Remuneração

Páginas: 39 (9657 palavras) Publicado: 31 de maio de 2014
A Gestão de Pessoas e o sistema de reconhecimento e recompensa em
Organizações Não Governamentais
Autoria: Lucimeiry Batista da Silva

RESUMO
A pesquisa relatada neste artigo é mais um passo na compreensão e intenção de tornar mais
visível para sociedade o papel das Organizações Não Governamentais (ONGs). Estas
organizações têm atingido um número cada vez maior de pessoas/empregado umcontingente
considerável, tornando, portanto, instigante conhecer melhor este universo. Interessa esta
pesquisa conhecer como ocorre a gestão de pessoas e analisar o sistema de reconhecimento e
recompensas praticado por estas organizações. A metodologia desta investigação é
caracterizada como estudo de natureza descritiva, cujo levantamento de dados foi realizado
por meio de entrevistasemi-estruturada, ancorada em roteiro. O tratamento dos dados se deu a
partir da categorização dos assuntos abordados, descrição das categorias encontradas e
elaboração de um quadro demonstrativo das práticas de gestão de pessoas e do sistema de
recompensas praticadas pelas ONGs, que possibilitou a descrição e análise das categorias
encontradas.
Palavras-chave: Reconhecimento. Recompensa. ONG. Gestãode pessoas.
1. INTRODUÇÃO
Os sistemas de gestão de recursos humanos têm se tornado cada vez mais atentos para a
significativa influência das políticas de recompensa sobre o comportamento das pessoas nas
organizações. E este fato não ocorre de forma diferente nas Organizações Não
Governamentais (ONGs), ao contrário, assim como em outros países, estas organizações no
Brasil também adaptam a suaforma de gestão ao que acontece no mercado de forma mais
ampla.
Theuvsen (2004) considera que muitas organizações sem fins lucrativos estão imitando
as técnicas de administração de organizações com fins lucrativos. Da mesma forma, estas
organizações se aproximam cada vez mais de se tornarem um campo de atuação para
profissionais de áreas diversificadas. Este mesmo autor, apresenta resultadosde uma pesquisa
realizada pelo Johns Hopkins Comparative Nonprofit Sector Project, que aponta que as
ONGs alemãs contribuem com quase 4% ao produto nacional total e empregam
aproximadamente 1.3 milhões de pessoas (ANHEIER, 1997 apud THEUVSEN, 2004, p. 118).
Em Portugal, no setor não lucrativo o universo de trabalhadores dedicados em tempo integral
ao setor atinge 250 mil pessoas, dos quais(70%) exercem funções remuneradas e o restante
em regime de voluntariado (FRANCO, 2004). No Chile, o contingente de trabalhadores do
setor representa 4,89% da população economicamente ativa, que corresponde, em números de
2004, a aproximadamente 305 mil pessoas trabalhando em tempo integral (IRARRÁZAVAL
et al, 2004).
No Brasil, os números também apontam para uma considerável contribuiçãodestas
organizações como campo de trabalho. Segundo a última pesquisa do IBGE, publicada em
2008, sobre este tema, há 1,7 milhão de pessoas registradas como trabalhadores assalariados
nas 338,2 mil FASFIL (Fundações Privadas e Associações Sem Fins Lucrativos) do País. Este
estudo foi realizado a partir do Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) que aponta também
que, no Nordeste, a concentraçãodestas entidades tem atuação ligada à defesa dos direitos e
interesses dos cidadãos (38,9%), ou seja, são pessoas que trabalham em função dos direitos de
outras pessoas (IBGE, 2008).

Encontra-se neste ambiente o sistema de recompensas integrado de várias formas ao que
é praticado no mercado. Hanashiro (2008, p. 176) considera que “hoje, e cada vez mais, há
uma divisão do ganho com quemparticipou do trabalho”. Nas ONGs esta é uma forma de
recompensa pelo trabalho das pessoas, que se dedicam, em função da convergência de valores
institucionais e pessoais, para além das horas formais estabelecidas nos contratos de trabalho.
A valorização das pessoas, no ambiente das ONGs, pode ser traduzida também como
recompensas em relação ao atendimento das expectativas das pessoas, esta...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Remuneração
  • Remuneraçao
  • Remuneração
  • REMUNERAÇÃO
  • Remuneração
  • Remuneração
  • Remuneração
  • remuneração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!