Resumo - CPC 18

Páginas: 7 (1537 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 18 (R2)

Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto
(Correlação com IAS 28)


- OBJETIVO

Deve ser aplicado na contabilização dos investimentos em coligadas e em controladas;
Contudo, ele não se aplica aos investimentos em coligadas e em controladas mantidos por:
- organizações decapital de risco;
- fundos mútuos, trustes, entidades fiduciárias e entidades similares, incluindo fundos de seguro vinculados a investimentos
Os quais, no reconhecimento inicial, tenham sido (i) classificados como mensurados ao valor justo por meio do resultado ou (ii) classificados como instrumentos financeiros mantidos para negociação de acordo com os requisitos do CPC 38;
Tais investimentosdevem ser mensurados ao valor justo de acordo com os requisitos do CPC 38, com as mudanças no valor justo sendo reconhecidas no resultado do período em que ocorrerem.

- DEFINIÇÕES

Coligada: é uma entidade, incluindo aquela não constituída sob a forma de sociedade tal como uma parceria, sobre a qual o investidor tem influência significativa e que não se configura como controlada ouparticipação em empreendimento sob controle conjunto (joint venture).
Controlada: é a entidade, incluindo aquela não constituída sob a forma de sociedade tal como uma parceria, na qual a controladora, diretamente ou por meio de outras controladas, é titular de direitos de sócio que lhe assegurem, de modo permanente, preponderância nas deliberações sociais e o poder de eleger a maioria dosadministradores.
Controle: é o poder de governar as políticas financeiras e operacionais da entidade de forma a obter benefícios de suas atividades
Método de equivalência patrimonial: é o método de contabilização por meio do qual o investimento é inicialmente reconhecido pelo custo e posteriormente ajustado pelo reconhecimento da participação atribuída ao investidor nas alterações dos ativos líquidos dainvestida. O resultado do período do investidor deve incluir a parte que lhe cabe nos resultados gerados pela investida.
Influência significativa: é o poder de participar nas decisões financeiras e operacionais da investida, sem controlar de forma individual ou conjunta essas políticas.

- INFLUÊNCIA SIGNIFICATIVA
Se o investidor mantém direta ou indiretamente, 20% ou mais do poder de voto dainvestida, presume-se que ele tenha influência significativa, a menos que possa ser claramente demonstrado o contrário.
Por outro lado, se o investidor detém, direta ou indiretamente, menos de 20% do poder de voto da investida, presume-se que ele não tenha influência significativa, a menos que essa influência possa ser claramente demonstrada.
A propriedade substancial ou majoritária dainvestida por outro investidor não necessariamente impede que o investidor minoritário tenha influência significativa.
A existência de influencia significativa por investidor geralmente é evidenciada por um ou mais das seguintes formas:
- representação no conselho de administração ou na diretoria da investida;
- participação nos processos de elaboração de políticas, inclusive em decisões sobredividendos e outras distribuições;
- operações materiais entre o investidor e a investida;
- intercambio de diretores e gerentes;
- fornecimento de informação técnica essencial.

- MÉTODO DE EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL
Pelo método de equivalência patrimonial, um investimento em coligada e em controlada (neste caso, no balanço individual) é inicialmente reconhecido pelo custo e o seu valor contábilserá aumentado ou diminuído pelo reconhecimento da participação do investidor nos lucros ou prejuízos do período, gerados pela investida após a aquisição.
A parte do investidor no lucro ou prejuízo do período da investida é reconhecida no lucro ou prejuízo do período do investidor.
As distribuições recebidas da investida reduzem o valor contábil do investimento.
Ajustes no valor contábil...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo cpc 18
  • Resumo cpc 18
  • Resumo CPC 18
  • CPC 16, CPC 17 CPC 18 CPC 19 CPC 20 CPC 21 CPC 22 CPC 23 RESUMO
  • Cpc 18
  • CPC 18
  • Cpc 18
  • Cpc 18

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!