Resenha do livro: educação especial: múltiplas leituras e diferentes significados.

Páginas: 8 (1800 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
Resenha do livro: Educação Especial: Múltiplas Leituras e Diferentes Significados.

Silva, Shirley e Vizim, Marli (orgs.) 2001. Educação Especial: Múltiplas Leituras e Diferentes Significados. Campinas: Mercado de Letras.

O livro é estruturado da seguinte forma: uma apresentação e oito artigos. 

Na apresentação, as autoras – sob o enfoque da educação especial - preocupam-se em mostrar queo termo deficiente, quando empregado genericamente, acaba gerando o que chamaram de “pasteurização” das pessoas. Consequentemente adotam-se práticas únicas para seres sócio-históricos diferentes. 
Porém, contrariamente a esta postura, é preciso discutir que a inclusão dos indivíduos com necessidades especiais deve passar pelo processo das múltiplas leituras reveladas nas vivências de cada um. A situação de exclusão que vivenciam essas pessoas não se restringe à vida escolar, mas agrava-se no cotidiano estendendo-se para a sua vida social. 

No primeiro artigo: As linguagens da cidadania, Kruppa procura discutir a resignificação do eu e do outro em um “nós” com direitos iguais. A chamada “cidadania do nós” só se concretiza com o cidadão ativo e criador de um espaço reivindicatório.Partindo-se dessa idéia, deve-se conceber a escola inclusiva, a partir da Declaração de Salamanca. Essa escola (pública) deve ser gerida a partir da conscientização de que a participação da sociedade é fundamental na sua construção sem, contudo, deixar de haver a desobrigação do Estado para a sua manutenção. 

Escola e cidadania em uma era de desencanto, escrito por Gentili, é o segundo artigodesse livro. O texto é subdividido em quatro partes. Na primeira, o autor procura mostrar que o desencanto é fruto das frustrações históricas de um pseudo-socialismo que naufragou junto com a ex-União Soviética. Esse desencanto parece contagiar uma juventude que objetiva apenas o consumo e o individualismo. Na segunda parte, Gentili enfatiza que o sistema educacional não está imune a esse desencanto.Denuncia que a Escola Pública sofre os efeitos de políticas governamentais empenhadas no corte de investimentos nas áreas sociais. Na terceira parte, chama a atenção para a indiferença manifestada dessa sociedade diante da miséria em que vivem milhões de brasileiros, principalmente crianças às quais são negadas as mínimas condições de dignidade. Na quarta parte, revela o número alarmante deexcluídos – na sociedade brasileira. Denuncia, dessa forma, a perversa hierarquização de valores instituída que vê como “natural” a existência daqueles que podem e não podem ser cidadãos.

No terceiro artigo intitulado: A incorporação das tecnológicas na educação especial para a construção do conhecimento, de Rosita Edler Carvalho, pode-se observar a preocupação da autora no emprego das novastecnologias nas estratégias de ensino. Questiona como a escola poderia incorporar essa nova tecnologia que na maioria das vezes é custosa para o ensino público. Defende a idéia de que essa tecnologia deve estar disponível para o aperfeiçoamento do ensino sem, contudo, desconsiderar a importância do professor nesse processo. Carvalho, sob o enfoque da educação especial, chama a atenção para a necessidadede se conceber a informática e as tecnologias de informação como aqueles instrumentos que poderão auxiliar na melhoria do ensino-aprendizagem dos alunos definidos em seu trabalho como: educandos com necessidades educacionais especiais.

O próximo artigo: Perspectivas políticas e pedagógicas da educação para surdos, de Carlos Skliar, discute as mudanças ocorridas na educação para surdos. Essasmudanças ocorreram desde as perspectivas ideológicas – representada na fragmentação dos modelos clínicos e terapêuticos – até a organização escolar. Para o autor, as mudanças mais profundas e significativas foram a difusão de modelos de educação bilíngüe/bicultural para surdos; as mudanças nas representações de significados – políticos – sobre a surdez e os surdos e a inversão epistemológica do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha livro educação especial
  • Resenha: educação especial e os diferentes tipos de necessidades especiais
  • Inteligencias multiplas e a educação especial
  • Resenha do livro
  • resenha crítica do livro "o que é leitura"
  • Resenha do livro a leitura na escola
  • Resenha do livro Discurso e Leitura
  • Resenha do livro o que é leitura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!