Resenha a Criança e seu Mundo

Páginas: 18 (4333 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
FACULDADE PITÁGORAS DE TEIXEIRA DE FREITAS – BAHIA
CURSO DE PSICOLOGIA


CARLA CRISTIANE ELOI
LISLÂNDIA ALCEU DE JESUS
LORENA BONFIM LIMA
PATRICK DA SILVA TEIXEIRA



RESENHA
A CRIANÇA E SEU MUNDO - WINNICOTT, D. W.








TEIXEIRA DE FREITAS
JUNHO 2013
CARLA CRISTIANE ELOI
LISLÂNDIA ALCEU DE JESUS
LORENA BONFIM LIMA
PATRICK DA SILVA TEIXEIRA




O PSICÓLOGO E AÉTICA PROFISSIONAL
SETE RESENHAS CRÍTICAS


Resenha do Livro A Criança e Seu Mundo de Winnicott, D. W. para o curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras de Teixeira de Freitas, Turma I, realizado em grupo e destinado à disciplina Desenvolvimento Humano para Avaliação Parcial da Unidade II.
Orientador: Eurípedes Castellar




TEIXEIRA DE FREITAS
JUNHO 2013
WINNIC OTT, D.W. A criança eseu mundo. 6 ed. Rio de Janeiro: LTC , 1982. 270p.

Resenha
O livro trata de mães e bebês, de pais e de filhos, e, mais para o final de crianças na escola e no mundo mais vasto que as cerca. Ainda conta com análises sobre a transformação da criança, desde a intimidade dos cuidados com o bebê até às mais desenvolvidas e apropriadas relações com a criança.
Nos primeiros capítulos encontraremos umamaior dedicação à mãe, sendo ela necessitada de proteção e esclarecimentos, precisando mais do que a ciência médica pode oferecer no tocante aos cuidados físicos, precisa de uma equipe, médico e enfermeira, em que possa confiar. Esta mãe precisa da dedicação do marido e experiências sexuais que a satisfaçam. Entretanto não precisa que lhe expliquem antecipadamente o que se sente ao ser mãe.
Osmelhores instintos maternos nascem de uma confiança natural. Há uma imensa contribuição prestada no início, ao indivíduo e à sociedade, pela boa mãe comum, com o apoio do marido, uma contribuição que ela dá, simplesmente, graças à dedicação pelo seu bebê. Neste conceito, o autor justifica que se tal contribuição for reconhecida e aceita, todo indivíduo mentalmente são, todo que aquele que se sentecomo pessoa neste mundo e para quem o mundo significa alguma coisa, toda pessoa feliz, esta em infinito débito com uma mulher, a mãe. Esta relação com a mãe trará um abrandamento do medo. Veja que quando não bem resolvido esta relação materna, o resultado será um vago medo de dependência. Podendo este tornar-se um medo à mulher ou o medo de ser dominado.
Ainda é necessário aprendermos sobre osprimeiros tempos de uma criança e talvez só as mães possam dizer o que é necessário fazer. De fato percebe-se que tudo se resume a boa dedicação da mãe ao seu bebê. Vale ressaltar que o pai também participa nestes conceitos, uma vez que sofre tanto quanto a mãe as dúvidas sobre ser ou não capaz de criar uma criança normal e saudável. Tudo isso significa que a assistência a um recém-nascido é umatarefa absorvente e contínua.
Se aceitarmos a idéia de um bebê como uma organização em marcha, estamos livres para observamos o que acontece no desenvolvimento de um bebê, enquanto desfruta o prazer de reagir às suas necessidades.
A única base autenticada para as relações de uma criança com a mãe e o pai, com as outras crianças e, finalmente, com a sociedade consiste na primeira relação bemsucedida entre a mãe e o bebê, entre duas pessoas, sem que mesmo uma regra de alimentação regular se interponha entre elas, nem mesmo uma sentença que dite que um bebê deve ser amamentado ao peito materno. Nos assuntos humanos, os mais complexos só podem evoluir a partir dos mais simples.
Somente a mãe sente que vale a pena acompanhar as necessidades do bebê minuciosamente, assim habilitando aexperiência excitante do corpo a integrar-se numa relação de amor entre duas pessoas, o bebê e a mãe. Até as mães tem de aprender a serem maternais, através de experiências. Pela experiência elas evoluem. Ao longo prazo o que precisamos é de mães – e de pais – que tenham descoberto como acreditarem em si próprios. Essas mães e seus maridos edificam os melhores lares onde os bebês podem crescer e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • a crianca em seu mundo
  • O eu da criança resenha
  • Criança no mundo contemporâneo
  • Livro A Criança e o seu Mundo W
  • A entrada da criança no mundo da escrita
  • A entrada da criança no mundo da escrita
  • Relação da Criança com o corpo e mundo
  • Um mundo de ilusões-mídias e crianças

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!