Relatório de física

Páginas: 10 (2278 palavras) Publicado: 7 de abril de 2013
Universidade Federal de Sergipe
Departamento de Física



R E L A T Ó R I O - 02
Lei De Hooke (09/09/2011)

Turma: T7

Equipe 2:
Aluno 01 – Felipe Bulhões Andrade
Aluno 02 – Izabela de Moura Dória
Aluno 03 – Lucas Phillipe Ramos de Carvalho
Aluno 04 – Manuela Nascimento Barreto
Aluno05 – Rayssa Emmanuelle Maia Santos de Assunção
Aluno 06 – Yasmin Lima dos Santos

Professor:
Raimundo Lopes de Oliveira Filho

São Cristovão,
16 de Setembro – 2011

1-INTRODUÇÃO

O presente relatório visa proceder a uma exposição da lei de Hooke. Mais do que descrevertal lei, o mesmo pretende a partir dos experimentos feitos em sala de aula mostrar as discussões dos resultados obtidos.
‘’Para todo ação existe uma reação’’, tese comprovada na terceira Lei de Newton e que, por conseguinte recai diretamente na lei de Hooke. A própria definição da mesma nos mostra: quando aplicada uma determinada força externa, por exemplo, a força peso, em uma mola, estareagiria sofrendo uma deformação na mesma proporção a força aplicada, porém de sentido oposto à força peso com intuito de restaurar o seu estado inicial. A esta força contrária Hooke chamou de força elástica da mola. Matematicamente temos abaixo a expressão da lei de Hooke que a partir dela podemos inferir algumas conclusões.
Fel = k. Δx
Vetorialmente temos: Fel = - k. Δx (1.1)
Em que:
(Fel)corresponde a força elástica da mola;
(k) corresponde a constante elástica da mola, no S.I em N/m;
(Δx) corresponde a deformação sofrida pela mola.
O sinal negativo da expressão vetorial significa que a força elástica possui vetor de sentido oposto ao da força aplicada à mola, ou seja, possui sentido oposto à deformação como dito na definição acima. Tal fato caracteriza a força elástica comorestauradora.
Sendo P(força peso) aplicada à mola e sendo P= m.g
Temos que
P = - Fel ↔ Fel = - k. Δx ↔ P = k. Δx

Como P e Δx são grandezas diretamente proporcionais, isto é se dividem, eles vão variar na mesma proporção. Daí conclui-se, portanto, que as forças deformantes são proporcionais às deformações. Por isso que a lei de Hooke não tem aplicabilidade quando excedido a relaçãode proporcionalidade. Visto que, caso a força realizada exceda a capacidade elástica da mola, esta pode se deformar permanentemente, podendo chegar a sua ruptura.
2- OBJETIVOS
* Proporcionar aos leitores um entendimento da Lei de Hooke;
* Provar a aplicabilidade desta lei;
* Demonstrar como foram calculados e interpretados os dados obtidos;
* Demonstrar o comportamento dadeformação das molas através das constantes;
* Possibilitar que os leitores, apoiando-se apenas neste relatório, possam repetir a prática dos experimentos com as informações disponibilizadas no mesmo.

3-MATERIAIS E MÉTODOS
3.1-Para realizar este experimento é necessário o uso de:
* Duas molas com fios de mesmo material e espessura, mas com diferentes diâmetros do enrolamento;
* Suportepara mola com tripé e escala graduada;
* Suporte aferido para massas;
* Conjunto de massas aferidas.

3.2-Os métodos de obtenção de dados foram feitos da seguinte maneira:

* Primeiramente, definimos a origem da primeira mola utilizada, a ‘mola grande’, sem nenhuma força externa aplicada sobre a mesma;
* Logo em seguida penduramos gradativamente oito massas ao suporte de pesocom valores diferentes a fim de calcularmos a deformação mola, ou seja, o ∆x. Este processo da medida das oito massas foi realizado três vezes com cada uma;
* Os procedimentos realizados para a segunda mola, a ‘mola pequena’, foram análogos ao primeiro experimento feito com a ‘mola grande’. Todavia, algumas massas diferentes foram utilizadas;
* Após todas as mensurações calculou-se a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Relatórios de física
  • Relatorio fisica
  • Relatorio de fisica
  • Relatório de Física
  • Relatório de física
  • Relatorio de fisica
  • Relatorio de fisica
  • Relatório de Fisica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!