Resumo Cicero

Páginas: 6 (1291 palavras) Publicado: 19 de outubro de 2014
"O Homem nasceu para a justiça, e a lei não se funda em opinião, mas sim na natureza humana." Cícero.

7 – CÍCERO: Estoicismo Romano e Lei Natural

Marcos Túlio Cícero (106-43 a.C.) foi um orador e político romano, o nome Cícero tem uma origem Pitoresca em latino Cícer significa a grão de bico, ervilhaca ou dente na ponta do nariz.
Trata-se de uma pessoa qualificada de vaidosa, irônica,ferina, mas de uma retidão de caráter exemplar, feroz defensor da REPÚBLICA e, talvez por isso, repleto de inimigos. Ocupou diversos cargos políticos, sempre de modo louvável, tratando o bem público com respeito e buscando concretizar seus ideais.
Cícero foi um dos mais importantes pilares do pensamento romano de sua época, Cícero nasceu em 106 a.C. em Arpino, mesmo sendo um grande mestre deretórica e composição Latina, Cícero não era Romano no sentindo tradicional, e sempre se sentiu envergonhado disto durante toda a sua vida.
Nessa época para ser considerada uma pessoa com cultura, era necessário falar Grego e Latim. Cícero usou o seu conhecimento da língua Grega para traduzir muitos dos conceitos teóricos da filosofia grega em Latim, foi precisamente a sua educação que o ligou à eliteRomana tradicional.
No fim dos anos 90 e inícios dos 80 a.C., Cícero apaixonou-se pela filosofia, o que iria ter grande importância na sua vida. Eventualmente, ele iria introduzir a FILOSOFIA GREGA AO ROMANOS e criaria um VOCABULÁRIO FILOSÓFICO LATINO.
7.1 Pensamento ciceroniano
Cícero foi declarado um pagão justo pela Igreja católica, e por essa razão muitos dos seus trabalhos forampreservados. Santo Agostinho e outros citavam os seus trabalhos "De re publica" (Da República) e "De Legibus" (Das Leis).
Em “Da República” defende, como sistema político ideal, um modelo misto de aristocracia e de governo popular. Fundamentando suas idéias, analisa e discute, sob a forma de diálogo, as características do verdadeiro homem público, igualdade de direitos, injustiça, tirania, o culto dafamília e do lar doméstico, a dissolução dos costumes gregos e romanos.
O estoicismo é uma escola de filosofia helenística fundada em Atenas por Zenão de Cítio no início do século III a.C. Os estoicos ensinavam que as emoções destrutivas resultam de erros de julgamento, e que um sábio, ou pessoa com "perfeição moral e intelectual", não sofreria dessas emoções. O estoicismo afirma que todo o universo écorpóreo e governado por um Logos divino. Este logos (ou razão universal) ordena todas as coisas: tudo surge a partir dele e de acordo com ele, graças a ele o mundo é um kosmos (termo grego que significa "harmonia").
Cícero pode ser visto como eclético, pois concilia tendências e ideias diversas em seus pensamentos. Suas obras filosóficas adotam a forma platônica dos diálogos e seus pensamentospolíticos congregam influências múltiplas.
“… o que é moral não pode estar vinculado a nenhum outro atrelamento senão à própria realização moral.”
“A ética estóica caminha no sentido de postular a independência do homem com relação a tudo o que o cerca e seu atrelamento com causas e regularidades universais. A preocupação com o conceito de dever (kathékon) irrompe com uma série de conseqüênciashistórico-filosóficas que haviam de marcar nuanças anteriores inexistentes. Razão, dever, felicidade, sabedoria e autonomia, relacionam-se com proximidade inusitada dentro da tradição romana”
7.2 Ética estoica
O estoicismo propõe se viver de acordo com a lei racional da natureza e aconselha a indiferença (apathea) em relação a tudo que é externo ao ser. O homem sábio obedece à lei natural,reconhecendo-se como uma peça na grande ordem e propósito do universo, devendo, assim, manter a serenidade perante tanto as tragédias quanto as coisas boas. A partir disso, surgem duas consequências éticas: deve-se "viver conforme a natureza": sendo a natureza essencialmente o logos, essa máxima é prescrição para se viver de acordo com a razão. Sendo a razão aquilo por meio do que o homem torna-se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • cicero
  • CICERO
  • Cícero
  • cicero
  • Cicero
  • Cícero
  • Cícero
  • Padre cicero

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!