Resenha crítica do filma "ágora" apresentada no curso de arquitetura e o urbanismo da uft

Páginas: 7 (1610 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS
CAMPUS PALMAS
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

Larissa Chianca Silva

TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA E URBANISMO II
RESENHA DO FILME “ÁGORA”

PALMAS, MARÇO DE 2011.
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS
CAMPUS PALMAS
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

Larissa Chianca Silva

TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA E URBANISMO II
RESENHADO FILME “ÁGORA”

Trabalho apresentado como requisito parcial na avaliação da disciplina Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo II sob a orientação de Giuliano Orsi, referente ao curso de Arquitetura e Urbanismo da Fundação Universidade Federal do Tocantins.

PALMAS, MARÇO DE 2011.

O filme “Ágora” (direção de Alejandro Amenábar, estrelado por Rachel Weisz e Max Minghela e lançado naEspanha em 9 de outubro de 2009) se passa em Alexandria, no Egito, fim do século IV d.C e início do século V d.C e relata a história da filósofa Hypatia. Nesse período, o Império Romano, que caia em decadência, adotara o Cristianismo como religião oficial.
O filme evidencia as atividades características que aconteciam na Ágora – praça principal onde as pessoas se reuniam para ouvir decisões doschefes ou para deliberar, havia ali espaço destinado para o mercado (comércio), ou seja, onde aconteciam os principais encontros sociais da cidade.
Alexandria é uma cidade originada da expansão iniciada por Felipe da Macedônia, que unificou toda a Grécia, e perdurada por Alexandre – O Grande seu filho, sucessor e fundador da cidade. Alexandre promoveu o ecletismo com apropriação e respeito(merecido) com as culturas locais e heterogêneas no quadro ordenado e tumultuado da cidade. (BENELOVO, pg. 127, 2001)
Observa-se que, no final do filme, parte da cidade já assumia características medievais com as linhas precisas das estradas deformadas, porém parte da configuração de Alexandria ainda permanecia no modelo proposto por Hipódamo de Mileto. Esse, segundo Aristóteles, é inventor da “divisãoregular da cidade”.
O sistema hipodâmico – racional e organizado – da cidade grega caracteriza-se com ruas traçadas em ângulo reto, com vias verticais e horizontais que divide a cidade em faixas paralelas. Havia três partes: uma pública, uma aos deuses e uma às propriedades particulares. A unidade e uniformidade do organismo da cidade confirmam-se na firmeza da grade definida pelas exigênciasdas casas. (BENEVOLO, pg. 113 - 114, 2001)
As diversas cidades do modelo hipodâmico (Mileto, Rodes, Olinto, Agrigento, Pesto, Nápoles, Pompéia, a nova disposição de Pireu) não seguem um padrão dimensional ou modelo único. Dinamismo esse proporcionando pela flexibilidade da relação entre os lados dos lotes retangulares.
Neste filme, o Fórum – para os romanos, aqui chamado de Ágora pela referenciaao Helenismo da cidade – é palco de diversas discussões religiosas (foco do filme). Percebemos, ao longo da trama, expressões claras da transformação que acontecia na sociedade da época. Por exemplo, representação do cenário do templo onde cultuavam livremente vários deuses (prova da diversidade até então preservada) com milhares de estátuas sendo destruídas pelo extremismo e violência doscristãos que lutavam pela dominação das principais cidades do Império.
Tal movimento resultou em uma modificação brutal, no mínimo, injusta e, obviamente, importante para a história da humanidade, à forma da cidade e à importância dada para edificações ali existentes. A Biblioteca, que é onde percorre a estória do filme, com todo seu acervo é primitivamente degradada obrigando os pagãos (contrários aoCristianismo) ou converterem-se ou, no caso de Hypatia (personagem principal interpretada por Rachel Weisz), aguardar a morte pelo julgamento dos líderes cristãos.
Hypatia era filha de Theon (último diretor e professor do Museum de Alexandria). Logo, cresceu em um ambiente onde a busca do conhecimento de si e dos outros era o que realmente importava. Filósofa, matemática, astrônoma, astróloga,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ETNOCENTRISMO CURSO ARQUITETURA E URBANISMO
  • Curso De Arquitetura E Urbanismo
  • Ágora – resenha crítica
  • Resenha Crítica
  • RESENHA CRÍTICA DO FILMA “DNA ASSASSINO”
  • Mografia de conclusão de Curso de Arquitetura e Urbanismo
  • Trabalho de conclusão de curso
  • resenha crítica arquitetura contemporânea

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!