Resenha o príncipe e o mendigo

873 palavras 4 páginas
Livro: O Príncipe e o mendigo (Mark Twain)
“O príncipe e o Mendigo” de Mark Twain traz historia de dois meninos, que coincidentemente nasceram na mesma data e muitos parecidos fisicamente era Tom Canty e Eduardo Tudor.
Tom Canty era um mendigo que morava com o pai e a avó muitos malvados e com sua mãe e irmãs Nan e Bethy boas e carinhosas em uma situação muito precária, sua realidade era pedir esmolas, presenciar roubos, mas mesmo com o pai e a avó como péssimo exemplo não aprendeu estas lições e sim aprendeu algumas lições ensinadas por um padre, aprendeu um pouco de latim, e a gostar de historias de príncipes e princesas e com isso sua imaginação se soltou sonhando como se fosse realmente um príncipe.
Eduardo Tudor era um príncipe que desde seu nascimento tinha tudo e mais um pouco, nada fazia nem mesmo se vestir, os criados atentos ficam postos para qualquer ação do pequeno Eduardo, futuro rei, conforme os costumes, os cargos eram muito bem definidos, os camareiros, os roupeiros e outros mais sabiam exatamente qual era sua função, se tornando uma cerimônia cada ato que o príncipe decidia fazer.
Sabendo das leis severas, onde não havia distribuição de renda justa, os pobres eram muito pobres, chegando a ser miseráveis, na época o rei não tinha nenhuma responsabilidade social com seus súditos, tornando-se impossível um encontro de um príncipe e um mendigo.
Sabendo quanto Tom sonhava um dia saiu de casa e acabou no portão do palácio, logicamente foi maltratado pelo guarda, porém na ocasião o príncipe Eduardo viu tal tratamento, e imediatamente interferiu pedindo para o guarda abrisse os portões, pediu para servir algo para comer, enquanto o mendigo fazia sua refeição, falava sobre sua pobre vida.
O príncipe escutou sua historia que Tom contava e decidiram trocar as roupas, assim fizeram, notando a grande semelhança, o príncipe viu que o guarda havia machucado a mão do mendigo e saiu para castigar o guarda, porem devido as roupas de mendigo que vestia não

Relacionados

  • Resenha do livro o príncipe e o mendigo
    758 palavras | 4 páginas
  • 1234
    626 palavras | 3 páginas
  • tudo
    315 palavras | 2 páginas
  • Resenha O Principe E O Mendingo 2 Sem
    965 palavras | 4 páginas
  • O Pr Ncipe E O Mendigo
    1848 palavras | 8 páginas
  • Principe e medingo resenha
    1074 palavras | 5 páginas
  • o principe e o mendigo
    3133 palavras | 13 páginas
  • Revivendo os contos de fadas
    2857 palavras | 12 páginas
  • Resumo de utopia
    2799 palavras | 12 páginas
  • Resenha do livro Cidadania no Brasil
    1605 palavras | 7 páginas