Ressenha livro "O Principe"

Páginas: 11 (2534 palavras) Publicado: 12 de julho de 2014
Resenha sobre o livro “O Príncipe” de Maquiavel

No livro O Príncipe de Maquiavel é muito claro que a politica e a reflexão que sobre ela se faz constituem aspectos indissociáveis. Através dos séculos foi tido como um “manual” para um governante se tornar um príncipe virtuoso em qualquer tempo ou lugar. O livro tem um sentido prático e imediato, evidentemente declarado no último capítulo.Nele lê-se um estimulo em favor da “unificação da Itália” e da expulsão do estrangeiros. É essa mensagem final, portanto, que deve incentivar a ação e permanecer gravada nelli italici cor e, de maneira muito especial, no coração de um príncipe disposto a redimir a Itália “espoliada, lacerada, invadida” das “crueldades e insolências bárbaras”. Essa mensagem, ponto final do livro, é também ponto departida. Pois não constitui o marco inicial do discurso mas sim do trabalho de Maquiavel.
A missão prática não só motiva Maquiavel como ilumina todo o livro. É a partir dela que se põem as questões técnicas e teóricas enfrentadas no texto: as formas de acesso ao poder, os meios de ação e sua hierarquia, as qualidades necessarias ao governante, as exigências próprias da ação politica, asconsiderações sobre a natureza humana e as possibilidades da ação, delimitadas pelo contraste da virtù e da Fortuna. Lido a partir da exortação final, todo o texto se encadeia de modo lógico e mais fluente.
Além de ter uma finalidade prática, O Príncipe, também pretende ser um pequeno tratado sore as condições de aquisição e manutenção do poder num principado. Pode-se dizer que é um texto de naturezateórica, pois ao fala das ações dos príncipes Maquiavel trabalha com uma tipologia de governantes, que de alguma forma está acoplada a uma tipologia de Estados. Embora estas lições estejam particularmente voltadas para os casos dos principados, elas podem ser estendidas para outras formas de governo e de Estados.
Maquiavel inicia a discussão dizendo que todas as formações políticas podem ser serdivididas em duas categorias: repúblicas e principados. Afirma que deixará de lado as repúblicas, pois já haviam sido tratadas longamente em outra ocasião. Ele quer discutir a possibilidade de redenção da Itália, tarefa que dependerá da ação de um príncipe.
Divide inicialmente os principados em dois grupos, de acordo com a forma de acesso ao poder: hereditários e novos. Os principados novos – temapredominante de sua investigação – podem ser adquiridos, segundo Maquiavel, de quatro formas: pela virtù, pela Fortuna, pela violência celerada e/ou com o consentimento dos cidadãos.
Esta classificação segundo a forma de conquista corresponde também a uma classificação das condições de estabilidade. Os principados totalmente novos adquiridos com armas e virtudes próprias são difíceis de conquistare, no entanto, mais fáceis de manter como descreve Maquiavel no capitulo VI. Já os menos estáveis são aqueles conquistados com armas e Fortuna dos outros e os que são fruto da violência extrema. No caso da conquista pela Fortuna a manutenção do poder pouco depende das qualidades do príncipe e, por isso, é instável (cap. 7); no caso da violência celerada o risco de rebelião é permanente, a menosque o tirano saiba usar bem a crueldade, aplicando-a com rapidez, e deixando-a extinguir-se com o tempo (cap. 8).
Os principados também podem ser classificados de acordo com a forma de governo. Alguns são governados por um príncipe ajudado por seus ministros, “servos” que participam da administração “por graça e concessão do senhor”. Em outros, o príncipe divide a autoridade com os barões, quepossuem “domínios e súditos próprios”. O grande tema dessa primeira parte é a implantação do poder a partir da conquista e sua manutenção, que se dá pela eliminação dos focos de resistência e pela sujeição dos aliados, sempre perigosos quando conservam alguma parcela de força.
O segundo passo dessa discussão dos meios materiais de ação do príncipe, assunto que se estende dos capítulos 12 a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Livro O príncipe
  • Livro O Princípe
  • Livro o princípe
  • Livro o principe
  • Resenha livro o pequeno príncipe
  • Resenha do livro o príncipe e o mendigo
  • Aspectos do livro O Príncipe de maquiavel
  • Resumo do livro o principe.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!