Resenha turismo cultural e patrimônio: a memória pantaneira no curso do rio paraguai

Páginas: 5 (1112 palavras) Publicado: 9 de novembro de 2012
TURISMO CULTURAL E PATRIMÔNIO:
A MEMÓRIA PANTANEIRA NO CURSO DO RIO PARAGUAI


Álvaro Banducci Jr.
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Brasil







RESENHA




Por: REGINA CELI LOPES LOURENÇO

Aluna: CEDERJ

Curso: TECNÓLOGO DE GESTÃO EM TURISMO (2° PERÍODO)















A viagem de pesquisadores pelo rio Paraguai tinha como meta, encontrarpossíveis evidências de degradação das margens do rio, observando a dimensão dos impactos causados, como também os efeitos econômicos que as atividades turísticas nas vias fluviais causavam a população pantaneira.
Este tem por objetivo avaliar a pesca como modelo de desenvolvimento turístico implantado na região. Da mesma forma, se propõe a avaliar o patrimônio histórico e cultural existente norio Paraguai, visando a implantação de modalidades alternativas de turismo, como o turismo cultural. Por fim, pretende discutir o potencial desse tipo de atividade no processo de construção da memória e afirmação da identidade regional no contexto pantaneiro.

A cidade de Cáceres foi fundada em 1778 e tinha na pecuária a base de sua economia, porém a alguns anos, a cidade, que se localizaàs margens do rio Paraguai, tem atraído pescadores esportivos de diversos Estados brasileiros, fazendo do turismo de pesca uma atividade que rapidamente se consolida e se impõe como importante setor da economia local. A despeito desse fato, o turismo constitui-se em alternativa importante, quando não a única, de emprego e renda para muitas famílias da região. Com isso, trabalhadores se mudaram parajunto do rio para exercer essa atividade específica, pois a falta de oportunidade e de emprego não apenas nas fazendas, mas também nas cidades do Pantanal, acabou por obrigá-los a aventurar-se nessa nova atividade. Mudam-se famílias inteiras, que existiam em seus locais de origem, fossem nas pequenas propriedades rurais da região ou nas periferias urbanas para junto do rio.

A vocaçãoturística do Pantanal mato-grossense, a despeito da riqueza de seu patrimônio ambiental e de sua história, consolidou-se a partir da pesca esportiva. Os empresários perceberam na pesca, sua alta rentabilidade o que desestimulou outros investimentos turísticos. Porém a deteriorização causada nas margens do rio Paraguai foi resultante do tráfego de comboios de barcaças causando impactos ambientais.Sendo o leito do rio bastante estreito e sinuoso, os pilotos utilizam-se das margens para fazer suas manobras, arremetendo as barcaças contra o barrando causando desbarrancamento do solo argiloso e provocando assoreamento do rio, causando prejuízos para a flora e a fauna local.
Acontece que o turismo de pesca esportiva deu sinais evidentes de esgotamento, e a crise se instalou no cenárioturístico da região, onde a população local com a queda no fluxo de turistas foi afetada negativamente no mercado de trabalho, pois tinha no turismo, fonte principal ou alternativa de renda. Em alguns casos, excursões são programadas com meses de antecedência e os turistas detêm plenos poderes e direitos no barco. Estas excursões resultam em ações impactantes ao ecossistema da região. Qualquer negativaàs solicitações e aos desejos dos clientes pode implicar sua perda na estação seguinte. Assim, agressões contra a natureza como o abate de animais silvestres para servir de iguarias para clientes ávidos pelo sabor local; capturas de jacarés que são trazidos aos barcos, para serem fotografados com e pelos turistas; entre outras práticas impactantes, inclusive presença de prostitutas nos barcos comidades entre 13 e 15 anos, participando de festas promovidas pelos turistas. Por viverem na condição de pobreza extrema, se sujeitam a qualquer tipo de negócio, vivendo a mercê da sorte e dos desejos dos homens. O turismo não é o agente que causa diretamente o problema, porém causa exclusão social, que é comum a qualquer atividade no mundo capitalista.

Os empresários pensaram em uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TURISMO CULTURAL E PATRIMÔNIO: A MEMÓRIA PANTANEIRA DO CURSO DO RIO PARAGUAI.
  • TURISMO CULTURAL E PATRIMÔNIO: A MEMÓRIA PANTANEIRA NO CURSO DO RIO PARAGUAI
  • A MEMÓRIA PANTANEIRA NO CURSO DO RIO PARAGUAI.
  • As memórias pantaneiras do Rio Paraguai
  • Turismo Cultural e Património
  • Turismo e patrimônio cultural
  • Resenha da Bacia do Rio Paraguai
  • Turismo e Patrimônio Cultural: interpretação e qualificação.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!