Resenha Critica Perspectiva da juventude na sociedade de mercado

Páginas: 7 (1538 palavras) Publicado: 12 de março de 2014
 Perspectiva da Juventude na Sociedade de mercado
FREIRE COSTA, Jurandir, In :Juventude e Sociedade: trabalho, educação, cultura e participação. São Paulo: Fundação Perseu Abram, 2004.

Jurandir Freire Costa nasceu em 1944 no Recife. É medico e psicanalista , com mestrado em etnopsiquiatria pela École Pratique des Hautes Études de Paris, além deprofessor Titular da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e do Instituto de Medicina Social (IMS) onde desenvolve suas pesquisas e orienta teses de mestrados e doutorados. Publicou Histórias da psiquiatria no Brasil, Ordem médica e norma familiar , Violência e psicanálise , Psicanálise e contexto cultural , A inocência e o vício – estudos sobre o homoerostismo e A face e o verso.Introdução
O autor Jurandir Freire Costa no texto Perspectiva da Juventude na Sociedade de Mercado , trata à sua maneira individual de sociedade comandada pela economia de mercado como, tão imaginária quanto qualquer outra do gênero.
O limite da sociedade de mercado está subordinado ao comportamento deliberado dos indivíduos em ter atitudes pensadas, por tanto,é dependente das condições psicológicas.
O individuo é atraído através de estratégias que são projetadas para alavancar o mercado de consumo , como citadas pelo autor: A sedução pela propaganda , Identidade moldada facilmente se contentando em curto prazo para não se satisfazer a longo prazo , fazendo com que volte a consumir sempre em busca dessa “plena satisfação”.Segundo Jurandir Freire Costa, para que o mercado continue em funcionamento é necessário que haja a procura constante pelos produtos oferecidos ou seja é necessário o “consumismo” (gastos excessivos em produtos supérfluos , movidos pela propaganda) que é totalmente diferente no que se diz “Consumo” quando se adquiri somente aquilo que lhes é necessário.

DesenvolvimentoÉ inteligível a posição do autor quando afirma que “comprar não é uma ação regida por necessidades biológicas , mas um ato econômico com implicações sociais “. Mas a verdade é que comprar é sim uma necessidade biológica , natural e muitas vezes inconsciente , enfim, precisamos consumir. Entendo a colocação do autor no consumo não só das necessidades , mas também dos nossos desejos embusca de realização, felicidade e satisfação, o que nos trás explicitas situações no dia a dia dessa busca desenfreada para consumir mais , ostentar uma posição na sociedade através do que se consome é causa de muitas atitudes ilícitas de uma grande maioria que não possuem o “poder” de compra , os mesmos são citados pelo autor como os” excluídos “da economia e da sociedade.O autor enfatiza : “ Consumo é o modo que o imaginário econômico encontrou de se legitimar culturalmente apresentando as mercadorias como objetos de necessidades supostamente universais e pré-culturais e ocultando ,por esse meio as desigualdades econômico- social entre os potenciais compradores . E segue com uma pergunta : por que as pessoas se deixam convencer por crençasracionalmente inconsistentes , quando não disparatadas? A resposta está bem explicita na maneira que a publicidade tem “poder” de agregar interesses e despertar o desejo de consumo elevado por um padrão de modo dito como tendência .
Os indivíduos são impulsionados a seguir a tendência da moda o que para alguns não tem qualquer impacto , pois a vê como supérflua , e para tantos outrosleva a uma compulsão desacerbada em consumir.
A publicidade e propaganda exerce forte influência no consumo, de maneira a sinalizar as diferenças sociais pelo que se consome.
Vale ressaltar que sempre existiu uma maneira de propaganda e moda e mesmo antes do capitalismo industrial já era notório as diferenças de classes sociais que se foi se constituindo com a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha critica mercado de trabalho
  • resenha critica CONFLITOS SOCIAIS COMO PILARES DA SOCIEDADE DE MERCADO DEMOCRÁTICA
  • Resenha Critica/perspectiva fenomenológica existencial
  • Resenha critica sociedade dos poetas mortos
  • resenha critica do livro Sociedades Camponesas
  • resenha critica sociedade dos poetas mortos
  • resenha critica capitulos 4 e 5 perspectivas sociologicas
  • RESENHA CRÍTICA O Capital e o Capitalismo e a Perspectiva Histórica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!