relatorio visita tecnica

Páginas: 7 (1657 palavras) Publicado: 12 de agosto de 2014
Órfãos do Eldorado, de Milton Hatoum
Data de publicação06/06/2013
Em sua novela Órfãos do Eldorado, Milton Hatoum elabora um material ficcional no qual a semântica simbólica do cenário é, por assim dizer, o principal esquema de estruturação da narrativa.

A história é narrada por Arminto Cordovil que, velho e sozinho, às margens do rio Amazonas, relata a um viajante a trajetória de suaprópria vida, que começa marcada pela morte: “Até hoje recordo as palavras que me destruíram: Tua mãe te pariu e morreu”. Criado pelo pai, que parece lhe culpar pela morte da esposa, ele mais parece um bastardo do que um filho legítimo; é, pois, duplamente órfão. Quando herda as propriedades e a empresa do pai, Amando Cordovil, grande capitalista que fez fortuna durante o Ciclo da Borracha, Arminto semostra sem capacidade e sem disposição para administrar a herança, o que o conduz do luxo à pobreza. Seu amor por uma índia-orfã, Dinaura, não só não se concretiza como o faz delirar e aos poucos, o sonho se torna uma espécie de obsessão: “passava o dia fugindo dessas coisas irreais, absurdas, mas que pareciam tão vivas que me davam medo”. Arminto, então, começa a desejar ir para outro lugar, paraum Paraíso: “Vou embora para outra terra, encontrar uma cidade melhor. Para onde olho, qualquer lugar que o olhar alcança, só vejo miséria e ruínas”.

Arminto nasce enquanto a mãe morre, acontecimento que marca sua vida para sempre. Ele é o pária em busca de identidade. Recriminado pelo pai e único herdeiro da rica família Cordovil, o protagonista é criado por Florita, espécie de segunda mãe queo familiariza com o cotidiano dos índios que moram perto. Desde pequeno, ouve as histórias fantásticas que habitam as margens do caudaloso rio, alimentando seus desejos e se afastando da trajetória familiar.

Ache os cursos e faculdades ideais para você !
A história se desenrola em largas zonas de sombra. Nos intervalos de seu relato, Arminto dá largos goles de tarubá, cachaça que ganhou dosíndios saterés-maués. O álcool e as distorções que provoca no espírito turvam ainda mais sua razão. Mas nem as lendas aplacam sua dor. “O medo se intrometeu na saudade que eu sentia de Dinaura”, Arminto diz. Numa visita tardia à fazenda do pai, ele entende a origem de seu mal. “Não era o lugar que me perturbava, era a lembrança do lugar.”

Portanto, no centro da trama tem-se a paixão louca deArminto por Dinaura, uma menina criada pelas freiras carmelitas e cuja história guarda um segredo, que só ao final vai, em parte, se revelar. Paixão que, no dizer de Florita, o deixa “com o demônio no coração”.

Quando Arminto Cordovil cruza seus olhos com os de Dinaura, reconhece que sua vida mudaria. E mudou. Toda a novela de Milton Hatoum é a história dessa mudança. Mas uma mudança que nãoconsegue extirpar o passado: ele prossegue, resiste, prolonga-se pelas artimanhas da memória.


Depois de uma noite de amor com Arminto, a moça desaparece. Sua ausência é encoberta por lendas de mulheres que, seduzidas por botos, cobras e sapos, foram arrastadas para uma cidade mágica, submersa no Amazonas. A vida de Arminto se esfarela. Um desastre lhe tira o cargueiro alemão Eldorado. A falência, opalacete branco, em Vila Bela, última herança do pai. Traz o pensamento inchado pelo silêncio de Dinaura. “Eu me acostumei com o silêncio e com a voz que eu só ouvia nos sonhos.” Resta-lhe suportar a inconstância da moça e os estragos que provocou em seu coração.

Eternamente apaixonado pela mesma mulher, vive em sua busca, e, em cada passo pelas trilhas errantes das matas ou cidades vizinhas,sofre com as conseqüências das falcatruas do velado pai, homem frio e desconhecido. O desencanto provocado pelas irrealizações o deixa à beira da loucura, mas, auxiliado por Estiliano, melhor amigo de seu pai, o protagonista suporta as muitas perdas e alcança a paciência proporcionada pela maturidade. Antes de morrer, Arminto encontra forças para narrar sua inconstante história, aludindo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Relatório de Visita Técnica
  • relatorio visita tecnica em obra
  • Relatório de visita técnica
  • Relatório visita técnica
  • Relatório de visita técnica
  • Relatório visita tecnica
  • Relatório de Visita Técnica
  • Relatório de visita técnica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!