Resistência dos materias

Páginas: 24 (5947 palavras) Publicado: 25 de setembro de 2011
Universidade Federal de Sergipe
Centro de Ciências Exatas e Tecnologia – CCET
Departamento de Engenharia Civil – DEC
Erika Dorathy Avelino Santos

Resistência dos Materiais

São Cristóvão
30/07/2010
Universidade Federal de Sergipe
Centro de Ciências Exatas e Tecnologia – CCET
Departamento de Engenharia Civil – DEC
Erika Dorathy Avelino Santos

Resistência dos Materiais

Relatórioapresentado à disciplina Resistência dos Materiais – 101201 na turma B0, para a obtenção da 2ª nota, orientado pelo professor Josafá de Oliveira Filho.

São Cristóvão
30/07/2010
1. Treliças

2.1. Introdução

A treliça é uma solução estrutural simples. Na teoria de projeto, os membros individuais de uma treliça simples são sujeitos somente a forças de tração e compressão e não aforças de flexão, Portanto, na maioria das vezes, as vigas de uma ponte treliçada são delgadas. As treliças são compostas de várias pequenas vigas que juntas podem suportar uma grande quantidade de peso e vencer grandes distâncias. Na maioria dos casos, o projeto, construção e erguimento de uma ponte treliçada é relativamente simples. Contudo, uma vez instaladas, as treliças ocupam uma grandequantidade de espaço em relação às pontes de vigas, e em alguns casos podem servir de distração para os motoristas.
             Como as pontes de viga, há as treliças que são simples e contínuas. O pequeno tamanho dos elementos individuais da treliça a tornam uma ponte ideal para lugares onde grandes partes e secções não podem ser transportadas nem erguidas e onde grandes guindastes e equipamentospesados não podem ser usados. Visto que a treliça é inteiramente um esqueleto estrutural, a estrada pode passar tanto por cima como por dentro da treliça permitindo um espaço livre embaixo da ponte, algo que não seria possível em outros tipos de pontes, como mostra a figura 1.

Figura 1

2.2. Definição

Sistemas Triangulados ou Treliças são sistemas constituídos por elementosindeformáveis, unidos entre si por articulações, consideradas perfeitas, e sujeitos apenas a cargas aplicadas nas articulações (nós). Assim os elementos (barras) ficam exclusivamente sujeitos a esforços normais, de tração ou compressão. Quando os elementos da estrutura estão essencialmente num único plano a treliça é designada plana.
A figura 2 mostra os componentes utilizados na construção de uma coberturacom treliças.

Cordão Inferior → conjunto de elementos que forma a parte inferior;
Cordão Superior → conjunto de elementos que forma a parte superior;
Montantes → barras verticais;
Diagonais → barras inclinadas.

A definição apóia-se em simplificações, barras rígidas, nós serem rótulas e ausência de ações ao longo das barras, que conduzem a uma teoria aproximada no estudo destessistemas, desde que a estrutura esteja bem concebida, isto é, as barras sejam concorrentes num único ponto de cada nó.

2.3. Treliça Plana

Podemos facilmente demonstrar que as barras de uma treliça por terem suas extremidades rotuladas (rótulas não absorvem momento), desenvolvem apenas esforços normais constantes ao longo de suas barras. Isto pode ser visualizado isolando-se uma barra de umatreliça.
Sabe-se que uma rótula não transmite momento, apenas esforços na direção do eixo e perpendiculares a ele. Por outro lado, as cargas externas só estão aplicadas nos nós.
A análise do equilíbrio nos mostra que nas extremidades das barras de uma treliça só existem esforços na direção do eixo longitudinal da mesma e que são de mesmo módulo, porém sentidos contrários. A existência deesforços perpendiculares ao eixo da barra (esforço cortante) é descartada, pois as barras não são carregadas ao longo de seu eixo, e tem nas suas extremidades momentos nulos.
Logo a única solicitação interna desenvolvida é um Esforço Normal constante ao longo da mesma. Como o esforço normal é constante ao longo da barra podemos calcular o seu valor em uma seção qualquer, da barra que se deseja....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resistência dos materias
  • Resistencia do materias
  • resistencia de Materias
  • Resistencia dos materias
  • resistencia dos materias
  • Resistencia dos materias
  • resistencia dos materias
  • Resistencia dos materias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!