Resenha do livro o índio e a conquista portuguesa

Páginas: 11 (2520 palavras) Publicado: 1 de abril de 2012
Introdução

O livro conta a história dos contatos e confrontos entre índios e portugueses, que resultaram na derrota e dominação dos primeiros pelos segundos, nos mecanismos utilizados pelos portugueses para derrotar os índios e tomar posse da terra.

Os índios na visão dos portugueses

Uma visão paradisíaca do Brasil

Saindo de Portugal no dia 9 de março de 1500, a frota de treze navioscomandada por Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil. O que então aconteceu, sabemos hoje através das cartas escritas por Pero Vaz Caminha.
Caminha começou a comparar os índios a animais selvagens. Disse que a aparência do índio era saudável, e ficou encantado com seus corpos robustos.
Quando se deu o primeiro contato entre índios e portugueses houve trocas de presentes, mas a distancia. Caminhaobservou que os índios andavam nus, não trabalhavam, viviam sem esforços, colhiam e se alimentavam de raízes, cevadas, frutos, peixes, etc. A natureza não agredia ao homem, ao contrário parecia fornecê-los de todas as formas, facilitando sua existência. O clima era ameno, diferente da Europa. De fato, no Brasil os portugueses pareciam ter descoberto o paraíso.

Uma sociedade sem governo

Noinicio dois índios foram levados por Afonso Lopes, mas eles não se acostumaram com a vida que levavam os europeus.
Caminha começou a perceber que os índios não tinham nenhuma forma de governo, não tinham nenhum individuo provido de autoridade, capaz de representá-los perante o capitão e falar em nome daquela gente.

Os europeus tentaram compreender a sociedade indígena

Segundo Vespúcio, osíndios não têm economia, tudo lhes é comum, não tem política, nem tem templos e nem leis, não tem religião. Enfim, não tinha nada que uma pessoa “civilizada” tinha.
O português Pero de Magalhães, disse que na língua tupi, não havia as letras F, L e R, e ficou espantado, porque assim eles não tinham fé, nem lei, nem rei, e desta maneira vivem desordenadamente sem terem, além disso, conta nem peso, nemmedida. Então, percebeu que a sociedade indígena era igualitária.

O olhar dos conquistadores

Acreditavam que os índios não tinham religião, e resolveram catequizar, e tentar transformar os índios em “civilizados”, pois, acreditavam na facilidade disso, entretanto, tal otimismo foi desmentido pelos fatos.

A guerra entre os índios: um enigma

A guerra e a troca

Um dos aspectos maisintrigantes das sociedades indígenas era a guerra. O porque dos índios viverem em um constante estado de guerra era um enigma. Pois para os povos europeus apenas a cobiça e a avidez de reinar explicavam as guerras entre os povos. Mas este não era o caso entre os povos indígenas, já que nem se quer o valor da terra privada eles tinham e muito menos ambicionavam nem a riqueza nem o poder.
O sociólogoFlorestan encontrou uma série de explicações como as pilhagens, o canibalismo e a vingança dos outros povos. Além disso, ele afirmava que a guerra indígena estava ligada a um equilíbrio ecológico.
Já segundo o antropólogo francês Lévi-Strauss, as tribos indígenas relacionavam-se de duas maneiras de modo pacifico realizando trocas, e de modo violento, pela guerra.
As tribos trocavam bensmateriais, mas também mulheres realizando assim alianças, mas caso as guerras ocorriam porque uma vez efetiva as trocas de bens materiais poderia então uma das tribos se sentir lesada, dando início ao conflito, as trocas comercias representam guerras potenciais, pacificamente resolvidas; e as guerras são resultados de transição.

A lógica da guerra primitiva

O antropólogo francês Pierre Clastresafirma que a sociedade primitiva é sociedade para guerra, ela é por essência guerreira. Portanto não é uma sociedade de comerciantes. E ele conclui não é a troca que dá origem à guerra, mas num certo sentido, é o contrario. Apontando assim a falha Lévi-Strauss.
As guerras indígenas não tinham o objetivo de dominar ou aniquilar os inimigos e também não poderiam reduzi-los à servidão, pois eles...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Indio e a Conquista Portuguesa
  • Indios e a conquista portuguesa
  • o indio e a conquista portuguesa
  • Resenha do livro 1492 a conquista do paraiso
  • Resenha do livro língua portuguesa e didática
  • Conquistas portuguesas
  • A conquista da América espanhola e portuguesa
  • a conquista e a colonização da américa portuguesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!