Relatorio Ecologia 2012

Páginas: 13 (3009 palavras) Publicado: 26 de junho de 2015
UNEMAT – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE NOVA XAVANTINA
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS













FATORES LIMITANTES E REGULATÓRIOS



Discente: Gilson Miranda dos Santos



Trabalho apresentado à disciplina Ecologia de Sistemas, 4º semestre do Curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas, como critério avaliativo, sob a orientação do Prof. César MelloNova Xavantina – MT
Novembro de 2012

Introdução

O sucesso de um organismo, de um grupo de organismos ou de uma comunidade biótica inteira depende de um complexo de condições. Qualquer condição que se aproxime ou exceda os limites de tolerância é chamada de condição limitante ou fator limitante.
Todo organismo está submetido, no meio em que vive, às ações simultâneas de agentes climáticos,edáficos, químicos ou bióticos (Dajoz, 1983).
Fator ecológico/limitante: age sobre os seres vivos, ao menos durante uma fase de seu ciclo de desenvolvimento (Dajoz, 1983).
Fatores limitantes são fatores que agem diretamente sobre os seres vivos, limitando o seu território, alterando as suas taxas de reprodução, fazendo por vezes aparecer, numa população, variedades que tem característicasecológicas diferentes.
Entre as variáveis que afetam o tamanho e a densidade de uma população existem diversos fatores limitantes, que diferem para as varias populações. E de uma importância crucial os organismos terem margens de tolerância para fatores tais como a luz, a temperatura, a água disponível, a salinidade, o espaço e a deficiência ou excesso de nutrientes necessários.















Leido mínimo de Liebig
A lei do mínimo em questão foi proposta pelo Biólogo Alemão Justus Liebig ainda no século XIX. Foi por volta de 1840 que “Liebig anuncia a Lei do Mínimo”, a partir dos estudos realizados dos efeitos dos vários fatores no crescimento das plantas.
Liebig afirma que o crescimento de um organismo é limitado pelo elemento essencial que esta presente na concentração inferior aorequerido por este organismo. Portanto, para que um organismo continue vivo, todos os fatores necessários a sua sobrevivência devem estar presentes, de nada adiantando haver excesso de todos se um estiver em falta.
Estudando a agricultura, ele percebeu, por exemplo, que muitas culturas minguavam, não por falta dos nutrientes necessários em grandes quantidades, como água e dióxido de carbono, maspor insuficiência de uma substancia que a planta necessita em quantidades minúsculas, como o zinco. Sua afirmação de que “o crescimento de uma planta e dependente da quantidade de alimento que se lhe apresente em quantidade mínima”, foi adotada pela ciência como a “Lei do Mínimo de Liebig”.

Fig. 1 – Gráfico Lei de Justus Liebig

O gráfico acima mostra na pratica a Lei do Mínimo de Justus, se umadas necessidades de nossas plantas extrapolam as tolerâncias, o sucesso e comprometido. Ou seja, de nada adianta a planta ter muita luz e fertilizante se o calor estiver altíssimo, ou tiver faltando ventilação, ou vice versa. E necessário que se tenha pelo menos o mínimo de todos os fatores necessários para a vida da planta.

Lei da Tolerância de Shelford
A Lei de Tolerância de Shelford foiexpressa pelo cientista inglês Victor Ernest Shelford em 1913, quando estudava a reprodução das Cicindelas (Coleóptera). Este segundo conceito amplia a aplicação da Lei do Mínimo de Liebig. Pois para Shelford, cada ser vivo apresenta em função dos diversos fatores ecológicos. Limites de Tolerância, entre os quais se situa seu ótimo ecológico. Portanto os organismos apresentam um mínimo e um Maximoecológico que representam os limites de tolerância.
Segundo Shelford, um fator de tolerância pode existir não só por causa de uma insuficiência de algum material, como diz a Lei de Liebig, como também por um excesso, como no caso de fatores como água, luz e temperatura.
Em sua lei de Tolerância, Shelford, ressalta que há limites dentro das quais as diversas plantas como também os diferentes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Relatorio ecologia
  • Relatório de ecologia
  • relatorio ecologia
  • Relatorio ecologia
  • Relatorio Ecologia
  • Relatório ecologia
  • Relatorio ecologia
  • Relatorio de Ecologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!