Resenha - Um toque dos Clássicos Karl Marx, Durkheim e Weber

Páginas: 7 (1536 palavras) Publicado: 18 de dezembro de 2013
O texto "Um Toque de Clássicos", trata das mudanças decorrentes da industrialização, bem como dos antecedentes intelectuais da sociologia, apresentam ao leitor os movimentos políticos, sociais, econômicos e culturais que antecederam a produção bibliográfica dos três clássicos.
QUINTANEIRO, Tânia; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia de. Um Toque de Clássicos: Marx,Durkheim e Weber. 2. ed., rev. e ampl. Belo Horizonte, MG: Ed. UFMG, 2002. 168 p. ; 23 cm ISBN 8570413173.
Foi com Karl Marx, Émile Durkheim, e Max Weber que a sociologia e seus fundamentos como ciência foram institucionalizados, se consolidando como disciplina acadêmica e ciência. Surgiu para compreender as novas formas de sociedade, suas organizações e estruturas.
Com a revoluçãoindustrial, se consolidou o modelo capitalista e a modernização da agricultura, surgindo assim, o protelariado, que fez que o
emigração de famílias aumentasse cada vez mais, já que eles buscavam melhores condições de vida e trabalho. Com o crescimento acelerado das cidades surgiram os problemas urbanos, como a fome, a falta de saneamento, doenças, esses problemas afetavam especialmente os mais pobres,as péssimas condições de trabalho, cargas horárias absurdas, entre outros fatores foram responsáveis pela baixa expectativa de vida dos trabalhadores.
Por volta do século XVIII, esta situação foi amenizada com a chegada das revoluções industrial e agrícola ocorridas na Inglaterra.
Na instituição familiar, também ocorreram mudanças significativas relacionadas ao controle daspropriedades por partes das mulheres, autonomia dos filhos e com a chegada da modernidade, passou a surgir o casamento por uma escolha mútua, o reconhecimento da infância e da adolescência.
A reforma protestante foi um momento de suma importância ao contestar a autoridade e a intolerância da Igreja, a crença na razão, ou seja, acreditar no poder da razão, e na forma do pensar, trouxe a emancipação doindivíduo quanto à autoridade social e da igreja, trazendo a ele uma conquista de direitos e autonomia. Estão relacionadas á essas mudanças, o surgimento da sociologia,visto as constantes transformações sociais que vinham acontecendo e que trouxeram crises e desordens na organização da sociedade, o que levou alguns filósofos a refletir sobre as suas consequências, como o positivista Saint Simon,que concluiu que os fenômenos sociais estavam sujeitos às leis, como Comte, a desordem não podia mais andar ao lado da sociedade industrial em expansão, necessitando superar o estado das coisas, baseado na razão.
São discutidas as principais influências de Karl Marx e parcerias, como Hegel e Engels, indispensáveis à evolução do pensamento marxiano até o materialismo dialético e a luta declasses, abordardando os temas e ideias centrais da obra, começando por uma análise do primeiro grande clássico da Sociologia, Karl Marx:
“O trabalhador é tanto mais pobre quanto mais riqueza produz, quanto mais cresce sua produção em potência e em volume. O trabalhador converte-se numa mercadoria tanto mais barata quanto mais mercadorias produz. A desvalorização do mundo humano cresce na razãodireta da valorização do mundo das coisas. O trabalho não apenas produz mercadorias, produz também a si mesmo e ao operário como mercadoria, e justamente na proporção em que produz mercadorias em geral.”
A crítica feita pelo marxismo à propriedade privada dos meios de produção da vida humana dirige-se, antes de tudo, às suas consequências: aexploração da classe de produtores não-possuidores por parte de uma classe de proprietários, a limitação à liberdade e às potencialidades dos primeiros e a desumanização de que ambos são vítimas. Mas o domínio dos possuidores dos meios de produção não se restringe à esfera produtiva: a classe que detém o poder material numa dada sociedade é também a potência política e espiritual dominante. Para o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • UM TOQUE DE CLÁSSICOS: DURKHEIM, MARX E WEBER
  • Um Toque de Clássicos: MARX, DURKHEIM, WEBER,
  • Resumo
  • Quintaneiro, tânia
  • Resumo indicativo de “Um Toque de Clássicos: Marx, Durkheim e Weber”
  • Karl Marx
  • Resenha do Livro "Um Toque de Clássicos" Karl Marx
  • Resenha sobre comte, karl marx, durkheim e weber

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!