Resenha: ‘ unificação da elite: uma ilha de letrados’

Páginas: 5 (1084 palavras) Publicado: 7 de novembro de 2012
Resenha: Unificação da elite: uma ilha de letrados
O texto inicia-se falando sobre o elemento poderoso de unificação ideológica da política imperial, que foi a educação Superior.
Num mundo de analfabetos, a Elite era letrada e dotada de conhecimentos, quase toda a Elite possuía estudo superior com maior concentração na área jurídica fornecendo conhecimentos e habilidades; constituída numaeducação homogênea que promovia contatos pessoais entre estudantes das várias capitanias e províncias vindas do Brasil para a universidade de Coimbra em Portugal.
A Universidade foi criada em Lisboa em 1920 e transferida para Coimbra em 1308, era de origem francesa a primeira dinastia portuguesa, no início predominavam as orientações jurídicas francesas e italianas marcadas pelo direito romano, onde umdos principais centro de ensino desse direito era a Universidade de Bolonha, forneceu vários romanistas a Coimbra os chamados “ bolônios”.
Em 1834, D. João I retornou a Universidade a Lisboa, ao mesmo tempo em que estendia sobre ela o controle governamental mediante a nomeação real do Provedor, era o poder monárquico, tendo grande influência no processo o “bolônio” João das Regras que dominaramaté 1537. A partir de D. João II, os reis foram declarados Protetores da Universidade acabando com a livre escolha de reitores e lentes.
A Universidade voltou a Coimbra com controle jesuítico que durou por dois séculos, nesse período a Universidade se isolou da influência do progresso intelectual e científico europeu; os Jesuítas obtiveram controle do Colégio das Artes, cuja frequência eraobrigatória para todos que quisessem cursar leis e cânones. A partir de 1599 implantaram a Ratio Studiorum (Ratio et institutio studiorum Societatis Jesu), que privilegiava o latim e o grego sobre a língua pátria, a teologia sobre a filosofia, o aristotelismo e o escolasticismo sobre o cartesianismo, era um esquema que ensinava decorar as leis, replicar conhecimentos, sem se preocuparem com oentendimento.
Essa situação foi modificada em 1759 com a expulsão dos Jesuítas de Portugal, houve uma reforma com características transformadoras, sob a direção do reitor brasileiro Francisco de Lemos e total apoio de Marquês de Pombal, os métodos e o conteúdo da educação jesuítica foram radicalmente reformulados, tendo ênfase nas ciências físicas e matemáticas, a nova faculdade de Filosofiaconcentrou-se nas ciências naturais, física, química, zoologia, botânica e mineralogia, havendo maior número de matrículas. Finalmente o iluminismo atingia Portugal, consequentemente o fortalecimento estatal, o estado percebeu a importância da educação para a economia, onde investiu na reforma da universidade, usava-se das mentes brilhantes para ajudar nos seus interesses.
Em 1777, Pombal deixou o governoe teve início a reação contra sua obra, que foi a Viradeira, teve como consequência o abandono da ênfase nas ciências naturais e a volta do direito à antiga predominância, a maior parte dos políticos brasileiros da primeira metade do século XIX estudou em Coimbra após a reação, voltou a ter a mente conservadora. Além da Universidade de Coimbra, tinham duas outras instituições de ensinoimportantes para formação da elite brasileira, que foi a Real Academia de Marinha e o Colégio dos Nobres, ambas destinavam-se à formação militar dos nobres. O Colégio foi criado por Pombal com a finalidade de dar aos filhos da nobreza uma alternativa para o serviço do Estado que não fossem as carreiras eclesiásticas e judiciárias, colocavam em ênfase também as perspectivas do serviço público. Antes aeducação estava nas mãos dos jesuítas, mas quando Pombal os expulsou, ficou um período sem educadores, o Estado então criou as aulas régias, onde nomeavam pessoas sem formação para dar aulas, apenas para alfabetização, custeados pelo subsídio literário, mas não funcionou a contento, pois o subsídio não era cobrado adequadamente e também era desviado para Portugal; havia também a questão dos baixos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha A ILHA
  • Resenha " A Ilha "
  • resenha do livro tropa de elite
  • Resenha tropa de elite 2
  • Resenha do filme tropa de elite
  • Resenha tropa de elite
  • RESENHA TROPA DE ELITE 1
  • Tropa de elite resenha critica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!