Resenha do livro Vendo Vozes

Páginas: 17 (4140 palavras) Publicado: 12 de junho de 2014
Universidade Presbiteriana Mackenzie 
Especialização em Neurociência e Psicologia Aplicada 
Disciplina Linguagem e Pensamento 
Profa. Ms. Darlene Godoy 
 
 
 

 
 
“Vendo Vozes” 
Oliver Sacks 

 
 
Estudante: Tatiane Monteiro da Cruz 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo 
2013 

Tatiane Monteiro da Cruz 
 
 
 
 
Vendo Vozes 
 
 
 
 
 
 Resenha crítica ao livro intitulado Vendo Vozes de Oliver Sacks, apresentada à 
disicplina de Linguagem e Pensamento como requisito parcial para obtenção da 
média semestral. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo  
2013 

 

Resenha critica do livro de Oliver Sacks "Vendo Vozes" 
 
Vendo  vozes  é  um  livro que  nos  leva  a  uma  viagem  ao mundo dos  surdos.  Oliver Sacks, 
neurologista  e  professor  da Universidade  de  Columbia,  não  é  nenhum  especialista em 
surdez,  mas  acabou  se  envolvendo  neste  mundo  ao receber  um  volume de Harlan Lane 
para  fazer  uma  resenha,  como  ele  mesmo  diz  no  prefacio  do livro: "ao  ler pela  primeira 
vez  a  respeito  dos   surdos  e  da  sua  singular  linguagem,  a  língua  de  sinais,  senti­me instigado a embarcar numa exploração, numa jornada". 
E é em suas jornadas que ele busca responder a essa pergunta: o que acontece conosco 
se  não  aprendermos  língua  alguma?  O  que  denominamos  nossa  humanidade  depende 
parcialmente  da  linguagem?  Oliver  Sacks  traça  esses  questionamentos  pois  em  sua 
jornada, ele  mostra  que encontrou muitos surdos que adquiriram a linguagem tardiamente 
e isso  dá  ele  reflexões  acerca do  desenvolvimento  do  pensamento  nestas pessoas, pois 
estamos  tão  habituados  a  usar  nossa  língua  no  dia­dia  que  sequer  imaginamos  como 
seria  ficar  sem  e  é  justamente  as  pessoas  surdas  que  podem  nos  mostrar  como  é  um 
mundo sem linguagem. 
Ao  ler  o  capitulo  2  do  livro,  que  trata  mais  especificamente  de surdos que  adquiriram  a 
linguagem tardiamente,  eu  questiono:  como é  o  pensamento  de  uma  pessoa que passa 
10, 15 ou 20 anos da vida privado de comunicação? E nao é uma privação por doença ou 
incapacidade, mas uma privação por exclusão social e familiar.  
Vygotsky  afirma  que  pensamento  e  linguagem  são  independentes  (extraído  do  livro). 
Neste caso podemos deduzir que, mesmo sem uma língua, a pessoa possui pensamento, embora não tenha a habilidade necessária para expressar esse pensamento. 
Para  Chomsky,  a  língua  é  inata,  essa  mesma  idéia   vem  da  filosofia  de  Platão  que 
afirmava  que  todo  aprendizado  é  "reminiscência",  em  que  o  ser  humano  possui  seu 
próprio  código  lingüístico  inato,  sendo  necessário  a  interação  com  o  outro  para  se 
desenvolver. 
O  desenvolvimento  da  linguagem  em  qualquer  ser  humano  depende  do  input  recebido. 
Conforme  Sacks "é  possível  desenvolvermos sozinhos as habilidades motoras, mas  não 

podemos adquirir  sozinhos  uma língua: essa capacidade insere­se numa categoria única. 
Não  se  pode  desenvolver  uma  língua  sem  um  capacidade  inata  essencial,  mas  essa 
capacidade  só  é  ativada  por  outra  pessoa que  já  possui  capacidade  e  competência 
lingüística." 
No  livro  "Linguagem  e  Pensamento"  de  Lev  Vygotsky,  "todas  as  atividades  cognitivas 
básicas do indivíduo ocorrem de acordo com sua história social e acabam se constituindo 
no  produto  do  desenvolvimento  histórico­social  de  sua  comunidade  (Luria,  1976). 
Portanto,  as  habilidades cognitivas  e as formas de estruturar o pensamento do indivíduo 
não  são  determinadas  por  fatores  congênitos.  São,  isto  sim,  resultado  das  atividades 
praticadas  de  acordo  com  os  hábitos   sociais  da  cultura  em  que  o  indivíduo  se 
desenvolve.  Neste  processo  de desenvolvimento  cognitivo, a linguagem tem papel crucial 
na  determinação  de  como  a  criança   vai  aprender  a  pensar,  uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • resenha do livro Vendo Vozes
  • Resenha do livro: vendo vozes de oliver sacks
  • Vendo vozes (resenha)
  • Resenha do texto vendo vozes
  • Resenha vendo vozes: uma viagem ao mundo dos surdos
  • Resenha: vendo vozes: uma viagem ao mundo dos surdos
  • Vendo Vozes
  • Apreciação crítica do capítulo ii do livro vendo vozes de oliver sacks

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!