Resenhas Dos Filosofos Pensadores Da Psicologia

Páginas: 6 (1463 palavras) Publicado: 3 de junho de 2015



UNIVERSIDADE NILTON LINS

CURSO DE PSICOLOGIA




RESENHA: OS GRANDES PENSADORES DA PSICOLOGIA- PRINCIPAIS FILÓSOFOS












Manaus – AM
2014

CURSO DE PSICOLOGIA

MARILZA LOPES CAMPELO



RESENHA: OS GRANDES PENSADORES DA PSICOLOGIA- PRINCIPAIS FILÓSOFOS






Resenha submetida pela professora Maria Maia da Universidade Nilton Lins como parte dos pré-requisitos necessários à obtenção denota para o primeiro período de psicologia.






Manaus – AM
2014
FREIRE, Izabel Ribeiro. Raízes da Psicologia. 1. Cap. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1997.
Ao iniciarmos uma rica discursão sobre os grandes pensadores da Psicologia, nos vem à mente diversos filósofos que se destacaram com suas técnicas fabulosas, que veio à grande escala para contribuir no desenvolvimento e compreensão dapsicologia.
Ao falarmos de filosofia, logo que nos vem à mente, é o “famoso” Sócrates (436-336 a. C.) que foi um dos mais conhecidos filósofos gregos, pois dedicava-se à educação e a juventude. Foi a partir dos caminhos trilhados por Sócrates, no entanto, que a psicologia ganhou mais consistência. A principal preocupação desse filósofo era identificar o que separava o homem dos animais. Suaresposta foi encontrada no que para ele, era a principal características humana – a razão. Sócrates considerava o instinto como a base da irracionalidade. O homem sobrepunha-se a esses instintos graças à razão. “Ao definir a razão como peculiaridade do homem ou como essência humana, Sócrates abre um caminho que seria muito explorado pela psicologia. As teorias da consciência são, de certa forma, frutosdessa primeira sistematização na filosofia”. (Psicologias – Uma introdução ao estudo da Psicologia).
“Sócrates foi um crítico das tradições, dos usos e costumes da época, do próprio regime democrático, da religião, da antiga ciência física, provocando uma verdadeira revolução, que não só influenciou a filosofia grega como todo o pensamento filosófico ocidental e que também, lhe custou a vida.”.(p.17).
Em seguida, não podemos deixar de destacar Platão (427-347 a. C.) de Atenas, Grécia, foi o mais ilustre aluno de Sócrates e também seu intérprete. Pois escolhe a cabeça como lugar no qual estão inseridas a razão da alma humana. A medula seria então o elemento de ligação entre a alma e o rosto do corpo humano. Para este filósofo, com a morte a matéria desapareceria e a alma ficaria livrepara ocupar outros corpos, definindo, portanto, alma e corpo como elementos distintos.
Entretanto, só o mundo das idéias é perfeito, imutável e eterno. “Essa seria a teoria da reminiscência. O homem seria um dualista composto de mente x corpo. Essa visão é considerada a raiz mestra da história da psicologia, pois será retomada em todo o percurso da história e dela sugiram muitas outras pequenasraízes ou questões. Depois de estabelecer a distinção entre mente e matéria, Platão associou a esses dois termos um conjunto de valores opostos. À mente foi identificada como o belo e o bem, enquanto a matéria representava a parte inferior do homem e do universo. A alma seria imortal, mas, unida ao corpo, teria três partes: uma sensual, ligada as necessidades corpóreas; outra ligada aos afetos,impulsos e emoções, e a terceira, a racional, que inclui a inteligência e a vontade livre. Essa divisão seria o que mais tarde foi chamada de faculdades da alma”. (p. 19).
Agora vamos falar de Aristóteles (384-322 a. C.) de Estagira, Macedônia, ele era o discípulo de Platão é seu opositor, pois não acreditava na existência de ideias inatas e nem no mundo das idéias. Acredita que a criança, “ao nascer,não traz nenhuma bagagem de conhecimento. Vem como um papel em branco – onde nada foi escrito: ‘tabula rasa’. É através de experiência que irá adquirir conhecimento, pois, no seu entender, não há na inteligência que não tenha passado pelos sentidos.” (p.19).
Através desta forma de pensar, Aristóteles identifica os primeiros degraus na escala da aquisição do conhecimento, são eles: “os órgãos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PENSADORES DA PSICOLOGIA
  • Análise o pensador o filósofo meditando
  • Quadro Síntese filósofos e pensadores
  • Linha do tempo
  • Trabalho os Pensadores da Psicologia da Educação
  • Os pensadores da psicologia da Educação
  • Psicologia da educação e os pensadores
  • psicologia principais pensadores

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!