Resenha: o que é o território

Páginas: 8 (1876 palavras) Publicado: 30 de setembro de 2012
Universidade Federal do Amapá
Curso Licenciatura e Bacharelado em Geografia
Disciplina: Geografia Política
Professor: Jonas Pastana
Acadêmica: Dalidey Pontes Figueiredo

RAFFESTIN,Claude. Por uma geografia do poder. 1. Ed. São Paulo: Editora Ática, 1993.


Em apresentação do livro Por uma geografia do poder, o autor Claude Raffestin aborta uma reelaboração conceptiva acerca da temáticaenvolvendo as formas de poder exercido e presente nos mais diversos processos sociais constituídos no espaço. Opõem-se a correntes ideológicas tradicionais da Geografia Política Clássica defendida, por exemplo, por Ratzel e Lefebvre.
O autor destaca-se por conceber uma nova visão holística sobre o desenvolvimento de representações dos modelos de produção e organização das sociedades de acordo com suasintenções e/ou necessidades, no qual não precisa estar necessariamente estruturado nas bases de um Estado. Logo, o poder manifesta-se em um conjunto de relações e comportamentos que estruturam os “territórios” nos mais diferentes níveis de ação do homem sobre o espaço.

I-O QUE É O TERRITÓRIO

Na introdução do livro o autor define “território” como a apropriação do espaço pelo homem que produz sobreele controles físicos e abstratos manifestados em forma de redes, circuitos, fluxos e demais mecanismos que possam exercer posse, benefício, produto, agregação de valor, representação de trabalho, comunicação, prestação de bens e serviços etc., estabelecendo relações de domínios afins e concorrentes em um espaço geográfico. Quanto ao espaço, define-o como uma espécie de matéria-prima que nos foiconcebido, doado e por isso é pré-existente a qualquer forma de intervenção antrópica, e somente quando se projeta no espaço relações dinâmicas e permanentes co-existindo um modelo de produção vigente subsidiando o controle social é que ocorre a “territorialização”. Logo, para Raffestin espaço e território não são equivalentes.
No território que é o espaço produzido, impetram-se as representações,imagens ou cenários construídos pelo que Raffestin chama de ator sintagmático, ou seja, quem promove uma ação planejada e programada à um determinado objetivo. Essas representações são elaboradas por três elementos fundamentais: a superfície ou plano, a linha ou a reta e o ponto. São analisadas para compreender a noção de poder e domínio que os atores possuem sobre o uso correspondido do espaço, eisso pode ocorrer em qualquer nível, seja econômico, político, social ou cultural.
As representações, também chamadas de imagens, constituir-se-ão pela acumulação de informação, energia, códigos e axiomas que ao todo compõem um sistema sêmico complexo, porém, capaz perfeitamente de revelar, em tese, as dimensões de poder estabelecidas por um ou mais atores inseridos no espaço. As imagens poderãoser tantas quantas as intenções e ações do ator referenciadas nas informações obtidas, além de assumirem propósitos congruentes ou não.
Raffestin chama a atenção para a obtenção das informações necessárias à construção dessas imagens. Revela que ao campo desse estudo sobre relação de poder, o conhecimento é apoiado em axiomas, ou seja, em “verdades” que não estão auto-evidentes, mas que é possívelinferir ou deduzir, a partir dos fatos, evidências e informações, uma compreensão lógica da conjuntura que forma o território, visto que todo axioma é sustentado por uma psicossociologia e uma ideologia pautada em referências históricas. É simples entendermos o uso de axiomas como método de análise porque constatamos que a estrutura social de poder interatuante é composta também de sistemasnão-lineares.

II- SISTEMA TERRITORIAL

Neste capítulo, raffestin elabora conceitos funcionais universais para uma estrutura que abranja qualquer forma constituída de sociedade, sendo hierárquica ou não, organizada, privada ou coletiva. Justifica dizendo que por mais elementar ou primitiva que seja uma sociedade, necessita se organizar – seja em modelos aleatórios, regulares ou concentrados - a fim...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A questão do território no brasil resenha
  • Resenha crítica do filme “território restrito”
  • resenha critica do filme Território Restrito
  • Resenha do livro território e historia no brasil
  • Resenha do Capítulo IV
  • : RESENHA CRÍTICA, DO LIVRO A QUATÃO DO TERRITÓRIO NO BRASIL
  • O legado da modernização conservadora e a reestruturação do território
  • territorio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!