Resenha critica do livro a evolução do capitalismo

Páginas: 12 (2812 palavras) Publicado: 21 de fevereiro de 2013
Resenha crítica do livro “A Evolução do Capitalismo” de Maurice Dobb:

O livro A Evolução do Capitalismo, de Maurice Dobb, tem como proposta tratar do tema capitalismo de forma ampla, analisando a sua constituição, a sua gênese, como bem a pré-gênese, a relação do capitalismo com as pessoas e o mundo como tal, além das várias influências históricas que o determinaram e que ele, em si, fezdeterminar.
O primeiro capítulo do livro, intitulado de O Capitalismo, já abre discussão sobre o termo capitalismo, discutindo sua melhor definição e sua aplicabilidade como sendo de fato um sistema econômico isolado dos demais.
O autor apresenta três principais significados à noção de capitalismo. O primeiro deles, que o autor utiliza de Warner Samburt, dispõe a essência do capitalismo no espíritode empreendimento, aventureiro combinado ao espírito burguês de prudência e racionalidade. A origem, portanto, do capitalismo se dá nos estados de espírito e comportamentos humanos que são modelados ao longo do tempo, havendo o “homem natural” vivente em épocas pré-capitalistas ser agente transformado em capitalista, diferente do “homem natural”, pois o capitalista vê na acumulação de capital omotivo dominante da atividade econômica, e usando a racionalidade, condiciona tudo o mais da sua vida a esse fim. O segundo significado identifica o capitalismo na organização da produção para um mercado distante, na sua relação com o consumo, sendo assim, o trajeto percorrido pelos bens do produtor ao consumidor. Tem-se, então, o capitalismo na noção de sistema comercial, com a produção para omercado, onde a orientação da atividade econômica é o lucro pleno. O terceiro significado, que é o que se inicia com Karl Marx, que define o capitalismo como um modo de produção, que seria a maneira pela qual se definia a propriedade dos meios de produção e as relações sociais entre os homens que resultavam do processo de produção. Nessa noção de capitalismo, a capacidade de trabalho se torna umamercadoria que pode ser comprada e vendida. E é essa última análise de capitalismo que o autor adota com parâmetro para as futuras reflexões, refutando as outras duas por elas serem incapazes de fixar o capitalismo a um período da história.
O autor é claro em renunciar a divisão da história em períodos definidos, pois argumenta que qualquer período da historia carrega elementos de sistemasanteriores e ulteriores, portanto não haver razão de fazer divisões específicas. Mas o que se implica é de que cada período histórico é modelado sob a influência preponderante de uma forma econômica única, mais ou menos homogênea, e deve ser caracterizado de acordo com a natureza desse tipo predominante de relação socioeconômica.
A sociedade de classes é abordada pelo autor, caracterizando-a comosociedade dividida em classes, na qual uma delas, ou um conjunto de classes com interesse em comum, constitui a classe dominante, na qual se antagoniza parcial ou completamente com as demais classes. Nessa avaliação, a qual ele se apoia nos escritos de Henri Pirenne, a classe dominante usa seu poder para conservar e aumentar o modo de produção, a relação entre classes, existente, da qual depende a suarenda.
O autor tenta designar uma época de início do capitalismo como modo de produção específico. Dessa forma, ele afirma ser este início datado a partir da segunda metade do século XVI e início do século XVII, que é “quando o capital começou a penetrar na produção em escala considerável”. Na subsequência, ele cita, categoricamente, que dois grandes momentos foram fundamentais para odesenvolvimento do capitalismo, sendo o primeiro deles as grandes transformações sociais e políticas ocorridas no século XVII, e o segundo a Revolução Industrial no final do século XVIII e início do século XIX. Ele alega que a Revolução representou um amadurecimento do capitalismo, onde a produção passou a ser coletiva e em grande escala na fábrica, separando, definitivamente, a participação do produtor nos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha "a evolução do capitalismo"
  • Resenha crítica
  • Resenha cap i, ii e iii do livro a evolução do capitalismo, dobb
  • Resenha crítica do capítulo 4 do livro Política Social no Capitalismo: Tendências Contemporâneas
  • Respostas referidas ao livro "a evolução do capitalismo"
  • Resenha crítica do capítulo Evolução histórica do conceito de desenvolvimento, do livro Comércio e Desenvolvimento
  • resenha crítica do livro "o que é leitura"
  • Resenha critica do lívro:

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!