Resenha tudo que é sólido desmancha no ar

Páginas: 5 (1044 palavras) Publicado: 5 de abril de 2013
BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo. Companhia das Letras. 1986.

Introdução – Modernidade—ontem, hoje e amanhã.

Marshall Berman tenta fazer em sua obra “Tudo que é sólido desmancha no ar” uma discussão sobre a modernidade partindo da crítica literária, principalmente a partir de Goethe, Marx, Nietzsche e Dostoievski, que vão ser pensadosenquanto expoentes da modernidade.
Berman faz a introdução de sua obra de forma emblemática: Modernidade — ontem, hoje e amanhã, onde vai discutir o conceito de modernidade. Ele tenta entender como os intelectuais do século XIX pensaram sobre o seu tempo, mas pensa também a atualidade desses discursos acerca da modernidade. O autor percebe uma fecundidade muito grande no século XIX, assim comopercebe o século XX, em certo sentido, como um século extremamente infértil no que se refere a essas discussões. Berman dialoga com os pós-modernos, mas é da posição de que a pós-modernidade não acrescenta muito. Para Berman, um dos poucos autores que teria uma contribuição relevante nesse século de infertilidade seria Michel Foucault.
A discussão na introdução da obra seria sobre o que essesautores intelectuais do século XIX teriam a nos dizer não só sobre o seu tempo, mas também sobre a nossa modernidade, sendo pensada por vezes de forma extremamente pessimista. Então o autor vai pensar o século XIX como um século de imensa fecundidade e o século XX, de maneira geral, mas principalmente na sua segunda metade, como um século de esterilidade. A partir desses dois momentos ele volta aosautores do XIX, como forma de pensar, não só a modernidade deles, mas também a nossa.
Essa retomada dos autores clássicos é feita justamente porque esses autores (principalmente Marx, muito citado na Introdução), procuram analisar as contradições dessa modernidade; análise que, para o autor, seria muito insipiente no século XX. Ele tenta pensar esses autores clássicos retornando ao “ontem”,trazendo a lembrança para que possamos entender a nossa própria modernidade. Para ele, dentro desse contexto de tecnologia do século XX, o homem se acomodaria e não se inquietaria mais com as contradições dessa modernidade. Berman entende que a preocupação com esse jogo de incertezas da modernidade é algo próprio do século XIX, e até usa uma frase de uma obra de Marx para dar título à sua obra: “Tudo queé sólido desmancha no ar”, para representar toda a insegurança que a modernidade traz consigo.
Logo no início da introdução, no primeiro parágrafo, ele tentaria definir o que é a modernidade: “experiência de tempo e espaço, de si mesmo e dos outros, das possibilidades e perigos da vida — que é compartilhada por homens e mulheres em todo o mundo, hoje.” Apenas essa pequena frase já nos dá umaidéia do que o autor pensa sobre a modernidade, e que, diga-se de passagem, é muito sensato. Pensa a modernidade como uma época onde as fronteiras se tornaram extremamente tênues, não só entre as culturas, mas entre as pessoas também. E também é uma época onde a velocidade se tornou espantosa em todos os sentidos. E nisso o autor razão em afirmar que no século XX as pessoas não mais se inquietam coma realidade. É necessário parar, contemplar e se espantar, o que em nossa época são ações quase impossíveis. Assim o máximo que nós conseguimos nos aproximar da compreensão de modernidade é através da sensação de pertencimento ao mundo moderno.
Mais adiante o autor coloca outras questões sobre modernidade: “ser moderno é encontrar-se em um ambiente que promete aventura, poder, alegria,crescimento, autotransformação e transformação das coisas em redor — mas ao mesmo tempo ameaça destruir tudo o que temos, tudo o que sabemos, tudo o que somos.” Notemos então que o autor reconhece a ambigüidade da modernidade, pois reconhece os seus pontos positivos, como poder, alegria, etc., mas ao mesmo tempo a experiência da modernidade acontece de forma tão rápida e tão intensa que tudo o que é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha: Tudo que é sólido desmancha no ar
  • TUDO QUE É SÓLIDO DESMANCHA NO AR
  • Tudo o que é sólido desmancha no ar
  • Resenha Tudo Que É Sólido Desmancha no Ar: A Aventura da Modernidade
  • “Tudo que é sólido desmancha no ar”
  • Tudo que é sólido desmancha no ar
  • Tudo o que é sólido desmancha no ar
  • “ TUDO QUE É SÓLIDO DESMANCHA NO AR”

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!