Resenha reflexões sobre alfabetização

Páginas: 14 (3396 palavras) Publicado: 17 de outubro de 2012
RESUMO

O objetivo desta resenha tem por finalidade mostrar quais são as idéias da autora sobre o repensar a prática escolar da alfabetização, ela não traz novos métodos, nem novas questões e muito menos algo que possa ser uma solução pronta para perguntas que às vezes parecem não ter respostas, mas vai trazer a oportunidade de refletir sobre como está ministrando suas aulas, para quem jáleciona, e como você poderia agir e a refazer conceitos sobre como lecionar de uma maneira mais prazerosa para os alunos.
Este trabalho também vai lhe mostrar que as crianças, no processo de alfabetização, não têm nada de mecânico, no que diz respeito ao aprender, pois ela pensa, inventa, raciocina e constrói.

INTRODUÇÃO

O livro traz ao leitor, através de quatro diferentes artigos, reflexõessobre a prática docente na alfabetização. Suas colocações resultam de vários anos de investigação e pesquisas, por meio dos quais, ela compreendeu que a escrita não é apenas um código de transcrição, mas um sistema de representação de determinada realidade.
Dessa forma, aprender esse novo sistema, implica, para a criança, apropriar-se de um conceito, e não apenas uma série de técnicas e passosmetodológicos; o que significa diversas tentativas, visando a uma produção. Essa questão tem relação direta com a forma como a criança é ensinada no processo de alfabetização, uma vez que o docente, ou o estabelecimento de ensino, deve considerar a concepção da criança com respeito a esse sistema, encarando-o como um ser pensante, e que não depende do sistema escolar para desenvolver sua escrita, umavez que seu contato com o “mundo letrado” se dá bem antes da escolarização. Por isso, não bastam técnicas de aprendizagem, mas a compreensão de como esse processo se dá para a criança, mesmo antes de escrever e ler da forma convencional.
Para tanto, baseada na teoria psicogenética de Piaget, a autora desenvolve pesquisas específicas com o intuito de aproximar-se dessas tentativas que a criançafaz.
Os resultados mostraram, de forma geral, uma série de níveis pelos quais essa criança passa até chegar à escrita. Primeiramente, a distinção entre desenho e letra, ou o que se pode e o que não pode ler. Depois ela passa por várias fases de diferenciação intrafigural e interfigural, nas quais se estabelecem determinadas propriedades quantitativas e qualitativas, com a necessidade de determinadonúmero de letras ou variação entre as palavras para que possam ser “lidas”.
A terceira fase ocorre quando a criança compreende o processo silábico da escrita com base na fonética, partindo então para o silábico-alfabético momento em que as unidades fonéticas são identificadas. A mudança de uma fase para a outra é determinada pelo conflito que surge quanto à hipótese formada pela criança,forçando um desequilíbrio para uma nova assimilação.
Na pré-escola, surge então a polêmica: “deve-se ou não ensinar a criança a ler e escrever na pré-escola?”. Segundo a autora defende a questão não é essa, mas sim o que se deve fazer para que as crianças aprendam, permitindo que experimentem as diversas formas da língua escrita, desenvolvendo o “gosto mágico” pela escrita, e pelo aprender.
A autoracoloca sua preocupação com o ensino, especialmente nas escolas públicas que são o foco principal quando se quer mudar a realidade de um país, e defende que, para tal, a escola deve deixar de se considerar como a detentora das chaves secretas que conduzem à alfabetização, para se tornar criadora de condições para que a criança descubra, por si mesma, que a língua escrita é muito mais do que símbolos egrafias, mas um modo de existência da nossa língua falada, construída através dos tempos pela sociedade.

CONHECENDO A PESQUISADORA REVOLUCIONÁRIA...

Ao contrário de grandes pensadores influentes na educação como Piaget, Vygotsky, Montessori e Paulo Freire, todos mortos, Emilia Ferreiro está viva e continua trabalhando regularmente. Nasceu na Argentina em 1937 e tem atualmente 68 anos,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha do livro reflexões sobre a alfabetização
  • Reflexões sobre a alfabetização
  • Reflexões sobre alfabetização
  • Reflexões Sobre Alfabetização
  • Reflexões sobre alfabetização
  • Reflexões sobre alfabetização
  • Reflexões sobre a Alfabetização
  • Reflexões sobre Alfabetização

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!