Relatorio de observação de moradores de rua

Páginas: 7 (1511 palavras) Publicado: 6 de abril de 2013
INTRODUÇÃO
A presente pesquisa visa analisar a imagem constituída na mídia em relação ao morador de rua. Partindo de uma pesquisa empírica onde fomos a campo observar as condições de vida que pessoas em condições de rua vivem.
Foi possível constatar a grande influencia que a cultura midiática exerce sobre a concepção que a sociedade tem em relação a essas pessoas. Tendo como resultado asrepresentações sociais do bêbado, criminoso, sub-humano, doente mental, sujo, ameaçador e drogado que são constantemente reforçados pela imprensa.
A partir dessas imagens pré-concebidas sobre a pessoa que não possui domicilio, surge a necessidade de elucidar um problema: como o morador de rua é representado pelos meios de comunicação?
METODO
Realizamos uma pesquisa empírica e qualitativa pelanecessidade de compreender os sentidos atribuídos ao objeto de estudo. A atribuição semântica na analise dos relatórios realizados no decorrer deste semestre foi fundamental na interpretação dos fenômenos observados.
DESENVOLVIMENTO
Economicamente, o sistema capitalista rege o nosso modo de vida. O fator econômico é determinante para assegurar o bem estar social do cidadão. Assim é possívelperceber que aquele que não possui um trabalho formal, tendo como consequência a dificuldade em manter uma estabilidade familiar e também levando em consideração os vícios como álcool e drogas são fatores que contribuem diretamente para a condição de morador de rua os levando inevitavelmente a exclusão social.
Todos esses fatores geram dificuldades para que estes indivíduos sejam reintegrados asociedade, mas a falta de um trabalho formal esta constantemente associada com o morador de rua vagabundo que não tem ocupação, no entanto, muitos se viram como podem,  se tornam catadores de papel, de latinhas ou garrafas.
De acordo com Mattos & Ferreira, desprovidos da referencia de que trabalho formal eh aquele com registro em carteira, apesar de desenvolverem atividades informais, são sob aótica do trabalho, consideradas, vagabundas, preguiçosas e inúteis, caracterizando assim a mazela social: a marginalidade.
Segundo o autor, “a pressão social e econômica condiciona-o a formação de uma nova identidade: a de mendigo socialmente estigmatizado e entendido como deteriorado que o leva a não se sentir completamente humano”.
Ainda citando Mattos, “morar em uma residência fixa, trabalharformalmente e constituir família são padrões sociais que caracterizam os indivíduos normais, logo, sem residência fixa, sem trabalho formal e sem família, as pessoas em situação de rua são alvos de investidas ideológicas que acentuam suas anormalidades, ou seja, são caracterizados como “doentes mentais”, “loucas” e “desviantes sociais”.
Recentemente vimos uma reportagem que repercutiu de maneirapolemica nos sites de relacionamentos e na mídia, a matéria trazia em seu anuncio a seguinte frase:
“A sorte do mendigo branco num pais que vira a cara para os mendigos negros”
Tratava-se de um mendigo fotografado em Curitiba que esta sendo assunto em todo o Brasil, por ser um branco de olhos azuis “mas” ter sido castigado pela pobreza mendicante.
Fica claro perceber o quanto a culturabrasileira ainda esta impregnada de racismo, afinal existem milhares de outros mendigos pelo Brasil que não são levados em consideração e nem se tornam novidades por ai.
 A verdade é que vivemos em uma sociedade racista e eurocêntrica que ainda vira a cara para os muitos negros que se encontram nas ruas em situação de miséria e se compadecem o pedinte euro- descendente que esta no mesmo estado. Como sever negros nas ruas já tivesse se tornado uma coisa normal, uma tradição e homens de olhos azuis considerados “bonitões” não.
Isso tudo ainda é reflexo de um sistema educacional que não nos ensinou a ver a riqueza e perceber a verdadeira beleza de se viver em uma sociedade multicultural, respeitando  as diferenças e aumentando as possibilidades de uma sociedade democrática para todos sem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Observação em abrigo de moradores de rua
  • Moradores de rua
  • Moradores de rua
  • Moradores de rua
  • Moradores de rua
  • moradores de rua
  • Moradores de rua
  • Moradores de Rua

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!