Resenha o príncipe maquiavel

Páginas: 16 (3999 palavras) Publicado: 18 de maio de 2012
Machiavelli, Nicolò, 1949-1527. O Príncipe / Maquiavel; tradução de Roberto Grassi. -5º edição – Rio de Janeiro; DIFEL, 2009. 208p. (Tradução de Il Príncipe).
O livro consiste em um manual prático para o bom governante, inicia-se com a classificação dos Estados, como conquista-los e a melhor maneira de manter-se no poder. O autor apresenta seus argumentos, e para fortalecê-los, apresenta tambémuma grande mostra de exemplos, citando vários impérios, desde os romanos, até os gregos e os próprios italianos. O autor analisa a sociedade de maneira fria e calculista. E assim descobriremos uma das singularidades de Maquiavel: a empiria dos conselhos ao governar pela intimidação e astúcia. Esta característica pode-se intitular como a Ciência Política de Maquiavel. A presente obra, foi escritaoriginalmente em 1505 e publicada em 1515 e desdobra-se em 26 (vinte e seis) capítulos, contendo 208 páginas.
Quando Maquiavel foi presentear Il Príncipe a Lorenzo De Medice (Lorenzo II), neto de Lorenzo o Magnífico, este o acolheu com frieza. Diz na dedicatória: “... E se bem julgue esta obra indigna da presença da Vossa Senhoria, ainda assim confio que, por vossa humanidade, possa ser aceito,considerando que eu não poderia fazer melhor presente que vos dar a faculdade de entender em muito pouco tempo o que aprendi e compreendi em muitos anos, com tantas provocações e perigos para mim mesmo.” O real motivo que levou Maquiavel a dedicar o livro a Lorenzo, é mostrado no último capítulo da obra.
Maquiavel inicia seu livro falando sobre os tipos de Estado, que segundo ele são repúblicas ouprincipados. Vale ressaltar a sua definição de Estado: “... todos os governos, que tiveram e têm autoridade sobre os homens foram e são ou repúblicas ou principados”(cap. I). Quanto aos principados hereditários, são mais fáceis de manter-se no poder, pois o povo estava acostumado com os antepassados, e se o príncipe mantiver os costumes antigos, coordenando junto com os problemas atuais, tendo eletato, mesmo que roubem seu principado ainda há chances de reconquistá-lo. Maquiavel ainda fala que na medida em que o soberano não ofende seus súditos e não mostra motivo para o povo odiá-lo estes os quererão bem. Quando o povo vive do seu modo, com seus costumes, este se acomoda de tal forma que as lembranças, os desejos de mudança vão sendo postos em esquecimento (cap. II). Nos principadosnovos existem mais dificuldades, pois depois de se desarmarem pela esperança de melhora os homens descobrem que na maioria das vezes a situação piorou. Sempre há os descontentes pela ocupação, e sempre haverá a necessidade de impor ordem, neste contexto, todo aquele que se rebelar contra a dominação torna-se inimigo do príncipe, existindo neste ponto uma dificuldade de castigo, pois o príncipe precisado apoio do povo. Quando se reconquista alguma região rebelada o príncipe fica mais cauteloso na punição aos desleais. Depois de conquistar um território de mesma região e idioma, Maquiavel aconselha extinguir os que antes ali governavam, por prudência não alterar seus costumes, mantendo as tradições, pois assim os súditos vivem mais tranquilos. Mas quando o idioma e as tradições são diferentes,segundo Maquiavel, um dos meios mais seguros é que o monarca vá pessoalmente habitá-lo. Estando o soberano presente, poderá resolver os distúrbios no início, ao contrário se habitasse longe dali. Outro método seria a criação de colônias em um ou dois lugares estratégicos na província. Para a criação das colônias não haveria grande custos, sendo que os únicos prejudicados seriam os que perderiamterra e casas para dar lugar a colônia, e como eram pobres nada poderiam fazer contra o príncipe, e a grande maioria da população também não fara mal ao príncipe, ao contrário, se sentirá grata pelo fato de o monarca os deixar em paz e não quererão ofender o soberano. Disse Maquiavel: “ Pelo que depreende que os homens devem ser acarinhados ou eliminados, pois, se vingam das pequenas ofensas, das...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha
  • O príncipe Maquiavel
  • RESENHA DE O PRÍNCIPE (MAQUIAVEL)
  • Resenha de o principe (maquiavel)
  • Incompreendido
  • O príncipe, maquiavel
  • Resenha do livro O príncipe Maquiavel
  • Resenha, o príncipe de maquiavel.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!