Distância mínima entre as aberturas nas fachadas (parede externa) dos setores compartimentados. 4.8 Agente extintor: Produto utilizado para extinguir o fogo. 4.9 Alambrado: Tela de arame ou outro material similar, com resistências mecânicas de 5000 N / m. 4.10 Alarme de incêndio: Dispositivo de acionamento automático ou manual e desligamento manual, destinado aalertar as pessoas sobre a existência de um incêndio no risco protegido. 4.11 Altura ascendente ou altura do subsolo da edificação: Medida em metros entre o ponto que caracteriza a saída ao nível de descarga, sob a projeção o paramento externo da parede da edificação, ao ponto mais baixo do nível do piso do pavimento mais baixo da edificação (subsolo). 4.12 Altura da edificação ou altura...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Nr 20 resumo
  • NR 20
  • Nr
  • NR 20
  • NR 20
  • Nr 20
  • NR 20
  • NR 20

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!