Relatório de reynolds

Páginas: 10 (2303 palavras) Publicado: 7 de novembro de 2012
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL- REI
CAMPUS ALTO PARAOPEBA

Número de Reynolds
Marcos Roberto da Silva, matricula 104100023

Relatório apresentado ao curso de Engenharia Civil na disciplina de Mecânica dos fluidos sob responsabilidade do professor Jackson de Oliveira Pereira.

Ouro Branco/MG
Outubro/2012
SUMÁRIO:
1-Introdução
2-Objetivo
3-Materiais e equipamentos
4-Resultados ediscussões
5-Conclusão
6-Referências Bibliográficas

1-INTRODUÇÃO:
Osborne Reynolds, um físico e engenheiro irlandês, através de análises e procedimentos detalhados encontrou os fatores que influenciavam na determinação de qual regime de escoamento tínhamos em determinadas situações. Por suas contribuições e descobertas teve o nome como designação do fator que determina a faixa de valoresque permite classificar o escoamento como laminar, transitório ou turbulento. O tão conhecido e utilizado número de Reynolds é um parâmetro adimensional que relaciona as forças inerciais e as forças viscosas da vazão de um fluido incompressível.

2-OBJETIVO:
Determinar os regimes de escoamento turbulento e laminar através do número de Reynolds.

3-MATERIAIS E EQUIPAMENTOS:
3.1-O equipamentoutilizado para realização do experimento era constituído por:
-Reservatório de água com esferas de vidro no fundo;
-Tubulação de vidro para visualização dos regimes de escoamento;
-Capilar para injeção de tinta no centro da tubulação;
-Reservatório de tinta;
-Válvula reguladora de vazão;
-Tubo de entrada e saída de vazão;
-Tubo regulador de nível de água.
-Aquecedor de água acoplado aoreservatório de nível constante.
3.2-Termômetro;
3.3-Cronômetro;
3.4-Béquer de 500 ml;
4-RESULTADOS E DISCUSSÕES:
Para facilitar o entendimento e a assimilação dos resultados, segue-se abaixo os símbolos e letras e seus respectivos nomes e, entre parênteses, suas unidades no SI(Sistema Internacional):
Q: Vazão (m³/s);
U: Velocidade(m/s);
A: Área da seção transversal(m²);
V: Volume(m³);
t:Tempo(s);
ν: Viscosidade cinemática(m²/s);
D: Diâmetro interno da canalização(m) ;
Rey : Número de Reynolds (adimensional).
Fizemos o cálculo do número de Reynolds variando os seguintes fatores: temperatura, viscosidade cinemática, regime de escoamento e velocidade. E obtemos, com as respectivas equações, os valores almejados. Sendo que a partir do valor da temperatura da água é que seguimos nacoleta dos outros dados. Logo, temos os seguintes Resultados e discussões cabíveis.
Observação: Adotaremos a seguinte faixa de valores de nº de Reynolds para classificar os tipos de regime de escoamento:
Rey<2000 : Escoamento Laminar; 2000<Rey<2400: Escoamento Transitório;Rey>2400: Escoamento Turbulento.

Para a Temperatura de 23°C, temos:
Para a temperatura de 23°C, fizemos a análise visual de 3 Regimes de escoamento: escoamento laminar, escoamento transitório e escoamento turbulento. E para termos a certeza de que tivemos uma boa percepção calcularemos o Rey do sistemaobservado. Primeiramente, vamos calcular os fatores que o determinam e no final discutiremos os resultados. Lembrando que:
Rey=U×Dν (eq.1)
Logo:
Viscosidade cinemática: ν=0.94×10-6 m²/s. A viscosidade cinemática depende exclusivamente da temperatura, portanto, o seu valor será alterado quando variarmos a temperatura do sistema. O valor de ν é dado pelo gráfico 1.
Regime de escoamentovisualizado: Escoamento Laminar.
O escoamento laminar foi obtido em velocidades baixas, não permitindo, assim, a mistura da tinta com a água. Nesse regime de escoamento foi possível observar claramente um filete de tinta retilíneo no centro do tubo de vidro.
Área:
A área será um valor comum em todos os casos, pois a canalização utilizada para medir a vazão, durante todos procedimentos, era de mesmo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Relatorio Reynolds
  • Relatório de Reynolds
  • RELATÓRIO DE REYNOLDS
  • relatório de Reynolds
  • Relatório de reynolds
  • Relatorio Osborne Reynolds
  • relatorio de aula pratica Reynolds
  • Relatório Experimento de Reynolds

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!