Resenha foi construída com base nos seguintes textos: conhecimento e sala de aula. 4ª parte, capítulo 01. p. 177 a 202; delizoicov, demétrio; angotti, josé andré; pernanbuco, marta maria. ensino de ciências: fundamentos

Páginas: 4 (831 palavras) Publicado: 23 de novembro de 2012
Está resenha foi construída com base nos seguintes textos: Conhecimento e sala de aula. 4ª Parte, Capítulo 01. p. 177 a 202; DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José André; PERNANBUCO, Marta Maria.Ensino de ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002 Uma metodologia para o ensino de Ciências. Unidade 2, Tópico 3, p. 52 a 55; DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José André. Metodologia doensino de ciências. São Paulo: Cortez, 1991.Criando problemas. Capítulo 3. p. 60 a 77; CAMPOS, Maria Cristina da Cunha e NIGRO, Rogério Gonçalves. Didática de Ciências: o ensino-aprendizagem comoinvestigação. São Paulo: FTD, 1999. Coleção: Conteúdo & Metodologia – Ciências.



O texto começa falando que a sala de aula é local privilegiado do ponto de vista das relações que se estabelecem entrealuno e aluno, aluno e professor e destes com o conhecimento, uma vez que, cotidianamente, essas relações têm ocorrência sistemática, sendo planejadas com base em alguma perspectiva didático-pedagógica.Os aspectos cognitivos são considerados importantes como também aspectos afetivos que estão presentes nas interações entre professor e alunos em sala de aula.

Faz -se necessário refletir um poucosobre esse conhecimento que esta sendo construído em sala de aula, será que ele está acontecendo pela forma de concepção inatista em que baseia-se na crença de que as capacidades básicas de cada serhumano (personalidade, potencial, valores, comportamentos, formas de pensar e de conhecer) são inatas, ou seja, já se encontram praticamente prontas no momento do nascimento, ou potencialmentedeterminadas e na dependência do amadurecimento para se manifestar. O conhecimento é dado na bagagem hereditária.(apriorismo).

Se a nossa concepção de conhecimento for apriorista (inatista) ele tenderá asubestimar o tremendo poder de determinação que as estruturas sociais, em particular a linguagem, têm sobre o indivíduo pois pressupõe que o aluno já traz em si saber e comportamentos inato.

Ou está...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha do livro
  • Resenha do livro “O texto na sala de aula”,
  • fundamentos das ciências sociais aula 01
  • Resumo do 1º capítulo do livro "O texto na sala de aula"
  • RESENHA CRÍTICA SOBRE O LIVRO “O TEXTO NA SALA DE AULA”
  • RESENHA DO TEXTO: PARA COMPREENDER A CIÊNCIA – CAPÍTULO 8
  • presente resenha tem por base os seguintes artigos
  • A construção do conhecimento em sala de aula

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!