Resumo Cap. 7-11 Psicologia Sócio histórica

Páginas: 6 (1297 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2014
Vygotsky traz o conceito de homem como um ser único, singular e histórico permeado pelas relações de inclusão e exclusão dentro da realidade social a qual está inserido, porém nunca mesclando, pois apesar de estarem em constante relação dialética, são distintos. O autor afirma que não existe método alheio a uma concepção de realidade, mas que a psicologia positivista não tratava da análise dagênese do processo e dos seus determinantes, ela não preocupava-se com a apreensão dos fatores históricos que geram os fenômenos, pois buscava sempre o que era observável e o que podia ser medido. Entender o processo é ver além do que era apresentado ao pesquisador, é exteriorizar o que é interno e abstrair o significado e o sentido por trás dos discursos. O objetivo deveria ser a busca dasubjetividade que é singular e constituída por signos, que segundo Vygotsky são palavras com significado. O pesquisador deve buscar o significado da fala, que está sempre integrado à palavra, e esse é tanto unidade do pensamento quanto da linguagem.
A subjetividade é composta por aspectos volitivos, afetivos e cognitivos. Apreender a subjetividade é capturar esses aspectos em sua gênese dentro do processo,ou seja, as determinações que são sempre históricas, como: as necessidades, motivações e interesses; para ao fim entender o sentido que um sujeito atribui a, ou é constituído por, algo. O sentido é a articulação de todos os eventos psicológicos que a palavra desperta na consciência, enquanto que o significado é apenas uma das zonas do sentido, segundo Vygotsky. Bock cita Vygotsky( 2013, p. 131)que ressalta que, “por trás de cada pensamento há uma tendência afetivo/volitiva que traz sem si a resposta ao último porquê de nossa análise do pensamento”. E essas tendências são constituídas a partir da realidade social. Entende-se para o papel do pesquisador, descrever não é a única proposta, mas também explicar o processo que é construtivo e interpretativo. Parte-se das falas/expressões dosujeito para a construção do conhecimento e desvelamento da realidade do sujeito.
Não se deve entender a teoria como um manual rígido, composto de passo-a-passos para a compreensão da realidade. No materialismo histórico dialético, a teoria é apenas um referencial teórico mediado pelo pesquisador para conhecer a realidade histórica e determinada pelas relações sociais. Em uma pesquisasócio-histórica, o pesquisador/profissional deve refletir se o serviço prestado à sociedade é relevante, se os dados avaliados podem ser considerados categorias no estudo, mas no fim entender que a pesquisa nesta teoria alia tanto a produção de um novo conhecimento quanto à prestação de um serviço.
Quanto ao objeto dá pesquisa, o materialismo histórico e dialético apreende o processo em seu movimento, em suadinâmica, analisando o momento histórico em que se constituiu, mas nunca isolando-o de outros fatores determinantes. A pureza dos objetos isolados criados pelo verificacionismo não compreende que as falas dos indivíduos são construções, ou seja, há um sentido por trás da palavra construído socio-historicamente.
Quanto à metodologia, entende-se que numa pesquisa qualitativa o instrumento de coleta éo meio de comunicação utilizado para induzir a construção do sujeito durante a intervenção. Ele permite a exteriorização dos núcleos de significação do sujeito, que são as questões centrais dentro do discurso de um sujeito, apreendidas não pela frequência que são apresentados, mas por serem os fatores que motivam, geram emoções e envolvimento.
As pesquisas recentes nessa metodologia social trazemnovas perspectivas para trabalhar a orientação sexual dos adolescentes. Antigamente, a adolescência era considerada como um evento natural e universal em todas as sociedades, teoria reforçada por Erikson, Aberastury e Knobel. Erikson desenvolveu fases características pelas quais o indivíduo deveria ser bem sucedido para que pudesse se desenvolver e Aberastury e Knobel introduzem uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo do Cap 7 Psicologia
  • Resumo da introdução do livro Psicologia Sócio Historica
  • Psicologia Socio Historica
  • Psicologia sócio histórica
  • Psicologia sócio-histórica
  • Psicologia Socio Historica
  • Psicologia sócio-historica
  • psicologia socio-histórica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!