relatorio

Páginas: 10 (2251 palavras) Publicado: 3 de dezembro de 2013
A leishmaniose é uma doença provocada pelos parasitas unicelulares do gênero Leishmania. Existem três tipos de leishmaniose: visceral, que ataca os órgãos internos, cutânea, que ataca a pele, e mucocutânea, que ataca as mucosas e a pele. É uma doença que acomete cães, lobos, roedores silvestres e o homem.

A transmissão ocorre por meio da picada de insetos específicos (Lutzomyia longipalps)conhecidos no Brasil como mosquito-palha, birigui e outros. O contágio não é feito de pessoa para pessoa.

O período de incubação pode variar de dias a meses.

A leishmaniose visceral, também conhecida por calazar, tem um período de incubação de vários meses a vários anos. As leishmanias danificam órgãos como o baço, o fígado e a medula óssea. Os sintomas são: febre, tremores violentos,diarréia, suores, mal estar, fadiga e algumas vezes manifestações como úlceras e zonas de pele escura.

A leishmaniose cutânea é a forma mais comum de leishmaniose. É uma infecção de pele causada por um parasita unicelular, que dá origem a uma mancha vermelha ou um nódulo.

A leishmaniose mucocutânea ocorre a partir de uma lesão cutânea inicial, os parasitas podem se disseminar pela mucosa da bocaou do nariz. Em alguns pacientes, esse tipo de leishmaniose pode levar a desfiguração facial.

O diagnóstico é realizado pela observação direta microscópica dos parasitas em amostras de linfa, sanguíneas ou de biopsias de baço.

A prevenção da doença consiste na proteção contra as picadas dos insetos, fazendo uso de repelentes de insetos, roupas adequadas, telas nas aberturas e mosquiteirosao redor das camas.

Tipos de leishmaniose... Prevenção e tratamentos
A leishmaniose é uma doença infecciosa causada por um microorganismo (protozoário - leishmania), que é transmitida ao cão, a animais silvestres como roedores e também ao homem por um mosquito, o flebótomo,  ao qual no Brasil - país detentor de um elevado número de casos - se deram vários nomes: “palha”, “asa dura”,cangalhinha”, etc. Este insecto é pequeno (2 a 3 mm) e tem uma coloração clara (cor de palha).
A doença pode desenvolver-se de duas formas distintas:
Tegumentar ou cutânea – que se caracteriza por feridas na pele, que não cicatrizam;
Visceral ou Calazar – que atinge determinados órgãos internos (baço, fígado e a medula óssea).
Sintomas da doença no cão
Queda de pêlo
Emagrecimento
VómitosFraqueza geral
Apatia
Febre irregular
Feridas persistentes, que não cicatrizam (leishmaniose cutânea)
Dilatação do fígado ou do baço (leishmaniose visceral)
Aumento exagerado das unhas.
O grande problema desta doença é ser assintomática, isto é, os sinais surgirem quando a leishmaniose já atingiu um elevado grau de desenvolvimento. O cão pode ter um aspecto perfeitamente saudável e, noentanto, já estar infectado.  
Por isso, estes sintomas surgem já numa fase terminal desta doença de progressão lenta.
 
Diagnóstico
O diagnóstico da leishmaniose é feito através de um exame clínico específico (despiste da doença), que se justifica apenas quando se verificam casos na zona. Normalmente este despiste é feito uma vez por ano, no fim do verão.
 
Prevenção
Actualmente ainda nãoexiste nenhum processo eficaz de prevenção da doença, embora tenham sido feitas tentativas no sentido de se criarem vacinas para o efeito.
No entanto, a utilização de certos artifícios como coleiras e outros produtos antiparasitantes, minimizam a propagação, embora não a evitem a 100%. Normalmente estes artigos combatem simultâneamente as pulgas e as carraças, mas não deixe de consultar oveterinário sobre o produto mais indicado para este efeito.
 
Se vive numa zona de risco ou numa região onde existam charcos ou quaisquer outros meios propícios ao desenvolvimento de mosquitos, convém estar-se sempre muito atento ao estado de saúde do cão. Ao mínimo sintoma deve consultar-se o veterinário.
Embora se trate de uma espécie particular de insecto, há outra doença – a dirofilariose –...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Relatório
  • Relatório
  • relatorio
  • Relatório
  • relatorio
  • Relatorio
  • relatorio
  • Relatorio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!