Resenha "opulência e miséria das minas gerais"

Páginas: 5 (1002 palavras) Publicado: 9 de maio de 2013
SOUSA, Laura de Mello. “OPULÊNCIA E MISÉRIA DAS MINAS GERAIS”. Editora Brasiliense. 1° Ed. São Paulo Publicado em 1981.
A autora nasceu e estudou em São Paulo, onde é docente do departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo desde 1983. Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em História Social pelaUniversidade de São Paulo (1980), doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1986) e Livre-Docência em História Moderna pela Universidade de São Paulo (1993).
A obra é distribuída pela autora de forma simples e agradável, de fácil compreensão facilitando o entendimento ao leitor, sua obra está dividida em seis capítulos referente a 85 páginas, que decorrem sobre o período doouro nas Minas Gerais, articulando e levantando novas questões sobre o tema, a riqueza e miséria analisado em parâmetros: social, cultural, econômico e político.
O imaginário feudal projetou na America uma visão edênica, um paraíso cheio de mitos e depreciações, uma imaginação fértil, desde a acreditar em monstros marinhos, não surpreendem ao acreditarem no Eldorado. Para o clérigo havia apossibilidade de encontrar em Santa Cruz posteriormente no Brasil o paraíso terrestre, já para outros não passava de terras inferiores, ao comparem a flora, fauna e o homem americano com o da Europa.
Então foi nesse ambiente estranho e atraente que quatro anos após a descoberta em Potosi pelos espanhóis, os portugueses instalaram o governo geral na Bahia, um planejamento na busca de ouro e prata, -aschamadas entradas- patrocinados pela coroa. Foi nessa instância que os paulistas, de miscigenação de índio com português, desbravadores do sertão lançaram-se de mato adentro em busca de ouro, mas foi com Fernão Dias que a busca teve um arranque mais significativo, não de forma econômica, mas territorial, abrindo caminhos e produzindo plantações de serventia para futuras bandeiras.
O primeiro momentoda mineração nas minas gerais, deu-se em 1693 com o paulista Antonio Rodrigues Arzão. A notícia do achado logo se propagou chegando em terras portuguesas, afim de confirmar a veracidade dos fatos, D. Pedro II ordenou que o governador do rio de Janeiro de capitania interligada a minas gerais, certifica-se e tomasse medidas provenientes para iniciar a extração das minas.
Toda essa primeiraexploração mineradora procedeu de caráter extrativo aluvial, propiciando um considerável deslocamento populacional para essas áreas em torno dos ribeirões, mas foi em 1698 que Antonio dias de Oliveira encontrou as minas de Ouro Preto, ocorrendo um deslocamento maior de pessoas.
Indivíduos de todos os tipos numa busca frenética por ouro, navios abandonados pela tripulação, soldados deixando de exercersuas funções, um primeiro momento marcado por conflitos, desordem e fome. A fim de conter os ânimos do povo, a coroa estabelece medidas para manter o controle da situação, na Bahia efetivam o bloqueio das vias, para conter os aventureiros que vinham até mesmo da metrópole.
Atraídos pelo eldorado e surpreendidos pela realidade diante dos olhos, o que de fato encontraram foi a fome, poucos roçadosque suprisse aquela quantidade de gente, a miséria se alastrou provocando uma enorme retirada da população das minas. A partir de então, as minas passaram a ter roças de mantimentos e criação de animais para o consumo e domésticos.
Nessas localidades habitavam indivíduos de toda espécie, mas que logo subdividiram em dois grupos principais, os paulistas e os emboabas numa convivência hostil, ospaulistas acreditavam serem os merecedores de direitos e privilégios por serem os primeiros habitantes das minas, já que os emboabas eram aventureiros vindos de outras regiões, em especial de Portugal. Estudos indicam que os emboabas começaram a tirar proveito do comercio de abastecimento de minas.
A organização da capitania encontrava-se sem o controle da metrópole, surge então à necessidade de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo
  • resenha cultura de Minas Gerais
  • Opulência e Miseria
  • Resenha da obra “cultura e opulência no brasil por suas drogas e minas”
  • RESENHA CRÍTICA: OS CENTROS URBANOS EMERGENTES DE MINAS GERAIS
  • Minas Gerais
  • Minas gerais
  • Minas gerais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!