Resinas poliméricas contendo grupos ditiocarbamato para complexação de zinco e cádmio

Páginas: 5 (1227 palavras) Publicado: 1 de agosto de 2012
[pic] |XI ENCONTRO DA SBQ-RIO |P | |

RESINAS POLIMÉRICAS CONTENDO GRUPOS DITIOCARBAMATO PARA COMPLEXAÇÃO DE ZINCO E CÁDMIO

Priscila Albuquerque da Costa (IC)1, Viviane Gomes Teixeira (PQ)2
1 - Instituto de Tecnologia, Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, CEP 23.890-000, Seropédica, RJ; 2 - Instituto de Ciências Exatas, Departamento deQuímica, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, CEP 23.890-000, Seropédica, RJ;
prisctur@yahoo.com.br, vgomes@ufrrj.br


|Introdução e objetivos |

A contaminação por metais pesados é um dos principais problemas ambientais da região fluminense denominada Costa Verde. Dentre os principais metais poluentes estão zinco e cádmio, oriundos do passivoambi-ental gerado por uma empresa mineradora que ali operava. Ações que visem a reme-diação desta forma de contaminação são primordiais para a manutenção das ativida-des pesqueira e turística, principais fontes de renda daquela região[i].
A separação de metais pesados presen-tes em resíduos pode ser conseguida por várias formas diferentes. O uso de resinas poliméricas se destaca por associar em umúnico processo fatores importantes como seletividade e eficiência de separação. As características desse tipo de resina e suas aplicações são determinadas pelo tipo de grupo imobilizado e pelas propriedades do suporte polimérico[ii]. O uso de grupos comple-xantes vem sendo preferido em detrimento de grupos trocadores iônicos, devido à maior seletividade das reações de complexação[iii]. Entre osgrupos complexantes, os mais usados para a separação de zinco e cádmio são os que contêm enxofre na estrutura, uma vez que se comportam como bases moles[iv] . Dentre esses, destaca-se o grupo ditiocarba-mato por não reagir com cátions de metais alcalinos e alcalino-terrosos, não sofrendo, portanto, interferência dessas espécies4.
Quanto ao suporte polimérico, os copolí-meros de estireno edivinilbenzeno são os mais utilizados. Estes podem apresentar estruturas porosas que variam de gel a macroporosa e que definem o desempenho do material final. O aumento do tamanho dos poros desses suportes permite uma melhor difusão da solução iônica, facilitando a reação de complexação pelos grupos imobi-lizados. Além disso, controlam a difusão da solução reagente, responsável pela modifi-cação químicado polímero, durante as rea-ções de imobilização do grupo complexante[v].
O objetivo deste trabalho foi estabelecer a metodologia de imobilização de grupos ditiocarbamato em resinas de poli(estireno-co-divinilbenzeno) e aplicá-la em resinas com diferentes características porosas, além de avaliar as propriedades de complexação destas resinas em relação aos íons zinco e cádmio.



|Resultadose Discussão |

Foram selecionados cinco copolímeros de estireno e divinilbenzeno com características porosas diferentes para a realização deste estudo (Tabela 1). Estas resinas foram obtidas anteriormente variando-se duas condições importantes de suas sínteses: a diluição dos monômeros com n-heptano e a razão entre estireno (S) e divinilbenzeno (DVB). Oaumento do grau de diluição (GD) e o aumento do teor de DVB são fatores que aumentam a porosidade do material obtido. Os copolímeros VT-08, VT-11 e VT-16 apresentam o mesmo teor de DVB, porém foram sintetizados com graus de diluição diferentes. Já os copolímeros VT-15, VT-16 e VT-18 foram sintetizados com o mesmo grau de diluição, mas com quantidades crescentes de DVB. Na Tabela 1, pode-se observaro aumento da porosidade desses copolímeros por meio dos parâmetros que quantificam esta característica.
Para a imobilização dos grupos ditiocar-bamato nas resinas foram realizadas três etapas de síntese4. A primeira etapa realizada foi a reação de nitração do copolí-mero usando-se mistura HNO3/H2SO4 segui-da pela redução do grupo nitro a grupo amino com SnCl2. A última etapa constitui-se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Grupo Do Zinco
  • Prática 5
  • Adsorção de cádmio e zinco em dois solos de ambientes tropicais
  • Cadmio
  • Cádmio
  • Cádmio
  • Cadmio
  • Cadmio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!