Resenha o movimento operário na primeira república.

Páginas: 5 (1091 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
BATALHA, Cláudio Henrique de Moraes. O movimento operário na Primeira República. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2000.

O autor é licenciado em História pela Universidade Federal Fluminense desde 1980, bacharel em História pela Universidade Federal Fluminense (1981) e doutor em História pela Universidade de Paris I desde 1986. Atualmente é pesquisador no CECULT - Centro de Pesquisa em HistóriaSocial da Cultura – UNICAMP. Atua na linha de pesquisa de Cultura de classe: trabalhadores urbanos. É professor doutor da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Republica e História Moderna e Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: movimento operário, Brasil, classe operária, primeira república, socialismo eFrança.
No texto alvo desta resenha o autor busca ressaltar a multiplicidade das experiências e a pluralidade de expressões. Para isso ele investiga as distinções dos diferentes setores de produção, a diversidade na origem dos trabalhadores, especificidade das dinâmicas regionais, variadas formas de organização e constelação de diferentes correntes ideológicas.
Em um primeiro momento o autor faz umapanhado geral sobre a condição do operariado diferenciando-os entre os mais ou menos qualificados. Analisa ainda quanto a sua origem étnica enfatizando como isso foi muitas vezes motivo de tensão entre os trabalhadores brasileiros e estrangeiros na década de 1920 (a exemplo do percentual de 51% que eles representavam na indústria de São Paulo e os 35% no Rio de Janeiro). Enfatiza o papel da mulherque é mais expressivo na indústria têxtil. E com tudo isso ele sustenta que as condições de vida e de trabalho do operário influenciavam diretamente as diferenças entre as regiões do país. Uma vez que a "questão social" não era assegurada pelo Estado às associações coletivas de assistência emergiam como arranjos locais e regionais de organizações operárias.
Batalha afirma que a organização emsociedades de socorros mútuos é existente desde a segunda metade do século XIX. Foram os maiores exemplo de organização de trabalhadores daquele momento que, apesar das limitações, se mostram eficientes no suprimento de necessidades da classe operária durante o século XIX. Muito embora a maioria esmagadora de trabalhadores não possuísse nenhum vínculo com qualquer instrumento de defesa ouorganização de classe.
Quando começa a se intensificar o surgimento de sindicatos objetivando a "ação econômica" como jornada de trabalho e formas e pagamento, surgem denominações mais diversas fazendo com que esse movimento tenha uma aproximação com a qualificação "de resistência" enquanto que era conferido o caráter "beneficente" às sociedades mutualistas. Ainda que na prática ambas se assemelhassemquanto à assistência aos operários. Vale ressaltar a afirmação do autor de que seja incorporando operários de diferentes ofícios e ramos ou de determinados ramos na indústria ou de empresas existia uma gama variada de organização dos trabalhadores, como cooperativas de produção e de consumo, por exemplo. O que enfatiza a diversidade do período.
O autor também faz um relato sobre as diversasconcepções ideológicas presentes no movimento operário a época, tais como o cristianismo, stalinistas a partir de 1922, os anarquistas em suas diferentes concepções de lutas e estratégias para o movimento operário, positivistas, Socialistas, etc. Estas proliferaram, a partir de São Paulo em 1889 até 1930, numa onda de partidos socialistas de duração efêmera com atuação restritamente local. Reivindicavam namaioria dos casos pelo voto secreto e mais abrangente, jornadas mais reduzidas de trabalho, entre outros. Porém, a grande quantidade de estrangeiros não-naturalizados e sem o direito de votar impediu a eleição dos candidatos reformadores.
O anarquismo no Brasil, que conseguiu reunir grupos brasileiros, espanhóis e portugueses, apresentou uma propaganda informal, com interesses na educação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O movimento operário na primeira república
  • O movimento operário na primeira republica
  • CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA E O MOVIMENTO OPERÁRIO NA PRIMEIRA REPUBLICA
  • Movimentos sociais na Primeira República
  • República Velha
  • Movimentos sociais na primeira republica brasileira
  • O Movimento Anarquista no Brasil durante a Primeira República
  • Movimento operario

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!