Resenha do livro: "amor é prosa sexo é poesia"

Páginas: 6 (1330 palavras) Publicado: 21 de novembro de 2012
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CAMPUS SÃO MATEUS

CRISTINO MELO

RESENHA DA OBRA AMOR É PROSA, SEXO É POSIA DO AUTOR ARNALDO JABOR

SÃO MATEUS
2011
AMOR É PROSA, SEXO É POESIA”, de Arnaldo Jabor, crônicas, 197 págs, editora Objetiva – 2004

Amor é prosa, sexo é poesia é um conjunto de crônicas contado em primeira pessoa pelo Arnaldo Jabor. São 36 textos afetivos, onde Jaborcoloca em cheque tudo o que achamos que é amor, sexo, política e outras coisas mais.
“Amor é Prosa, Sexo é Poesia” reúne algumas das melhores crônicas sobre nossas obsessões mais íntimas: sexo e amor, família, mulheres, falta de dinheiro, racismo, pobreza, mazelas, política, religião, sexualidade e depressão. Em todos os textos Jabor mostra sem medo seu estranho prazer por uma beleza diferente. Logono ínicio ele admite um dos maiores medos dele: “Os abismos das mulheres são venenosos, o seu mistério nos mata.”. Toda a percepção de Jabor em linhas intocáveis e afiadas também são lembradas no texto: “A cultura americana está criando um ‘desencantamento’ insuportável na vida social. Vejam a arte tratada como algo desnecessário, sem lugar, vejam as mulheres nuas amontoadas na Internet.”.Além de falar de coisas da vida ele nos permite sonhar com a bunda da Juliana Paes: “Só existe a ‘ideia’ de bunda, o conceito platônico de bunda. No caso de Juliana, o bumbum rela destrói o bumbum imaginário. (...) Toda a beleza do mito é justamente seu mistério inacessível, seu enigma não decifrado." ; e também da beleza da Daniela Cicarelli: “Daniela é tão linda que tenho vontade de dizer: Sejafeia...”; E para ser ousado falou até dos cortes das partes íntimas femininas: “Parecem uns bigodinhos verticais que (oh, céus!...) me fazem pensar em... Hitler.”.
O livro também leva as pessoas a relembrar fatos que marcaram o início deste século, abordando temas como o assassinato dos Richthofen, a arrogância de George W. Bush e a Al-Qaeda. “A sociedade está tão narcisista, tão excludente dequalquer solidariedade, tão brutal no seu desejo de satisfação, que contamina até os privilegiados”.
E com o seu olhar sempre comparativo: amor é isso, sexo é aquilo; antes era assim, hoje é desse jeito, Jabor faz as pessoas ter a sensação de que o futuro de todos nós está só piorando ao longo do tempo: “E nós, hoje, nesta infernal transição entre o atraso e uma modernização que não chega nunca?Quando o Brasil vai crescer e chegar a seu “presente”? Chego a ter inveja das multidões pobres do Islã: aboliram o tempo e vivem na eternidade de seu atraso.”
Jabor também lembra do lado pessoal falando do seu avô em uma das crônicas: “Meu avô não foi ninguém. No entanto, que grande homem ele foi para mim. Meu pai era severo e triste, mal o via, chegava de aviões de guerra e nem me olhava. Meu avô,não. Me pegava pela mão e me levava para o Jockey, para ver os cavalinhos. Foi uma figura masculina carinhosa em minha vida. Se não fosse ele, talvez eu estivesse hoje cantando boleros no Crazy Love, com o codinome Neide Suely”.
Em 2003, uma famosa crônica do Jabor inspirou uma música igualmente famosa de Rita Lee e Roberto Carvalho: “Amor é propriedade. Sexo é posse. Amor é a lei; sexo éinvasão. O amor é uma construção do desejo. Sexo não depende de nosso desejo; nosso desejo é que é tomado por ele. Ninguém se masturba por amor. Ninguém sofre com tesão. (...) O sexo vem antes. O amor vem depois. No amor, perdemos a cabeça, deliberadamente. No sexo, a cabeça nos perde. O amor precisa do pensamento. No sexo, o pensamento atrapalha. O amor sonha com uma grande redenção. O sexo sonha comproibições; não há fantasias permitidas. O amor é o desejo de atingir a plenitude. Sexo é a vontade de se satisfazer com a finitude. O amor vive da impossibilidade - nunca é totalmente satisfatório. O sexo pode ser, dependendo da posição adotada. O amor pode atrapalhar o sexo. Já o contrário não acontece. Existe amor com sexo, claro, mas nunca gozam juntos...”
Jabor, na época, publicou uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha do livro "Amor Líquido"
  • Resenha do livro pedagogia do amor
  • Resenha do livro amor líquido
  • Resenha do livro "Um amor para recordar"
  • Livro amor líquido
  • Resenha do livro "amor líquido"
  • Resenha do livro amor de perdição
  • Prosa e poesia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!